• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-28052018-172302
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Tadeu de Campos Prado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2005
Orientador
Banca examinadora
Santos, Antonio Carlos dos (Presidente)
Carneiro, Antonio Adilton Oliveira
Funayama, Carolina Araujo Rodrigues
Título em português
Estudo por imagens da encefalopatia pelo HIV: uma abordagem multimodal utilizando técnicas quantitativas por ressonância magnética
Palavras-chave em português
Não informado
Resumo em português
Introdução: A avaliação multimodal da encefalopatia causada pelo HIV utilizando técnicas quantitativas por RM pode fornecer informações não detectáveis à RM convencional. Objetivos: O objetivo deste estudo foi comparar os achados de imagem convencional e de técnicas quantitativas, como espectroscopia, MT e relaxometria e determinar se as técnicas quantitativas por RM são mais sensíveis que a RM convencional para alterações encefálicas causadas pelo HIV. Materiais e Métodos: Foram estudadas prospectivamente 9 crianças HIV positivas (idade média de 6 anos, variando de 5 a 8 anos de idade) e 9 controles (idade média de 7,3 anos, variando de 3 a 10 anos de idade), utilizando-se a MRS, Relaxometria e MT. Os exames foram realizados em um equipamento de 1,5 T. Resultados: Pacientes HIV positivos apresentaram somente achados pouco significantes e todos os controles tinham exames de RM convencional normais. Os achados da MRS demonstraram aumento na razão CHO/CRE bilateralmente, tanto na substância branca como na cinzenta frontal, na substância branca parietal esquerda e na razão total de CHO/CRE. Por outro lado, não foi observada qualquer diferença significativa na razão NAA/CRE entre os dois grupos. A relaxometria demonstrou anormalidades bilateralmente em diversas regiões. Devido a dificuldades técnicas, não foi possível obter resultados com a MT. Conclusão: A RM convencional não é sensível para as alterações encefálicas precoces causadas pela infecção pelo HIV. Técnicas quantitativas, como a Espectroscopia e a Relaxometria por RM se apresentam neste contexto como ferramentas importantes no diagnóstico destas alterações iniciais. Assim, estudos quantitativos podem ser úteis na demonstração e compreensão da fisiopatologia da doença.
Título em inglês
Não informado
Palavras-chave em inglês
Não informado
Resumo em inglês
Não informado
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
A.pdf (3.51 Mbytes)
Data de Publicação
2018-07-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.