• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Carvalho Portes Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Lauretti, Gabriela Rocha (Presidente)
Maranho, Daniel Augusto Carvalho
Oliveira, Renê Donizeti Ribeiro de
Oliveira, Valdeci Manoel de
Título em português
Disfunção da articulação sacroilíaca (DASI) e dor lombar. Avaliação em amostra de população brasileira
Palavras-chave em português
Articulação sacroilíaca
DIANA
Dor lombar
Radiofrequência
Resumo em português
Foram examinados 192 pacientes consecutivamente com o objetivo de alcançar 50 pacientes com diagnóstico de DASI (26% incidência). Dos 50 pacientes submetidos ao bloqueio intra-articular sacroilíaco com dexametasona e lidocaína; 41 pacientes (82%) relataram melhora da dor e da qualidade de vida; e um menor consumo de analgésicos de resgate nos 6 meses subsequentes. O bloqueio trouxe uma melhora da dor imediata de forma segmentar nas regiões dos dermátomos, havendo uma queda do nível médio de dor de 8 para 3 (p<0.001). O consumo de analgésicos de resgate também foi significativamente reduzido (p<0.01). Entretanto, 9 pacientes (18%) não relataram melhora duradoura no terceiro mês de avaliação e foram submetidos a ablação por radiofrequência de resfriamento dos ramos sacrais e do ramo mediano de L4-L5. Ao avaliar os 9 pacientes submetidos a radiofrequência um não obteve sucesso e foi diagnosticado com cisto sacral. Outro não ficou satisfeito com nenhum dos procedimentos. Este paciente tinha um histórico de síndrome póslaminectomia, e na ocasião estava em uso de 40mg de metadona e 1200mg de gabapentina diariamente. Os outros 7 pacientes obtiveram sucesso (78%).
Título em inglês
Sacroiliac joint disfunction (SIJD) and lumbar pain. Evaluation in a Brazilian population
Palavras-chave em inglês
DIANA
Lumbar pain
Radiofrequency
Sacroiliac joint
Resumo em inglês
192 patients were consecutively examined in order to reach 50 patients with SIJD diagnosis (26% incidence). From the 50 patients submitted to intra-articular dexamethasone plus lidocaine SIJ block; 41 patients (82%) refereed pain and quality of life improvement; and lesser rescue analgesics consumption during 6 consecutive months. The block induced a prompt onset of pain relief in a strictly segmental manner nearby the dermatomes, and there was a drop in mean pain score from 8 to 3 cm (p <0.001). Rescue analgesics consumption was also significantly reduced (p<0.01). However, 9 patients (18%) did not refer long lasting improvement in the third month of evaluation and underwent cooled radiofrequency ablation of sacral and radiofrequency ablation of L4-L5 median branch. When one evaluate the 9 patients who underwent radiofrequency, one was not successful and had diagnosis of cystic sacral formation. Other was not happy at all with any of the procedures. This patient had past history of post-laminectomy syndrome, and was at the time using 40 mg methadone and 1200 mg gabapentin daily. The other 7 patients were successful (78%).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.