• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Marcela Lopes de Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Funayama, Carolina Araujo Rodrigues (Presidente)
Lourenço, Charles Marques
Souza, Fernanda Timm Seabra
Título em português
Niemann pick tipo C: caracterização fenotípica e genotípica de uma casuística brasileira
Palavras-chave em português
1.Niemann Pick tipo C
2. Fenótipo
3. Genótipo
4. NPC1
5. Miglustat
Resumo em português
Niemann-Pick tipo C (NPC) é uma doença de depósito lisossomal, ocasionada por alterações no tráfico de colesterol não esterificado, decorrente de alterações bialélicas nos genes NPC1 ou NPC2, ambos definindo uma doença autossômica recessiva, progressiva e irreversível, caracterizada por manifestações viscerais, neurológicas e psiquiátricas, não necessariamente combinadas. Com o propósito de descrever as características fenotípicas e genotípicas de pacientes com NPC, objetivou-se relatar dados demográficos, formas clínicas classificadas por idade, sinais e sintomas neurológicos e psiquiátricos, achados de ressonância magnética (RM) de encéfalo e ultrassonografia de abdome, assim como teste de filipin, mutações observadas e o tratamento com N-butyldeoxynojirimycin (Miglustat). De uma casuística de 12 pacientes atendidos entre 2000-2014, por revisão de prontuários, no Ambulatório de Neurogenética do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, havia 7 mulheres e 5 homens, idade média de 20 anos (entre 2 e 42), sendo dez pacientes da etnia branca e dois mulatos, procedentes de 3 estados brasileiros: São Paulo, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. As formas clínicas identificadas foram infantil, juvenil e adulto. A idade do primeiro sintoma neurológico ocorreu entre 1 e 27 anos (media 9,5). Dentre os achados viscerais, dois pacientes encontravam-se assintomáticos, os demais apresentaram icterícia prolongada/colestase, hepatomegalia e esplenomegalia. Todos os pacientes apresentaram em diferentes momentos da evolução manifestações neuropsiquiátricas, tais como: paralisia do olhar vertical, ataxia/quedas, epilepsia, mioclonias, distonia, disartria, disfagia, fraqueza muscular, espasticidade, declínio cognitivo/demência, sintomas psicóticos, atraso escolar, distúrbio de comportamento, cataplexia gelástica e hipotonia neonatal. A idade de diagnóstico variou de 0 a 41 anos, com uma média de 14,5 anos. O tempo entre a idade do primeiro sintoma neurológico e o diagnóstico da doença variou de 0 a 14 anos, tempo médio de 5,3 anos. O teste de Filipin demonstrou seis resultados positivos e seis variantes. A RM de encéfalo apresentou três diferentes tipos de alteração: atrofia cerebral em 6 casos, atrofia cerebelar e desmielinização em 7. A ultrassonografia de Abdome resultou em três alterações: hepatomegalia em 8, esplenomegalia em 10 e hepatoesplenomegalia em 8. O resultado do teste genético molecular em 11 pacientes evidenciou alterações no gene NPC1 e uma paciente não possuía o resultado. A mutação c.3104C>T foi a mais frequente, em oito pacientes; c.3548G>A, de significado incerto, em um paciente, e, as demais mutações encontradas: c.3493G>A, c.3019C>G. O tratamento com N-butyl deoxynojirimycin (Miglustat) foi realizado por todos os pacientes, o tempo entre o diagnóstico e o início da medicação variou de 0 a 9 anos, média de 2,9 anos. Concluímos que o registro da doença NPC deve ser feito através de uma coleta de dados detalhada e contínua, pois sua heterogeneidade fenotípica e genotípica sugerem um número subestimado de casos, não só por sua raridade, mas também pelo desconhecimento da doença, já que há poucos grupos estudados e publicados. O seu reconhecimento precoce, associado ao adequado manejo clínico, podem retardar a progressão implacável da doença e aumentar a expectativa de vida dos pacientes.
Título em inglês
Niemann Pick type C: Phenotypic and genotypic characterization of a Brazilian series
Palavras-chave em inglês
1. Niemann Pick type C
2. Phenotype
3. Genotype
4. NPC1
5. Miglustat
Resumo em inglês
Niemann-Pick type C (NPC) is a lysosomal storage disease caused by abnormal unesterified cholesterol trafficking, resulting from biallelic changes in NPC1 or NPC2 genes, both defining an autosomal recessive progressive and irreversible disease characterized by visceral, neurological and psychiatric manifestations, not necessarily combined. In order to describe the phenotypic and genotypic characteristics of patients with NPC, this work aimed to report demographic data, clinical forms classified by age, neurological and psychiatric signs and symptoms, brain magnetic resonance imaging (MRI) and abdominal ultrasound findings, Filipin test, the gene mutations, and the treatment with N-butyldeoxynojirimycin (Miglustat). A series of 12 patients were studied, treated between 2000-2014, by review of medical records of the Neurogenetics Clinic at the Hospital of Clinics, Ribeirão Preto Medical School, Brazil. There were 7 women and 5 men, mean age 20 years (from 2 to 42); 10 caucasian and 2 mulattos, coming from three Brazilian states: São Paulo, Mato Grosso do Sul and Minas Gerais. Infantile, Juvenile and adult clinical forms were identified. The age of the first neurological or psichiatric symptoms occurred between 1 and 27 years (mean 9.5). Among the visceral findings, two patients were asymptomatic, and the others had prolonged jaundice / cholestasis, hepatomegaly and splenomegaly. All patients had at different times of evolution symptoms, such as paralysis of vertical gaze, ataxia/falls, epilepsy, myoclonus, dystonia, dysarthria, dysphagia, muscle weakness, spasticity, cognitive decline/dementia, psychotic symptoms, school delay, disorders behavior, gelastic cataplexy and neonatal hypotonia. Age at diagnosis ranged from 0 to 41 years, with a mean of 14.5 years. The interval between the first signs of the disease and the onset of treatment ranged from zero to 14 years, with an average of 5.3 years. Filipin test resulted six positive and six variant form. The MRI scans showed three different types of changes: brain atrophy in 6 cases, cerebellar atrophy in 7 and demyelination in 7. Abdominal ultrasound revealed 8 patients with hepatomegaly, 10 with splenomegaly and 8 hepatosplenomegaly. The results of the molecular genetic testing on 11 patients showed changes in NPC1 gene and a patient did not have the result. Mutation c.3104C>T was more frequent in eight patients; c.3548G>A, of uncertain significance in a patient, and other mutations found: c.3493G>A and c.3019C>G. Treatment with N-butyl deoxynojirimycin (Miglustat) was carried by all patients; the time between diagnosis and beginning of the treatment ranged from 0 to 9, with an average of 2.9 years. We conclude that NPC disease registry should be done through a collection of detailed and continuous data because their phenotypic and genotypic heterogeneity suggest an underestimated number of cases, not only for its rarity but also by unawareness about the disease, and the fact that there are few published studies. The early recognition, coupled with appropriate clinical management, may slow the progression of the disease and increase life expectancy of patients.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.