• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-19072018-101754
Documento
Autor
Nome completo
Melina Lellis Bianquini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Haddad, Simone Kashima (Presidente)
Martinez, Edson Zangiacomi
Passos, Afonso Dinis Costa
Slavov, Svetoslav Nanev
Título em português
Determinação da viremia e da soroprevalência do vírus da Hepatite E (HEV) em doadores de sangue
Palavras-chave em português
Doadores de sangue; Hepatite E; Segurança transfusional; Soroprevalência
Resumo em português
O HEV é um patógeno viral, transmitido principalmente pela via fecal-oral e responsável por grandes surtos de hepatite em todo o mundo. A hepatite E é considerada a hepatite com transmissão entérica mais frequente no mundo, e um importante problema de saúde pública. Por apresentar uma fase sanguínea assintomática e ser um agente emergente, cuja incidência vem aumentando ao longo da última década, o HEV é também considerado um problema para a hemoterapia, uma vez que põe em risco a segurança transfusional, devido ao risco de sua transmissão por transfusão sanguínea. No Brasil, sua ocorrência e características ainda não são compreendidas e os estudos disponíveis são limitados. Objetivo: Determinar a prevalência do HEV em doadores de sangue do Hemocentro de Ribeirão Preto no ano de 2015. Material e Métodos: Foram selecionados aleatoriamente 1.000 doadores de sangue do Hemocentro de Ribeirão Preto no período de janeiro a dezembro de 2015. Inicialmente, foi realizada a pesquisa de anticorpos da classe IgG do HEV em plasma, utilizando a metodologia de imuno-ensaio enzimático (ELISA). As amostras que se apresentaram reagentes (positivas ou inconclusivas) para IgG HEV, foram submetidas à pesquisa de antígenos virais, também por metodologia ELISA. Paralelamente aos testes sorológicos, foi realizado o teste molecular para a detecção de RNA viral, aplicando a técnica de PCR em tempo real e utilizando primers desenhados para a região mais conservada do vírus (ORF-3). Resultados: Entre as 1.000 amostras testadas, 124 foram positivas para a pesquisa de anticorpos anti-HEV IgG e 5 foram inconclusivas. A soroprevalência encontrada foi de 12,5%. A maior prevalência encontrada foi na faixa etária de 50-59 anos (21,2%, p<0,01), porém com aumento significativo entre os 40 e 69 anos de idade. A menor prevalência encontrada foi no grupo etário de 18 a 29 anos (3,9%). A soroprevalência foi proporcionalmente maior entre os indivíduos do gênero masculino (14,3%, p<0,06) em relação aos indivíduos do sexo feminino (10,4%). Nenhuma das amostras testadas foi positiva para a pesquisa de antígenos HEV e nem para a detecção de RNA viral. Conclusão: A soroprevalência do vírus da hepatite E encontrada entre os doadores de sangue de Ribeirão Preto foi alta (12,5%) e compatível com os dados nacionais de soroprevalência entre doadores. A viremia não pode ser estabelecida, pois não foram encontrados casos de HEV RNA positivos.
Título em inglês
Determination of Viremia and Seroprevalence of Hepatitis E vírus (HEV) in blood donors
Palavras-chave em inglês
Blood donors; Hepatitis E; Seroprevalence; Transfusion safety.
Resumo em inglês
HEV is a viral pathogen, transmitted primarily by the fecal-oral route and responsible for large outbreaks of hepatitis worldwide. Hepatitis E is considered the most common transmissible enteric hepatitis in the world, and is currently considered a major public health problem. Because it presents an asymptomatic blood stage and is an emerging agent whose incidence has increased over the last decade, HEV is also considered a problem for hemotherapy, since it jeopardizes transfusion safety due to the risk of its transmission by transfusion. In Brazil its occurrence and characteristics are poorly understood and available studies are limited. Objective: To determine the prevalence of HEV in blood donors at the Hemocentro de Ribeirão Preto in the year 2015. Material and Methods: 1.000 blood donors were randomly selected from the Hemocentro of Ribeirão Preto from January to December 2015. Initially, a HEV IgG antibody was investigated in plasma, using ELISA (enzyme immunoassay). As samples that presented reagents (positive or inconclusive) for HEV IgG, they were submitted to the research of viral antigens, also by ELISA methodology. In parallel to the serological tests, it was carried out for molecular testing to detect viral RNA, applying a real-time PCR technique and using primers designed for a more conserved region of the virus (ORF-3). Results: Among 1,000 tested samples, 124 were positive for anti-HEV IgG antibodies and 5 were inconclusive. One seroprevalence was found to be 12.5%. A higher prevalence was found in the age range of 50-59 years (21.2%, p<0,001), but with a significant increase between 40 and 69 years of age. The lowest prevalence was found for the 18-29 age group (3.9%). Seroprevalence was proportionally higher among males (14.3%, p<0,06) than among female users (10.4%). It was not evaluated for a HEV antigen search or for viral RNA detection. Conclusion: A seroprevalence of hepatitis E virus found among blood donors from Ribeirão Preto and high (12.5%) and compatible with data from seroprevalence among donors. Viremia cannot be established because no cases of positive RNA HEV have been found
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.