• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Arthur Alves Borges de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Soares, Edson Garcia (Presidente)
Brunaldi, Mariângela Ottoboni
Costa Junior, Moacyr Lobo da
Guimarães, Marco Aurelio
Título em português
Estudo sobre os registros do serviço de verificação de óbitos no sistema de informação de mortalidade para o estado do Tocantins, 2010-2012
Palavras-chave em português
Estatísticas vitais; Causas de Morte; Serviços de Informação; Serviço de Verificação de Óbitos; Responsabilidade pela Informação
Resumo em português
O Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) foi criado para elucidar causas de óbitos naturais mal definidas por meio de exames necroscópicos e registrar informações mais completas sobre as causas de morte no Sistema de Informação de Mortalidade (SIM). Desde a criação da rede nacional de SVO, poucos estudos avaliaram a qualidade dos registros de óbitos dos SVO no SIM. Foram estudados 19780 registros de óbitos não fetais de residentes no Estado do Tocantins entre os anos de 2012, 2011 e 2012, obtidos por download do site do DATASUS do Ministério da Saúde. Além de estabelecer o perfil social demográfico dos óbitos, foram estudadas a completude das informações, as cinco principais causas de morte e as causas básicas registradas pelo SVO e demais atestantes dentro do SIM. Óbitos do sexo masculino, cor parda, casados, sem escolaridade, hospitalares de aposentados e maiores de 75 anos predominaram. A incompletude de dados registrados no SIM para o Estado do Tocantins foi superior a 10% e não houve diferença estatística significativa entre a completude de dados registrados pelo SVO e pelos demais atestantes. As doenças do aparelho circulatório foram as principais causas de morte registradas pelos atestantes, exceto pelo IML, onde as causas externas predominaram. 15% dos registros de causas básicas externas não pertenciam ao IML e o SVO apresentou uma grande proporção de registros de causas básicas mal definidas. A qualificação das informações sobre mortalidade, imprescindível à elaboração de políticas públicas sanitárias, persiste desafiadora no Estado do Tocantins. A criação de uma cultura da informação epidemiológica passa pela inserção curricular, educação e sensibilização médica continuada.
Título em inglês
Study on the records of deaths verification service in the mortality information system for the state of Tocantins, 2010-2012
Palavras-chave em inglês
Vital statistics; Causes of Death; Information Services; Coroner's Service; Responsibility for Information
Resumo em inglês
The Death Verification Service (SVO) was created to elucidate causes of natural deaths poorly defined by postmortem examinations and record more complete information on the causes of death in the Mortality Information System (SIM). Since the establishment of the national network of SVO, few studies have evaluated the quality of death records of SVO SIM. We studied 19780 no fetal death records of residents in the State of Tocantins between the years 2012, 2011 and 2012, downloaded the DATASUS website of the Ministry of Health. In addition to establishing the demographic social profile of the deaths were studied completeness information, the five leading causes of death and root causes recorded by the SVO and other informers within the SIM. Deaths male, mulatto, married, uneducated, retired hospital and over 75 years predominated. The incompleteness of data in SIM for the State of Tocantins was higher than 10% and there was no statistically significant difference between the completeness of data recorded by the SVO and the other informers. The circulatory diseases were the main causes of death recorded by informers except for IML, where external causes predominated. 15% of the records of external root causes did not belong to the IML and the SVO had a large proportion of ill-defined basic causes records. The qualification of information on mortality, essential to the development of health policies, remains defiant in the State of Tocantins. Creating a culture of epidemiological information passes through curriculum integration, education and continuing medical awareness.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.