• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Larissa Ferreira Panazzolo Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Roxo Júnior, Pérsio (Presidente)
Rocha, Eduardo Melani
Silva, Marcos Tadeu Nolasco da
Título em português
Alterações oftalmológicas em pacientes com imunodeficiência comum variável
Palavras-chave em português
Imunodeficiência comum variável
Manifestações oculares
Síndromes do olho seco
Técnicas de diagnóstico oftalmológico
Resumo em português
A imunodeficiência comum variável (ICV) é uma imunodeficiência predominantemente humoral, com prejuízo na produção de imunoglobulinas. A maioria dos pacientes apresenta infecções recorrentes. No entanto, os pacientes com ICV podem apresentar comorbidades não infecciosas, dentre elas, alterações oftalmológicas. Manifestações oftalmológicas são muito pouco conhecidas em pacientes com ICV, porém alguns relatos de casos já foram descritos na literatura. Este trabalho teve como objetivos realizar avaliação oftalmológica completa dos pacientes com ICV dos ambulatórios de Imunologia do Hospital das Clínicas, procurando correlacionar as manifestações oftalmológicas encontradas com processos infecciosos e inflamatórios. Foram avaliados 16 pacientes, com idades entre 10 e 50 anos, dos quais seis apresentaram alterações oftalmológicas (três pacientes com síndrome do olho seco, um paciente com estrabismo, um paciente com pterígio e um paciente com retinopatia hipertensiva e espessamento da parede arteriolar). Entretanto, pterígio e estrabismo foram considerados alterações casuais, não sendo associados à ICV. Dois pacientes com olho seco fizeram avaliação da lágrima, com a finalidade de diagnóstico precoce de possível síndrome de Sjögren, mas a avaliação foi normal. Desta forma, são necessários mais estudos e com maior número de pacientes com finalidade de estabelecer marcadores laboratoriais preditivos para lesões oftalmológicas
Título em inglês
Ophthalmological changes in patients with common variable immunodeficiency
Palavras-chave em inglês
Common variable immunodeficiency
Diagnostic techniques
Dry eye syndromes
Eye manifestations
Ophthalmological
Resumo em inglês
The common variable immunodeficiency (CVID) is a predominantly humoral immunodeficiency, with impairment in the production of immunoglobulins. Most patients have recurrent infections. However, patients with CVID may have noninfectious comorbidities, including ophthalmological changes. Ophthalmologic manifestations are very little known in patients with CVID, but some case reports have already been described in the literature. The aim of this study was to perform a complete ophthalmologic evaluation of patients with CVID who are seeing in the Immunology Ambulatory of the Hospital das Clínicas, seeking to correlate the ophthalmological manifestations found with infectious and inflammatory processes. Sixteen patients were evaluated, between the ages of 10 and 50 years, six of which presented alterations (three patients with dry eye syndrome, one patient with strabismus, one patient with pterygium and one patient with hypertensive retinopathy and arteriolar wall thickening). However, pterygium and strabismus were considered casual alterations and were not associated with CVID. Two patients with dry eye made a tear evaluation, in view of the early diagnosis of Sjögren's Syndrome, but it was normal. Thus, additional studies with a larger patient sample are necessary to establish predictive laboratory markers for ophthalmological injuries
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.