• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2009.tde-16082014-153851
Documento
Autor
Nome completo
Régia Caroline Peixoto Lira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Soares, Edson Garcia (Presidente)
Bettini, Jussára de Sousa Ribeiro
Simões, Renata Toscano
Título em português
Avaliação da expressão da BubR1 em carcinomas orais de células escamosas e lesões orais benignas associadas à infecção pelo Papilomavírus humano (HPV)
Palavras-chave em português
BubR1
Carcinoma oral
HPV
Resumo em português
O carcinoma oral de células escamosas (OSCC Oral Squamous Cell Carcinoma) é o câncer de cabeça e pescoço mais comum. Somente no Brasil, foram estimados 14.160 novos diagnósticos para o ano de 2009. O HPV está associado com o aumento no risco do câncer oral, mas seu papel na carcinogênese ainda é controverso. A BubR1, uma proteína importante para o checkpoint de fuso mitótico (SAC Spindle Assembly Checkpoint), tem sido associada com algumas proteínas codificadas por espécies virais e com o câncer. O objetivo do presente estudo foi avaliar a expressão de BubR1 em lesões orais benignas e amostras de OSCC com e sem metástase associadas com infecção pelo HPV. Nós realizamos imunoistoquímica para BubR1 em 16 biópsias de lesão oral benigna e em 70 biópsias de OSCC divididas em três grupos (tumores in situ, tumores invasivos sem metástase e tumores invasivos com metástase), com os respectivos linfonodos das amostras com metástase. A técnica de Nested PCR foi realizada com finalidade de detectar DNA do HPV. Nas lesões malignas, foi observada uma significante superexpressão de BubR1 associada com menor sobrevida (p = 0.0479). Houve também correlação significante (r = 1.000) de BubR1 entre as lesões com metástase e seus respectivos linfonodos. Noventa por cento dos OSCC e 100% das lesões benignas foram HPV positivos. HPV 16 e HPV 18 foram detectados em, respectivamente, 13% e 24% das amostras com OSCC HPV-positivas. O HPV teve maior prevalência (76%) nas amostras com alta expressão de BubR1 e a ausência de DNA viral não influenciou no padrão de expressão de BubR1. Esses resultados sugerem uma provável associação do HPV com a superexpressão de BubR1 em OSCC, o que não se aplica para lesões orais benignas.
Título em inglês
Evaluation of BubR1 expression in oral squamous cell carcinomas and benign oral lesions associated with human Papilomavirus (HPV) infection
Palavras-chave em inglês
BubR1
HPV
Oral squamous cell carcinoma
Resumo em inglês
Oral squamous cell carcinoma (OSCC) is the most common head and neck cancer. Only in Brazil, the estimate is that 14,160 new diagnoses will be made in 2009. HPV is associated with increasing risk of oral cancer, but its role in carcinogenesis is still controversial. BubR1, an important protein in the mitotic Spindle Assembly Checkpoint (SAC), has been associated with some virus-encoded proteins and cancer. The aim of the present study was to evaluate the expression of BubR1 in non-malignant oral lesions and OSCC with and without metastasis associated with HPV infection. We performed immunohistochemistry for BubR1 in 16 non-malignant oral lesion biopsies and in 70 OSCC biopsies divided into three groups (in situ tumors, invasive tumors without metastasis and invasive tumors with metastasis) with their respective lymph nodes from samples with metastasis. Nested PCR was performed in order to detect HPV DNA. Significantly higher BubR1 expression associated with shorter survival (p = 0.0479) was observed in malignant lesions. There was also a significant correlation (r = 1.000) with BubR1 expression in lesions with metastasis and their lymph nodes. Ninety percent of OSCC and 100% of benign lesions were HPV positive. HPV 16 and HPV 18 were present in 13% and 24% of HPV-positive OSCC samples, respectively. HPV was more prevalent (76%) in samples with high BubR1 expression and the absence of viral DNA had no influence on BubR1 expression. These findings suggest that HPV could be associated with overexpression of BubR1 in OSCC, but not in benign oral lesions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.