• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2018.tde-25072018-101045
Documento
Autor
Nome completo
Vicky Nogueira Pileggi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Camelo Junior, Jose Simon (Presidente)
Moreira, Maria Elisabeth Lopes
Pacagnella, Rodolfo de Carvalho
Quintana, Silvana Maria
Sartorelli, Daniela Saes
Título em português
Qualidade do cuidado materno e neonatal: análise secundária do projeto Better Outcome in Labour Difficulty (BOLD) da Organização Mundial da Saúde
Palavras-chave em português
Gravidez
Índice de massa corporal
Morbidade
Near miss
Recém-nascido
Resumo em português
INTRODUÇÃO: As Nações Unidas lançaram em 2016 os chamados Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Dentre esses objetivos as metas relacionadas à saúde materna e infantil são para redução da mortalidade. O projeto BOLD foi uma coorte para mulheres no período de cuidado intraparto que visava entender, em duas etapas, como melhorar a qualidade do cuidado dispendido a essas gestantes. O presente projeto foi uma análise secundária com dados desse projeto. OBJETIVOS: Validar o conceito de near miss neonatal sugerido por Pileggi-Castro e colaboradores, explorar possível associação entre desfechos graves maternos e neonatais e verificar possível associação entre o estado nutricional materno no momento do parto e desfechos maternos e neonatais graves bem como o comportamento do estado nutricional desta população. MÉTODOS: Trata-se de um corte transversal de uma coorte prospectiva realizada em 13 hospitais da Nigéria e Uganda com mulheres no momento do parto. A validação do near miss foi realizada utilizando valores de sensibilidade (S), especificidade (E), razão de verossimilhança positiva (RVP) e negativa (RVN) e razão de chances (OR). Foi utilizado o teste de Fisher para análise da associação entre desfechos graves e características maternas selecionadas e um modelo utilizando regressões ordinais e logísticas. RESULTADOS: O presente estudo incluiu 10203 mulheres e validou o conceito de near miss neonatal uma vez que reproduziram achados semelhantes com banco de dados diferente (S=99%, IC 92-100; E= 90%, IC 89-90, RVP= 9,69, IC 9,08-10,34) e RVN 0,02, IC 0,00-0,11; OR 600,6, IC 83,3-4330). Também consolidou a associação entre o desfecho materno e o neonatal graves mostrando uma relação de progressão: quanto mais grave a situação clínica materna durante trabalho de parto maior será a chance de seu recém-nascido ter um desfecho também grave (p<0,05). Além disso, apresentou análises buscando relacionar o estado nutricional da mulher no momento do parto com desfechos graves neonatais e a distribuição do peso materno e neonatal da população estudada. CONCLUSÃO: O conceito de near miss neonatal deve ser utilizado como parâmetro em diversos sistemas de saúde para que as medidas de gravidade neonatal sejam comparáveis entre si. As triagens de mulheres com risco potencial devem ser realizadas como tentativa de mitigar desfechos maternos e neonatais ruins. O estadonutricional das mulheres deve ser levado em consideração ao longo de toda sua gestação, inclusive no momento do parto, visto que ser classificada como obesa previamente ao parto está associado a riscos de o recém-nascido apresentar desfechos graves. Esse estudo estimula pesquisas de implementação para melhoria do cuidado com os dados já existentes bem como estudos epidemiológicos relacionados à classificação do estado nutricional no momento do parto em todos os países visto que essa medida isoladamente pode ser uma importante ferramenta para análise de triagem no momento do parto.
Título em inglês
Quality of maternal and neonatal care: a secondary analysis of the Better Outcome in Labour Difficulty (BOLD) project of the World Health Organization
Palavras-chave em inglês
Body mass index
Morbidity
Near miss
Newborn
Pregnancy
Resumo em inglês
INTRODUCTION: The United Nations launched the Sustainable Development Goals (SDGs) in 2016. Among these goals, there are two specific for maternal and child's health that aims to reduce the mortality. The BOLD project was a cohort for women in the intrapartum period that aimed to understand, in two steps, how to improve the quality of pregnant women's care. The present project was a secondary analysis of this project. OBJECTIVES: To validate the concept of neonatal near miss suggested by Pileggi-Castro and colleagues, to explore the association between maternal and neonatal severe outcomes, to verify the possible association between the maternal nutritional status at delivery and maternal and neonatal outcomes, and to understand the behavior of the nutritional status of this population. METHODS: This was a cross-sectional view of a prospective cohort conducted in 13 hospitals in Nigeria and Uganda. The near miss validation was performed using values of sensitivity (S), specificity (E), positive (RVP) and negative (RVN) likelihood ratio and odds ratio (OR). Fisher's test was used to analyze the association between severe outcomes. We selected maternal characteristics to perform a model of ordinal and logistic regressions. RESULTS: The study included 10,203 women and validated the concept of neonatal near miss using a different database (S=99%, IC 92-100; E= 90%, IC 89-90, RVP= 9.69, IC 9.08-10.34) e RVN 0.02, IC 0.00-0.11; OR 600.6, IC 83.3-4330). We consolidated the association between maternal and neonatal outcomes showing a progression relationship: the more severe the women, the more severe the newborn outcome (p<0.05). We presented the analysis of the nutritional status of women at the time of delivery and we were not able to report an association. We presented the weight distribution of maternal and the newborns of studied population. CONCLUSION: The concept of neonatal near miss should be used as a parameter in different settings, so data can be comparable. Screening for women with potential risk to severe outcome is recommended to mitigate / avoid bad outcomes. Nutritional status is one parameter to be aware of during pregnancy as well as in the time of delivery because this might represent a risk for both mother and baby. This study stimulates implementation research to improve care and epidemiological studies aboutnutritional status in different populations since this measure alone can be a useful tool for screening analysis during delivery.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.