• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-13092018-142500
Documento
Autor
Nome completo
Caio Vinicius da Silva Nery
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Pinto, Ana Cristina Silva (Presidente)
Ramos, Flavia Sacilotto Donaires
Scrideli, Carlos Alberto
Santis, Gil Cunha de
Título em português
A elaboração de um protocolo de reserva de Concentrado de Hemácias para cirurgias eletivas realizadas em um hospital público do Distrito Federal como ferramenta para otimização do uso racional do sangue
Palavras-chave em português
Cirurgia; Concentrado de hemácias; Protocolo de reservas cirúrgicas; Sangue; Transfusão
Resumo em português
A transfusão de sangue continua a ser uma importante ferramenta terapêutica, porém como qualquer outra, apresenta riscos. O sangue após coletado é processado e origina os hemocomponentes, dentre eles o Concentrado de Hemácias (CH). O CH é o hemocomponente mais utilizado na prática clínica. É indicado para o tratamento de anemias e em casos de hemorragia aguda ocorridas em cirurgia ou em decorrência de doenças ou traumas. Dentre os principais riscos da transfusão de CH estão a aloimunização e as reações transfusionais, imediatas ou tardias. Deve-se avaliar a real necessidade de se transfundir um paciente, principalmente, no período intra operatório. A transfusão de CH no intra operatório está associada a um pior prognóstico, maior tempo de internação, sobrevida menor e aumento do risco de infecção. Este estudo tem por objetivo analisar as solicitações de reserva de CH, e a partir desta análise, elaborar um protocolo de reservas cirúrgicas de CH com a finalidade de determinar o quantitativo de bolsas a serem reservadas ou não para a realização procedimentos cirúrgicos realizados no Hospital Regional de Ceilândia, no Distrito Federal. Para a elaboração do protocolo, foi realizado o levantamento de dados referentes às solicitações de reservas realizadas neste hospital entre março e agosto de 2017. Baseado nestes dados, calculou-se o Índice de Pacientes Transfundidos (IPT) que definiu o percentual das reservas que foram utilizadas. Verificou-se que a maioria das reservas solicitadas não foi utilizada. Do total de 216 pacientes que tiveram reservas preparadas, para as quais foram compatibilizadas 438 bolsas, apenas 48 destas bolsas foram transfundidas, ou seja, somente 10,95%. A partir do resultado do IPT, foi definida uma conduta hemoterápica cirúrgica para cada tipo de cirurgia. E, a partir destas, foi elaborado, um protocolo de reservas de CH para cirurgias, com o intuito de racionalizar a solicitação de reservas para ser implementado no hospital. Podendo assim ser um instrumento, para a equipe médica e para a agência transfusional, contribuindo para a economia de recursos financeiros e de sangue.
Título em inglês
The elaboration of a reserve protocol of Red blood cell for elective surgeries performed at a public hospital in the Federal District as a tool for optimizing the rational use of blood
Palavras-chave em inglês
Blood; Protocol of surgical reserves; Red blood cells; Surgery; Transfusion
Resumo em inglês
Blood transfusion continues to be an important therapeutic tool but it presents risks. The blood after collection is processed originating the blood components, among them the Red blood cells (RBC). RBC is the most widely used blood component in clinical practice. It is indicated for the treatment of anemias and in cases of acute hemorrhage occurring in surgery or due to pathologies or traumas. Among the main risks of RBC transfusion are alloimmunization and transfusion reactions. The actual need to transfuse a patient, especially during the intraoperative period, should be evaluated. Intraoperative RBC transfusion is associated with a worse prognosis, longer length of stay, shorter survival and increased risk of infection. The aim of this study was to analyze the RBC reserve requests and then to elaborate a protocol of RBC surgical reserves in order to determine the quantity of blood bags to be reserved or not for surgical procedures performed at the Regional Hospital de Ceilândia (HRC), in the Federal District. For the elaboration of this protocol, the data of the reservations requests performed in HRC March 2017 to August 2017 was carried out. The transfusion Index was calculated from the data, which defined the percentage of reservations that were used. It was found that most of the requested reserves were not used. Of the total of 216 patients who had prepared reservations, for which 438 bags were compatibilized, only 48 of these bags were transfused, that is, only 10.95%. From the result of the transfusion Index, so for each elective surgical procedures a guide surgical hemotherapy was defined. In addition, a reserve protocol of RBC for surgeries was elaborated, with the purpose of rationalizing the reservation request to be implemented in the hospital. This can be an instrument for the medical team and for the transfusion agency, contributing to the rational use of financial and blood resources.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-10-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.