• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2002.tde-09012003-151152
Documento
Autor
Nome completo
Katia de Souza Amorim
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2002
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Maria Clotilde Theresinha Rosseti (Presidente)
Carvalho, Mara Ignez Campos de
Rocha, Juan Stuardo Yazlle
Smolka, Ana Luiza Bustamante
Valsiner, Jaan
Título em português
Concretização de discursos e práticas histórico-sociais, em situações de frequência de bebês a creche.
Palavras-chave em português
bebês
creche
matriz sócio-histórica
Resumo em português
Esta tese faz parte de um conjunto de investigações que vêm contribuindo com a elaboração da perspectiva teórico-metodológica da Rede de Significações para o estudo e a compreensão dos complexos processos de desenvolvimento humano. Partindo-se dessa perspectiva, investiga-se os processos de desenvolvimento em contexto, isto é, através da relação pessoa - ambiente, destacando-se, neste último, a matriz sócio-histórica. Esta é concebida como composta por elementos políticos, econômicos, culturais, sociais e históricos, e como apresentando uma natureza semiótica. Em função desta natureza, e por se considerar que o signo apresenta uma encarnação material, partimos da hipótese de que a matriz sócio-histórica encontra-se concretizada no aqui-agora das situações. Diante dessas considerações, traçou-se como objetivo desta tese investigar o modo como se dá a materialização da matriz sócio-histórica, a partir da situação de freqüência de bebês à creche e de eventos de doença durante essa freqüência. O material empírico refere-se a sete casos selecionados do projeto Processos de adaptação de bebês à creche, que acompanhou processos ligados à freqüência de 21 bebês, em uma creche universitária. O corpus foi organizado através da articulação de entrevistas (mães, educadoras e técnicas) com cenas de vídeo (três primeiros meses de freqüência dos bebês), construindo-se a história dos sete episódios. A análise feita foi microgenética, procurando-se apreender e identificar a materialidade dos signos da matriz sócio-histórica, em diferentes momentos dos processos. Frente ao amplo conjunto de dados obtidos, restringiu-se a discussão àqueles discursos referentes às características das famílias, à situação de freqüência à creche em si, à construção das relações nesse ambiente e aos episódios de doença. A análise revelou que a concretude da matriz sócio-histórica se dá através de diferentes formas, como ao nível das instituições investigadas (família e creche), através da forma de sua estruturação, das suas metas, das forma como se estabelecem as relações entre as pessoas nesses contextos, da organização sócio-espacial, etc. A materialidade foi, também, identificada através dos papéis sociais atribuídos às pessoas e dos significados histórico-sociais que carregam, no aqui-agora. E, também, através da forma como as pessoas se relacionam uns aos outros, dentro da coordenação de papéis, que encarna formas sociais próprias daquela cultura ou grupo social. Identificou-se, ainda, essa materialização através dos discursos e práticas relacionadas às formas de realizar os cuidados diários da criança e também diante dos eventos de doença. No entanto, verificou-se que diferentes aspectos da matriz sócio-histórica, concretizados na situação, podem ser contraditórios, sendo que, para cada um dos aspectos, existe uma multiplicidade de vozes oriundas de diferentes tempos históricos e processos sociais. Essas vozes podem revelar-se conflitantes pelas concepções, emoções e práticas decorrentes, podendo levar a situações de ambigüidade diante de um mesmo elemento do processo, com confrontos pessoais e sociais. Todos esses discursos são negociados nas situações, podendo ser aceitos, negados ou modificados dentro do grupo social. A articulação desses discursos faz-se, no aqui-agora, através de processos dialógicos, os quais em algumas situações podem conduzir à transformação e à construção de novos discursos.
Título em inglês
Concreteness of socio-historical discourses and practices, during babies' attendance at a day care center.
Palavras-chave em inglês
day care center
infant
socio-historical matrix
Resumo em inglês
This thesis is part of a wide research investigation, which is constructing the Network of Meanings theoretical-methodological perspective, with the aim to understand and investigate human development processes. Such perspective presupposes development as occurring in context, that is, through person – environment relationship. Within this last topic it is included the socio-historical matrix, conceived as composed by political, economical, cultural, social and historical elements, and as having a semiotic nature. Thus, considering the materiality of the sign, it is inferred that the socio-historical matrix has concreteness in the here-and-now situations. Based on this, a goal was defined to the present study: investigate the way by which the socio-historical matrix materialization occurs, through the analysis of the babies' attendance at daycare center. Empirical data is related to seven cases selected from the research project “Babies’ adaptation processes at a daycare center”, which has followed processes of 21 babies, their families and caregivers after the babies’ admission to a university daycare. Corpus was organized through interviews (mothers, caregivers and technicians) and videotape scenes (three first months of the babies’ attendance), constructing a history of each of the seven episodes. Microgenetic analysis was done, searching for the identification and apprehension of the sign materiality of the socio-historical matrix, in different moments of the processes. Due to a very wide set of data obtained, the discussion was restricted to those elements related to the family characteristics, the situation of the daycare attendance per se, the way relationships were established and the way adults has dealt with the babies’ illness episodes. Analysis revealed that concreteness of the socio-historical matrix occurs through very different forms, as at the institutions level (family and day care), through its structure, its main goals, its social and spatial organization, the kind of relationship established within it, etc. Socio-historical matrix materiality was also identified through the concreteness of the social roles with the social-historical meanings they bring to the here-and-now. Besides, through the role coordination, which incarnates roles’ forms proper to that culture or social group. It was also identified that the socio-historical matrix concreteness occurs through discourses and practices by which adults take daily care of the babies and, specifically, in the event of illness episodes. Yet that, for each of those socio-historical matrix aspects, there is a multiplicity of voices derived from different historical times and social processes. These voices can reveal themselves as conflictive, as they entail diverse conceptions, emotions and practices, leading to ambiguity and even personal and social confrontations. All of those are negotiated in the situations, being accepted, rejected or modified by the persons within the relations in the situation. Articulations between such discourses are done in the here-and-now, through dialogical processes, some of which can lead to transformations and construction of new discourses.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Katia_doutorado.pdf (1.82 Mbytes)
Data de Publicação
2003-03-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.