• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Maurício Moretto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Guimarães, Marco Aurelio (Presidente)
Iwamura, Edna Sadayo Miazato
Melani, Rodolfo Francisco Haltenhoff
Silva, Ricardo Henrique Alves da
Título em português
Comparação em estudo cego da aplicação de método antropométrico versus tabela de decisão LAF/CEMEL para estimativa de sexo em ossadas com perfil bioantropológico conhecido
Palavras-chave em português
Antropologia Forense; Ossadas; Antropometria; Tomada de Decisões; Identificação Humana; Medicina Legal
Resumo em português
A Antropologia Forense atua em análises dos mais diversos aspectos do ser humano aplicadas no interesse da Justiça. Na prática, atua na análise de restos humanos totalmente ou parcialmente esqueletizados no contexto de uma investigação, visando auxiliar ou até mesmo fornecer a identificação de cadáveres desconhecidos. Um dos poucos centros da especialidade no Brasil, o CEMEL baseia suas análises num protocolo de tomada de decisões, chamado LAF/CEMEL, elaborado desde 2005, que vem dando bons resultados, com níveis de identificação de ossadas na faixa de 38%. O protocolo é baseado em método de tabelas de decisões, analisando aspectos da anatomia óssea que permitam a classificação em sexo, ancestralidade, idade, estatura, dominância (destro/sinistro). No que tange à definição de sexo, baseia-se em informações de detalhes anatômicos principalmente da pelve, crânio e mandíbula. Elaborado em conjunto com pesquisadores da University of Sheffield (UK), no início se baseou em comparações com populações definidas, não miscigenadas: caucasiana, africana ou indígena/oriental. Porém, devido à miscigenação intensa da população brasileira, o protocolo LAF/CEMEL teve que ser adaptado, visando a melhora dos resultados. Da mesma forma, o que se tem atualmente em questão de análises antropométricas são dados da literatura mundial, na maioria das vezes estabelecidos para populações homogêneas com ancestralidade definida. Também nesse caso, há que se levar em conta a miscigenação, e até que ponto o método é eficaz ou, em associação com o protocolo atual, poderia torná-lo mais eficaz. Neste estudo foi proposta a avaliação de eficiência e eficácia do método antropométrico do triângulo do processo mastoide (porion, asterion e mastoidale) para estimativa de sexo, como descrito nos trabalhos de Kemkes e Göbel (2006) e Paiva e Segre (2003. Foram selecionados 74 crânios de ossadas sob a guarda do CEMEL/FMRP-USP. Destes, 28 foram excluídos por impossibilidade de execução do método antropométrico. Os 46 crânios restantes foram analisados, na forma de estudo cego, por três vezes pela antropometria e os resultados comparados entre si, assim como ao método do Protocolo LAF/CEMEL baseado em tomada de decisão. Os resultados demonstraram que, além do alto número de exclusões por impossibilidade de execução e da necessidade de refinamento técnico para evitar erros intraobservador, com imprecisão de até 16,9% e inexatidão de 67,4%, as somatórias das áreas obtidas contrastaram com os valores encontrados por Paiva e Segre (2003) em 60,9% dos casos. Conclui-se que, com o passar do tempo e refinamento técnico, o método antropométrico torna-se mais eficiente no que diz respeito à diminuição de erros do observador. Por outro lado, mostra-se ineficaz em estimar o sexo dos crânios analisados em amostra heterogênea (de população miscigenada), indicando o método de tomada de decisão como mais adequado.
Título em inglês
Comparison blind study of the application of anthropometry versus LAF/CEMEL decision table for sex estimative in bones with known bioanthropological profile
Palavras-chave em inglês
Forensic Anthropology; Bones; Anthropometry; Decision-making; Human Identification; Forensic Medicine
Resumo em inglês
Forensic Anthropology deals with the analysis of various aspects of the human being applied to the interests of justice. In practice, it works with skeletonized or partially skeletonized human remains in the context of an investigation, aiming to help or even provide the identification of unknown corpses. One of the few centers of expertise in Brazil, CEMEL bases its analysis on a decision-making protocol, named LAF/CEMEL, developed since 2005, which has given good results, reaching identification levels in the 38% range. The protocol is based on method of decision tables, analyzing aspects of bone anatomy to allow classification of sex, ancestry, age, height, dominance (right-handed/sinister). Regarding the estimation of sex, it is based on anatomical information especially of the pelvis, skull and jaw. Prepared in cooperation with researchers from the University of Sheffield (UK), it was based on comparisons with defined populations: Caucasian, African or Indigenous/Eastern. However, due to the intense miscegenation of the Brazilian population, the LAF/CEMEL protocol had to be adapted, aiming at the improvement of the results. However, the questions are if anthropometric analysis as presented in the literature, originated from and applied for homogeneous populations of defined ancestry could be used for Brazilian cases, considering its admixed ancestry and to what extent the method is effective or, in association with the current protocol, could make it more effective. This study was proposed to evaluate the efficiency and effectiveness of an anthropometric method of sex estimation from the mastoid process triangle (porion, asterion and mastoidale), as described by Kemkes and Göbel (2006) and Paiva and Segre (2003). Of 74 skulls selected from the CEMEL/FMRP-USP collection, 28 were excluded due to the impossibility of execution of the method. The remaining 46 skulls were measured three times and the results compared with each other, as well as with the assignments based on the classifications used in the LAF/CEMEL protocol. In addition to the number of exclusions due to impossibility of execution of the method and the need for technical refinements to avoid intra-observer errors, the imprecision reached until 16,9% and inaccuracy 67,4%. The obtained results disagreed with those obtained by Paiva and Segre (2003) in 60.9% of cases. Reduction of observer errors over time and with technical refinement led to the anthropometric method increasing in efficiency. It was not as effective in estimating the sex of the skulls in the heterogeneous admixed sample compared to the anthroposcopic methods of LAF/CEMEL, indicating that these are more useful on samples of this kind.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.