• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2016.tde-29052015-101117
Documento
Autor
Nome completo
Camila de Almeida
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Riberto, Marcelo (Presidente)
Chaves, Thais Cristina
Lourenço, Charles Marques
Título em português
Aplicabilidade, validação e reprodutibilidade do Spinal Cord Independence Measure version III (SCIM III) nos pacientes com paraparesia espástica
Palavras-chave em português
Paraparesia espástica
Reprodutibilidade dos testes
Validade dos testes
Resumo em português
Objetivo: verificar a aplicabilidade, reprodutibilidade e validade do SCIM III nos pacientes com paraparesia espástica. Método: estudo transversal incluindo 30 sujeitos (66% mulheres; 41,5±14,7 anos) com paraparesia espástica de etiologia genética, infecciosa ou a esclarecer que foram avaliados pela análise computadorizada da marcha, versão brasileira da SCIM III (0-100 pontos), MIF (18-126 pontos), por 2 examinadores (A e B) no mesmo dia e 1 semana depois (A). Resultados: o coeficiente de correlação intraclasse (CCI) para o uso da SCIM III indicou boa reprodutibilidade intra e inter-examinadores (CCI=0,9). A correlação de Spearman entre a SCIM III e a parte motora da MIF foi considerada adequada e estatisticamente significante (Spearman=0,6; p=0,001). A correlação entre as subescalas da SCIM III e os domínios da MIF foi considerada forte e significante para auto-cuidado (Spearman=0,8; p0,001) e moderada para transferências (Spearman=0,6; p=0,0005) e locomoção (Spearman=0,6; p=0,0006). A subescala mobilidade da SCIM III mostrou correlação positiva e significante para cadência (Spearman=0,8; p0,001), velocidade da marcha (Spearman=0,7; p0,001) e comprimento do passo (Spearman=0,6; p0,001). Conclusões: A SCIM III é um instrumento de avaliação funcional reprodutível intra e inter examinadores e capaz de avaliar o nível de independência dos indivíduos com paraparesia espástica. O SCIM III é mais sensível que a MIF, especialmente para pacientes com maior independência. Cadência, velocidade de marcha e comprimento do passo se correlacionaram com a subescala mobilidade
Título em inglês
Applicability, validation and reproducibility of the Spinal Cord Independence Measure version III (SCIM III) in patients with spastic paraplegia
Palavras-chave em inglês
Reproducibility of tests
Spastic paraparesis
Validity of tests
Resumo em inglês
Purpose: to verify the applicability, reproducibility, and validity of the SCIM III patients with non-traumatic spastic paraplegia. Method: The cross-sectional study included 30 subjects (66% females; 41.5 ± 14.7 y) older with spastic paraparesis of any etiology were assessment by computerized gait analysis and with the Brazilian versions of SCIM III (0-100 points), FIM (18-126 points) by 2raters (A and B) at the same day and 1 week later (A). Results: The intraclass correlation coefficient (ICC) for the use of SCIM III indicated good intra and inter-evaluator reproducibility (ICC = 0.9). Correlation between the SCIM III and the motor FIM was appropriate (Spearman=0.6; p0.001). SCIM III subscales and the FIM domains correlated strongly for self-care (Spearman=0.8; p0.001), moderately for transfers (Spearman=0.6; p=0.0005) and locomotion (Spearman=0.6; p=0.0006). SCIM III mobility subscale positively correlated with the cadence (Spearman=0.8; p0.01), gait speed (Spearman=0.7; p0.01), and step length (Spearman=0.6;p0.01). Conclusions: SCIM III is a reproducible functional assessment instrument and capable of evaluating the level of independence of the individual with spastic paraplegia. The SCIM III is more sensitive than the FIM for non-traumatic spastic paraplegic patients with higher levels of independence. Linear gait parameters correlated with its mobility subscale.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-01-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.