• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-23032018-113740
Documento
Autor
Nome completo
Alessandra Kelly de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Guirro, Rinaldo Roberto de Jesus (Presidente)
Bigaton, Delaine Rodrigues
Dach, Fabíola
Oliveira, Anamaria Siriani de
Título em português
Confiabilidade do limiar térmico doloroso por meio do Quantitative Sensory Testing e suas correlações sobre pontos gatilhos miofasciais em indivíduos com dor cervical crônica
Palavras-chave em português
Cervicalgia
Medição da dor
Reprodutibilidade dos resultados
Resumo em português
A dor cervical encontra-se entre as disfunções musculoesqueléticas mais prevalentes e estima-se que metade das pessoas que apresentam cervicalgia desenvolvam sintomas crônicos, sendo encaminhados para serviços de reabilitação. Entre as estruturas anatômicas envolvidas no processo patológico da cervicalgia destaque-se o componente miofascial. A dor miosfascial pode conduzir a um distúrbio psicofisiológico envolvendo sistemas centrais reguladores de dor do sistema nervoso, resultando em respostas fisiológicas. Em relação a avaliação da dor miofascial, destacase o uso do Quantitative Sensory Testing (QST) definido como um conjunto de métodos capaz de avaliar as sensações transmitidas pelas fibras sensoriais, entretanto, ainda se faz necessário o respaldo científico quanto à confiabilidade desse instrumento na população com pontos gatilhos em dor cervical crônica. O objetivo deste estudo foi avaliar a confiabilidade intra e interexaminador do QST para avaliação do limiar térmico doloroso sobre pontos gatilhos miofasciais no músculo trapézio fibras descendentes de indivíduos que apresentam cervicalgia crônica e sua correlação com outros instrumentos de avaliação da dor. Foram inseridos 30 voluntários de ambos os gêneros, com faixa etária de 18 e 45 anos que apresentaram ponto gatilho miofascial bilateralmente, ativos e centrais no músculo trapézio fibras descendentes. Foram realizadas duas coletas por cada avaliador com um intervalo de uma semana entre elas, sendo empregadas na avaliação a Escala Numérica de Dor, Neck Disability Index, algometria, Escala de Pensamentos Catastróficos sobre Dor, termografia infravermelha e o QST. A análise dos dados apresentou valores de ICC intra-examinador variaram entre 0,876 e 0,896 e, os valores de ICC inter-examinador variaram 0,917 e 0,954. Assim, constatou-se no presente estudo moderada confiabilidade para a análise intraexaminador enquanto a avaliação inter-examinador apresentou excelente confiabilidade. Em relação às correlações, foram observadas associações significativas, entre a intensidade de dor e limiar térmico doloroso (calor), sendo fraca e negativa à direita; ente a intensidade de dor e limiar térmico doloroso (frio) , sendo fraca e positiva à direita e a esquerda. Com os demais instrumentos de avaliação, não foram observadas correlações significativas. Conclui-se que a mensuração do limiar térmico doloroso sobre pontos gatilhos miofasciais em indivíduos com cervicalgia crônica apresenta valores de confiabilidade aceitáveis respaldando o emprego do QST para a avaliação em pesquisas e no ambiente clínico, no entanto a sua associação com outros instrumentos de avaliação da dor são fracos ou inexistentes.
Título em inglês
Reliability of the thermal pain threshold with Quantiative Sensory Testing and its correlations on myofascial trigger points in individuals with chronic neck pain
Palavras-chave em inglês
Neck pain
Pain measurement
Reproducibility of results
Resumo em inglês
Neck pain is one of the most prevalent musculoskeletal disorders and it is estimated that half of the people with this disorder develop chronic symptoms and are referred to rehabilitation services. A lot of anatomical structures are involved in the pathological process of the neck pain with a focus on the myofascial component. Myofascial pain can lead to a psychophysiological disorder involving central nervous system pain regulators, resulting in physiological responses. Concerning the evaluation of myofascial pain the use of Quantitative Sensory Testing (QST) which is defined as a set of methods capable of evaluating the sensations transmitted by the sensory fibers has been highlighted, however, it is still necessary the scientific support about the reliability of this instrument in the population with trigger points in chronic neck pain. The objective of this study was to evaluate the intra and inter-rater reliability of the QST for assessing the pain threshold on myofascial triggers in the trapezius muscle fibers of individuals with chronic neck pain and their correlation with other pain assessment instruments. A total of 30 volunteers of both genders, aged 18 and 45 years, who presented myofascial trigger point bilaterally, active and central in the trapezius muscle were included. Two examinations were carried out for each evaluator with an interval of one week between them, using Numerical Pain Scale, Neck Disability Index, Algometry, Catastrophic Thoughts on Pain Scale, infrared thermography and QST. Data analysis showed intra-examiner ICC values ranged from 0.876 to 0.896 and interexaminer ICC values ranged from 0.917 to 0.954. Thus, the present study showed moderate reliability for the intra-examiner analysis while the inter-examiner evaluation presented excellent reliability. Regarding the correlations there were significant associations between pain intensity and pain threshold (heat) being weak and negative on the right, pain intensity and pain threshold (cold) being weak and positive on the right and left. With the other instruments evaluation, no significant correlations were observed. It is concluded that the measurement of the pain threshold on myofascial trigger points in individuals with chronic neck pain presents acceptable reliability values supporting the use of QST for evaluation in research and clinical settings, however, its association with other pain assessment instruments are weak or nonexistent.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.