• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-23042018-170959
Documento
Autor
Nome completo
Marcela de Oliveira Pires
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Martinelli Junior, Carlos Eduardo (Presidente)
Ciampo, Luiz Antonio Del
Moraes, Camila de
Palhares, Heloísa Marcelina da Cunha
Título em português
Efeitos do treinamento físico sobre a cinética das concentrações séricas dos componentes do Complexo Ternário do IGF-I e citocinas (TNF-?, IL-6, IL-10) em nadadores adolescentes
Palavras-chave em português
Adolescente
Citocinas
Desempenho físico
IGF-I
IGFBP-3
Natação
Resumo em português
O eixo GH/IGF-I (hormônio do crescimento - fatores de crescimento insulina-símile) é um sistema de mediadores de crescimento, receptores e proteínas de ligação que controlam o crescimento somático e tecidual em muitas espécies e programas de exercícios estão relacionados a esta função anabólica por meio da ação deste eixo. Partindo deste pressuposto, o objetivo do presente estudo foi analisar a cinética das concentrações séricas de IGF-I, IGFBP-3 e ALS, das citocinas IL-6, IL-10 e TNF-? e comparar com o desempenho físico e a composição corporal de nadadores adolescentes nas diferentes fases de uma temporada de treinamento. A amostra foi composta por 9 nadadores adolescentes do sexo masculino com idade entre 16 e 19 anos, que faziam parte de uma equipe de natação universitária da cidade de Ribeirão Preto. Os níveis de IGF-I, IGFBP-3, ALS, IL-6, IL-10 e TNF-? foram determinados na fase básica, específica e final do polimento. A fim de comparar a cinética do sistema IGF-I/IGFBP-3-ALS e das citocinas com o desempenho físico e a composição corporal dos atletas, também foram avaliadas a resistência aeróbia em nado livre, a aptidão anaeróbia em nado atado, a massa corporal, o percentual de gordura e a massa magra nos diferentes momentos da temporada. Para a análise da cinética do sistema IGF-I/IGFBP-3-ALS e das citocinas nas diferentes fases do treinamento e antes e após a sessão de treino padronizada foram utilizados os testes não-paramétricos de Friedman e Wilcoxon, respectivamente, adotando-se um nível de significância de 0,05. A correlação entre duas variáveis foi analisada por meio do coeficiente de correlação de Spearman. Resultados: o IGF-I é sensível aos efeitos agudos e crônicos do treinamento, apresentando um comportamento em duas fases ao longo da temporada - uma fase catabólica (fase específica) e uma fase anabólica (polimento). O IGFBP-3 mostrou-se sensível apenas aos efeitos crônicos do treinamento, não sendo possível identificar um comportamento diferenciado intra-fase (pré x pós). A ALS manteve-se constante, mostrando que não foi afetada pelos efeitos agudos ou crônicos do treinamento. A IL-10 mostrou-se sensível aos efeitos agudos e crônicos do treinamento, aumentando significativamente durante a fase de polimento. A IL-6 não apresentou variação significante em resposta a uma sessão de treinamento (efeito agudo), apesar disso, apresentou uma correlação negativa com o IGF-I na fase específica de treinamento. O TNF-? apresentou concentrações mais estáveis ao longo da temporada. A composição corporal e a condição cardiorrespiratória dos nadadores não foram alteradas ao longo da temporada. O Pico de Força e a Força Média acompanharam a variação do IGF-I e do IGFBP-3, ou seja, diminuíram durante a fase específica e apresentaram uma elevação significativa durante o polimento. Conclusão: o IGF-I e a IGFBP-3 podem ser considerados um dos sensíveis marcadores de estado de treinamento, podendo orientar treinadores e atletas a dosar a intensidade de treinamento, especialmente de jovens que se encontram na puberdade. Foi possível observar algumas faces de interação com as citocinas, onde a soma das ações das citocinas provavelmente explicariam as mudanças nas concentrações séricas de IGF-I e IGFBP-3.
Título em inglês
Effects of physical training on the kinetics of IGF-I Ternary Complex components and cytokines (TNF-?, IL-6, and IL-10) in young swimmers
Palavras-chave em inglês
Adolescents
Cytokines
IGF-I
IGFBP-3
Physical performance
Swimming
Resumo em inglês
The GH/IGF-I axis is a system of growth mediators, receptors, and binding proteins that regulate somatic and tissue growth; and it has been shown that exercise programs are related to the anabolic function of this axis. The aim of this study was to analyse the kinetics of serum IGF-I, IGFBP-3, ALS, IL-6, IL-10 and TNF-? concentration in adolescent swimmers at different stages of a training season, and compare them with physical performance parameters and body composition of the athletes. Nine male athletes, aged 16 to 19 years and who trained regularly throughout the season were included in this study. Serum IGF-I, IGFBP-3, ALS, IL- 6, IL-10, and TNF-? concentrations were recorded before and after (pre x post) standardized training sessions during the different stages of a training season (extensive x intensive x tapering). Aerobic endurance in freestyle, anaerobic fitness in tied swimming (Peak Force and Average Force), body mass, fat percentage, and lean body mass were also analysed at the different stages of training in order to compare the behaviour of the IGF-I/IGFBP/ALS system with the physical performance and body composition of the athletes. Variations in the cytokines and IGF-I/IGFBP-3/ALS system before and after a standardized training session, and at the different stages of training were analysed by the Wilcoxon and Friedman nonparametric tests, respectively. The correlation between the two variables was analysed by the Spearman's correlation coefficient. Significance was considered at P<0.05. Results: IGF-I was sensitive to the acute and chronic effects of training, exhibiting biphasic behaviour throughout the season. The catabolic phase was characterized by a reduction in serum IGF-I levels during the intensive stage while the anabolic phase was marked by an increase in posttraining serum IGF-I levels during the tapering stage. IGFBP-3 was only sensitive to the chronic effects of training, with a reduction in post-training serum levels during the intensive stage and an increase during the tapering stage. No difference was observed in pre- or posttraining IGFBP-3 levels at the different stages. ALS and TNF-? remained estable throughout the training season. IL-10 was sensitive to the acute and chronic effects of training, increasing significantly during the tapering phase. IL-6 showed no variation in response to a training session (acute effect); nevertheless, it had a negative correlation to IGF-I at the intensive phase. The body composition and cardiorespiratory function of the swimmers remained unaltered throughout the season. Peak Force and Average Force followed IGF-I and IGFBP-3 variations, with a decrease during the intensive stage and a significant increase during the tapering stage. The body composition and cardiorespiratory condition of the swimmers did not vary significantly throughout the season, exhibiting behaviour independent of IGF-I or IGFBP-3. Conclusion: Serum IGF-I and IGFPB-3 concentrations have proven to be sensitive markers of training status and, thus, may be used as guides for coaches and athletes in the challenging task of modulating training intensity in young athletes. The cytokine interactions observed suggest that the combined effects of these cytokines may be responsible for the serum IGF-I and IGFBP-3 variations recorded.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.