• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2004.tde-24102006-154416
Documento
Autor
Nome completo
Emilia Emiko Hayashi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2004
Orientador
Banca examinadora
Passos, Afonso Dinis Costa (Presidente)
Cintra, Otávio Augusto Leite
Fabbro, Amaury Lelis Dal
Título em português
Estudo da Leishmaniose tegumentar americana no Estado do Mato Grosso, no período de 1994 a 1999
Palavras-chave em português
epidemiologia
Leishmaniose
Mato Grosso
tegumentar
Resumo em português
A leshmaniose tegumentar americana (LTA) é uma doença de ampla distribuição no continente, constituindo importante problema de saúde pública na América Latina. No Brasil, são notificados cerca de 35 mil casos novos a cada ano, com maior distribuição nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. A doença têm uma forte associação com desmatamentos e o estabelecimento de contingentes populacionais em áreas recentemente desbravadas. A região Centro-Oeste do País, notadamente o estado do Mato Grosso, sofreu nas últimas décadas um intenso processo de ocupação desordenada do seu território, passando a mostrar um número progressivamente elevado de casos de LTA. Este trabalho objetivou descrever a evolução da moléstia no Mato Grosso durante o período 1994 a 1999, utilizando dados secundários produzidos na rotina das atividades da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) relativos às 4 áreas distritais em que o Estado era dividido: Distritos 1 (Cáceres), 2 (Nortelândia), 3 (Rondonópolis) e 4 (Sinop). Excluindo-se o ano de 1998, em que problemas operacionais relacionados à distribuição de medicamentos reduziram a notificação de casos, os coeficientes de incidência (10 mil) variaram de 16,5 (em 1997) a 20,6 (em 1999). A LTA mostrou-se crescente no Estado, com todos os municípios apresentando casos em 1999. Em todos os distritos e ao longo de todo o período do estudo, as maiores incidências foram observadas em homens acima de 20 anos de idade. Verificou-se uma distribuição diferenciada da LTA segundo as áreas distritais, com Cáceres mostrando os valores mais reduzidos (5,0 a 5,6 por 10 mil), Rondonópolis com valores intermediários (12,7 a 14,5 por 10 mil) e Nortelândia e Sinop com valores elevados (32,6 a 44,5 e 29,2 a 55,2 por 10 mil, respectivamente). Os baixos valores em Cáceres devem-se, provavelmente, ao fato de corresponder a uma população mais estabilizada. Em contrapartida, os distritos de Nortelândia e, especialmente, Sinop, compreendem áreas que sofreram intenso processo de colonização em anos recentes, com desmatamento para expansão da fronteira agrícola, construção de rodovias e grande afluxo populacional, fatores que explicam os elevados coeficientes de incidência. Os resultados do trabalho mostram que a LTA é uma endemia de grande relevância no Mato Grosso, com transmissão ocorrendo em todo o seu território e de maneira ascendente nos últimos anos da série estudada. A evolução progressiva da doença se fez de modo mais intenso na área do Distrito 4 (Sinop), onde, em 1999, 12 municípios apresentavam coeficientes de incidência acima de 100 casos por 10 mil habitantes.
Título em inglês
American Tegumentary Leishmaniasis in the state of Mato Grosso 1994 to 1999
Palavras-chave em inglês
epidemiology
Leishmaniasis
Mato Grosso
tegumentary
Resumo em inglês
American tegumentary leishmaniasis (ATL) is widely distributed in the continent, being a relevant public health problem in Latin America. In Brazil, it is more present in the Center-West, North and Northeast regions, with about 35 thousand reported cases every year. The disease is strongly associated with the entrance of large amount of people into recently deforested areas. The Center-West region of Brazil, mainly the State of Mato Grosso, experienced a very disorganized process of colonization in the recent decades, showing a marked increase in the number of cases of ATL. This investigation was designed to describe the evolution of the disease in Mato Grosso from 1994 to 1999, using secondary data provided by the routine activities of National Health Foundation (Funasa), corresponding to the 4 districts in which the State was divided: 1 (Cáceres), 2 (Nortelândia), 3 (Rondonópolis) and 4 (Sinop). Excluding the year 1998, in which operational problems related to the distribution of medicines to treat ATL caused reduction in reporting cases of the disease, the incidences rates (per 10000) varied from 16.5 (in 1997) to 20.6 (in 1999). ATL showed increasing rates along the period, with every municipality reporting cases in 1999. Males above 20 years of age showed the highest rates in all districts and during the whole period under study. The disease had a different distribution according to the district: Cáceres had the lowest rates (5.0 to 5.6 per 10000); Rondonópolis, intermediate rates (12.7 to 14.5 per 10000); Nortelândia and Sinop, high rates (32.6 to 44.5 and 29.2 to 55.2, respectively). The low incidence in Cáceres is probably due to the fact that this area has a more stable population. On the other hand, the district of Nortelândia, and, especially Sinop, encompasses areas which experienced an aggressive colonization process in recent years, with intense deforestation intended to expand the agriculture frontier, construction of highways and enormous population movement into the area, which explains the rise of the rates along the period. The results of this investigation show that ATL has a great sanitary relevance in Mato Grosso, with transmission occurring in its whole territory and showing an increasing trend along the last years of the studied period. The progression of the disease is more evident in the area of District 4 (Sinop), where 12 municipalities showed incidence rates above 100 cases per 10000 inhabitants in 1999.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MsHayashiEE1.pdf (69.07 Kbytes)
MsHayashiEE2.pdf (1.01 Mbytes)
MsHayashiEEanexo1.pdf (324.75 Kbytes)
MsHayashiEEanexo2.pdf (620.38 Kbytes)
MsHayashiEEanexo3.pdf (35.34 Kbytes)
Data de Publicação
2006-10-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.