• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2009.tde-29062009-121226
Documento
Autor
Nome completo
Simone Andréa Estevam Junqueira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Contel, Jose Onildo Betioli (Presidente)
Kebbe, Leonardo Martins
Souza, Maria Conceição Bernardo de Mello e
Título em português
Perfil sócio-demográfico e clínico de pacientes psiquiátricos tratados em Hospital Dia
Palavras-chave em português
fatores sócio-econômicos
hospital dia
política de saúde
saúde mental
serviços de saude mental
transtornos mentais
Resumo em português
Introdução. A reforma da assistência psiquiátrica no Brasil vem diminuindo progressivamente o número de leitos nos hospitais psiquiátricos convencionais. Ao mesmo tempo vem sendo estruturada uma rede substitutiva de serviços extra-hospitalares, entre os quais se encontra o Hospital Dia do HCFMRP-USP (HD) da DRS-XIII, com sede em Ribeirão Preto SP. Esse serviço, fonte dos dados do presente trabalho, é menos restritivo que hospitalização integral e mais protetor que tratamentos ambulatoriais. Esse processo, no entanto, apresentou como efeito colateral indesejável o fenômeno denominado porta giratória, representado pelo aumento importante da taxa de readmissões, que em alguns hospitais passa de 50% dos pacientes admitidos. Objetivos. Procura-se no presente trabalho: caracterizar o perfil sócio-demográfico e clínico da clientela atendida no HD, entre janeiro de 1996 e dezembro de 2005; identificar e descrever características dos pacientes que tiveram internações integrais psiquiátricas anteriores e readmissões ao HD; investigar se ocorre associação entre o tempo de permanência dos pacientes no HD e as variáveis sócio-demográficas e clínicas. Metodologia. Os dados foram coletados no prontuário de cada paciente, por meio de protocolo elaborado especificamente para esta finalidade. Os sujeitos foram 689 pacientes que fizeram 914 internações no HD. As variáveis foram analisadas através do programa SPSS versão 13.0. Resultados. Predominaram pacientes do sexo feminino (58,4%) com idade entre 20 a 39 anos (53,5%), brancos (84,2%), sem vínculo conjugal (59,7%), morando com familiares ou amigos (57,9%), procedentes de Ribeirão Preto e Região (90,2%), escolaridade até primeiro grau (53,6%), inativos profissionalmente (90,5%) e sem renda individual (51,2%). A maioria teve alta por ordem médica (73,3%), encaminhamento na alta para Ambulatórios (86,2%), uma única admissão no HD (77,8%), e tempo médio de permanência de 49 dias. Os diagnósticos mais prevalentes na alta foram: Esquizofrenia (32,8%), Episódio Depressivo (27,0%), Episódio Maníaco/ Transtorno Afetivo (15,1%), Transtorno de Personalidade (14,7%) e Outros/ Transtorno Neurótico (10,4%). Pacientes com internação integral anterior foram responsáveis por 47,0% das admissões. Discussão. Os resultados mostram que o HD trata adultos jovens, atingidos pela doença na plenitude da fase produtiva da vida e com quadros psiquiátricos com predomínio de Esquizofrenia. Existe uma dependência emocional e econômico-financeira com familiares e com o sistema público regional de dispensa de medicamentos e de transporte. A gravidade dos quadros psiquiátricos, conciliada com a complexidade social da doença mental, repercute negativamente no desenvolvimento do grau de instrução. O tempo médio de permanência está dentro do recomendado pelas normas da Portaria 224. Essa permanência permite uma terapia breve focal na maioria dos pacientes e uma intermediação positiva, retirando pacientes das internações e dirigindo-os para tratamentos ambulatoriais. Conclusão. O HD demonstrou atender pacientes com transtornos mentais graves e persistentes, estar inserido na rede de assistência da DRS-XIII e ser um serviço que desempenha função de ressocialização e reintegração de pacientes psiquiátricos graves na comunidade. O HD trata pacientes oriundos da DRS-XIII com história prévia de internação integral anterior, no entanto, não repete com esses pacientes o fenômeno porta giratória.
Título em inglês
The socio-demographic and clinical profile of psychiatric patients attended at the Day Hospital
Palavras-chave em inglês
day hospital
health policy
mental disorders
mental health
mental health services
socioeconomic factors
Resumo em inglês
Introduction. The reform of psychiatric assistance in Brazil has progressively decreased the number of beds in conventional psychiatric hospitals. Concomitantly, a substitute network of extra-hospital services has developed, among which is the Day Hospital (HD) of the HCFMRP-USP of the DRS-XIII, based in Ribeirão Preto, SP. This service, source of the data presented here, is less strict than full-time hospitalization and more protective than outpatient clinics. This process, however, presented as an undesired effect the phenomenon termed revolving door, represented by the significant increase in the rate of readmissions, which in some hospitals responds for over 50% of all admissions. Objectives. To characterize the clinical and socio-demographic profile of the clientele attended at the HD between January 1996 and December 2005; to identify and describe the characteristics of patients who had previous full-time hospitalizations and were readmitted at the HD; to investigate whether there is any association between the time spent at the HD and clinical and socio-demographic variables. Methodology. Data were collected from the patients medical records by means of a protocol elaborated for this purpose. Participants were 689 patients who had 914 admissions at the HD. Variables were analyzed with the software SPSS, version 13.0. Results. Patients were predominantly females (58,4%), aged between 20 and 39 years (53,5%), white (84,2%), not married (59,7%), living with family or friends (57,9%), original from Ribeirão Preto and neighboring cities (90,2%), with elementary education (53,6%), unemployed (90,5%), and with no individual income (51,2%). Most patients were discharged by medical orders (73,3%), were referred to outpatient clinics after discharge (86,2%), had a single admission at the HD (77,8%), and mean hospitalization of 49 days. The most prevalent diagnoses at discharge were: Schizophrenia (32,8%), Depressive Episode (27,0%), Manic Episode/ Affective Disorder (15,1%), Personality Disorder (14,7%), and Others/ Neurotic Episode (10,4%). Patients with previous full-time hospitalizations accounted for 47,0% of admissions. Discussion. The results show that the HD treats young adults whose disease onset occurs at the peak of their productive age, with a predominance of Schizophrenia. The patients are economically and emotionally dependent on the family and on the regional public system of medication dispense and transportation. The severity of their psychiatric conditions together with the social complexity of mental disorders has a negative impact on the patients educational status. The mean hospitalization time is in accordance with the reccomendations of Regulation 224. This permanence enables brief focal therapy for most patients and a positive intervention, keeping patients away from hospitalizations and guiding them toward outpatient follow-up. Conclusion. The HD proved able to treat patients with severe and persistent mental disorders, to be inserted in the assistance network of the DRS-XIII, and to be a service that performs functions of resocialization and reintegration of severely ill patients in the community. The HD treats patients of the DRS-XIII with a previous history of full-time hospitalization, however, it does not repeat the revolving door phenomenon with these patients.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
simonejunqueira.pdf (457.97 Kbytes)
Data de Publicação
2009-09-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.