• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2016.tde-03112015-153926
Documento
Autor
Nome completo
Fuad Moraes Ibrahim
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Paula, Jayter Silva de (Presidente)
Rodrigues, Maria de Lourdes Veronese
Salomão, Solange Rios
Título em português
Miopia como causa de deficiência visual em sujeitos de 10 a 15 anos na cidade de Gurupi-TO
Palavras-chave em português
Crianças
Deficiência visual
Miopia
Resumo em português
Objetivos: Avaliar a freqüência de miopia como causa de deficiência visual em sujeitos com idade entre 10 a 15 anos residentes na cidade de Gurupi assim como a sua relação com a distribuição com idade e sexo. Métodos: Estudo transversal populacional. Foram sorteados e avaliados 50 conglomerados dos 59 anteriormente utilizados pelo IBGE para a realização do Censo 2000 compreendendo toda a cidade de Gurupi. Uma equipe treinada visitou as casas seguindo uma ordem de quarteirões definidos previamente pelo IBGE. Foram usados como critérios de inclusão idade de 10 a 15 anos e residir no local por, pelo menos, seis meses. As residências em que não houve resposta foram revisitadas em uma segunda oportunidade. Após explicação do trabalho e o consentimento por escrito de um responsável, com a ajuda deste, foi preenchida uma ficha com os dados do sujeito. Foi avaliada a acuidade visual de cada olho sem correção, separadamente com cinco optotipos impressos de Snellen em linha correspondentes a visão 20/32 da tabela logMAR, a uma distância de 4 metros. Os sujeitos que apresentaram dificuldade de visualizar mais de um optotipo com um ou ambos os olhos foram encaminhados para avaliação em consultório por um oftalmologista. Foi realizado teste de motilidade ocular e revistada a acuidade visual com tabela de logMar retro iluminada a 4 metros. Após cicloplegia, foi feita a auto-refração, seguido da refração subjetiva utilizando tabela logMar , exame externo, biomicroscopia e fundoscopia. Foi prescrita a correção para os sujeitos que apresentaram melhora da acuidade visual após a refração. A deficiência foi classificada em refrativa, catarata, tracoma, ambliopia, alterações retinianas, estrabismo e outros. Resultados: Foram examinados 1590 sujeitos com idade variando entre 10 a 15 anos, sendo 814 (51%) do sexo masculino e 776 (49%) do sexo feminino. Dos 167 que apresentaram limitações para identificar os optotipos de Snellen, 127 (76%) compareceram para a avaliação em consultório, sendo que 61 (59%) não necessitaram de correção. Das correções, 15 (22%) foram corrigidos com lentes com equivalente esférico positivo. As prescrições com equivalente esférico negativo somaram 51 (77%) com variação entre -0,5 até -7,00 dioptrias esféricas, correspondendo a uma freqüência de miopia de 3,2%. Destes, 23 (45%) eram do sexo masculino e 28 (55%) do sexo feminino. Dos sujeitos que necessitaram de óculos, nove (10%) ainda não faziam uso prévio de correção. Os erros refrativos foram a principal causa de deficiência de visão, responsáveis por 53 (80%) dos casos, sendo 45 (90%) míopes e oito (10%) hipermetropes. Em seguida, ambliopia com 8 (12%) sujeitos, 4 (6%) com alterações retinianas e 1 (1%) com catarata congênita. As variáveis sexo, idade, região onde residia, uso prévio de óculos foram associadas com a miopia por regressão multivariada sem nenhuma relação significativa. Conclusão: Os erros refrativos são a principal causa de baixa de visão na faixa de idade examinada, com destaque para a miopia, que apresentou uma freqüência de 3,2%. Nenhum dos fatores estudados apresentou relação estatística com a presença de miopia
Título em inglês
To evaluate the frequency of visual impairment caused by myopia in subjects from 10 to 15 years old in the city of Gurupi-TO
Palavras-chave em inglês
Children
Myopia
Visual impairment
Resumo em inglês
Objective: To evaluate the frequency of visual impairment caused by myopia in subjects from 10 to 15 years old in the city of Gurupi and its relation with some factors studied in this age group. Methods: Population-based, transversal study. 50 from 59 clusters from Gurupi - TO, previously used by IBGE (2000), were randomized. All subjects from 10 to 15 years old, living in the same place for at least 6 months were included. Vision was tested in each eye, without correction, with five Snelle's optotypes, corresponding to 20/32 in logMar chart, at four meters distance. When the subjects could not see one or more optotypes with one or both eyes, they were referred to an ophthalmological examination. In the physician office, eye motility was tested and visual acuity was retested the with the logMar chart. After cicloplegia, auto refraction was performed, followed by the subjective refraction (using a retroilluminated logMar chart), inspection, biomicroscopy and fundoscopy. Lenses were prescribed after refraction to patients who showed visual acuity improvement. The causes of visual impairment were classified in refractive, cataract, trachoma, ambliopia, retinopathy, strabismus and others. Results: 1,590 subjects were examined, in which 814 (51%) were male and 776 (49%) were female. Among the 167 subjects screened, 127 (76%) were examined at the physician office and 76 (59%) did not receive lens prescription. 15 patients (22%) of those displayed positive spherical equivalent and 51 (77%) presented with negative spherical equivalent (varying from -0,5 to -7,00 D), totalizing a frequency of 3.2%. 23 (45%) myopic patients were male and 28 (55%) female. Refractive errors were the main cause of visual impairment [53 (80%); myopia in 45 and hypermetropia in 8), followed by ambliopia (8, 12%), retinopathies (4, 6%) and congenital cataract (1, 1%). Multivariate analysis of the association of the variables gender, age, region, previous ophthalmic examination and previous glasses with myopia did not present significant relation. Conclusion: Refractive errors were the major cause of visual impairment in this age group (80%), mainly represented by myopia, with a general frequency of 3.2%. No co-variable studied displayed statistical relation with the presence of myopia
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
mestradofuad.pdf (9.25 Mbytes)
Data de Publicação
2016-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.