• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2006.tde-15022007-140809
Documento
Autor
Nome completo
Maria Angelica de Figueiredo Campos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Forster, Aldaísa Cassanho (Presidente)
Ribeiro, Lindioneza Adriano
Troncon, Luiz Ernesto de Almeida
Título em português
Percepção e avaliação dos alunos do curso de medicina de uma escola médica pública sobre a importância do estágio em saúde da família na sua formação
Palavras-chave em português
aluno de medicina
atenção primária à saúde
educação médica
ensino médico
saúde da família
saúde na comunidade
Resumo em português
Introdução: Na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP), o ensino no internato da Atenção Primária à Saúde (APS) com enfoque em medicina de família iniciou-se em 1997. São promovidas a integração do aluno com a equipe de Programa de Saúde da Família (PSF) e a participação na rotina da equipe por meio dos grupos de educação em saúde, reuniões de equipe, visitas domiciliares, discussões de casos individuais e de família. O cuidado médico é realizado na consulta individual e no seguimento das famílias, sendo enfatizadas a prevenção e a promoção da saúde e a avaliação do paciente buscando a assistência integral. São poucos os estudos sobre a percepção dos alunos sobre a vivência nos estágios em saúde da família. Objetivos: Avaliar a percepção dos alunos do 5° ano de medicina do Curso de Medicina da FMRP-USP quanto à contribuição do estágio em Saúde da Família na formação em atenção primária. Metodologia: Os sujeitos do estudo foram alunos do 5º ano do Curso de Medicina da FMRP no ano de 2005, cuja idade médica foi 23 anos e dos quais 58,3% eram do sexo masculino. A esses alunos foi aplicado questionário estruturado antes e após o estágio. O questionário incluiu itens sobre dados pessoais, importância, contribuição e influência do estágio na formação médica e outros aspectos, como integração com a equipe, mudanças na relação médico-paciente, adequação do estágio no 5º ano e duração. Resultados: Dos 103 respondentes, 75,5% avaliaram o estágio em saúde da família como bastante ou muito importante e 87% consideraram adequada sua inserção no 5º ano. Em relação à duração, 49,5% e 82,5% consideraram suficiente no primeiro e segundo questionário respectivamente. 91,3% referiram boa integração com a equipe. Quanto ao atendimento, 68% perceberam mudanças em sua forma de atender o paciente durante o estágio. Os princípios da estratégia de saúde da família mais percebidos pelos alunos foram acessibilidade e longitudinalidade. Conclusão: Na avaliação dos graduandos, o estágio contribui positivamente para a sua formação, principalmente nos aspectos de integração com a equipe de saúde, humanização e visão dos principais princípios da saúde da família, como trabalho em equipe, longitudinalidade, acessibilidade e atuação na prevenção. Após o estágio o aluno passou a dar mais importância aos aspectos sociais e econômicos do paciente e avaliá-lo com um ser bio-psico-social.
Título em inglês
Perception and evaluation of medical students of a public medical school regarding the importance of training in family health in their education
Palavras-chave em inglês
family health
health community
medical education
medical students
medical teaching
primary care
Resumo em inglês
Introduction: At Medical School of Ribeirão Preto of São Paulo Universilty (FMRP-USP), Primary Care (PC) started to be taught in 1997 with emphasis on family medicine. The integration between students and the Family Medicine team is promoted and the students are encouraged to participate in the routine of the team by attending group meetings, team meetings, home visits, and individual and family cases discussion. Medical care is provided during an individual visit and by following up the families, with emphasis on prevention and health promotion and on patient evaluation in an effort to provide complete assistance. There are a few studies about this efford. Objectives: To evaluate the perception of 5th year medical students of FMRP-USP regarding the contribution of the training in Family Health to PC education. Methodology: The study subjects were 5th year medical students of FMRP in the year 2005, to whom a structured questionnaire was applied before and after the training period. Mean age was 23 years and 58,3% were men. The questionnaire contained questions about the following topics: personal data, importance, contribution and influence of the period of training regarding medical education, aspects such as integration with the team, changes in the doctor-patient relationship, and adequacy and duration of the training in the 5th year. Results: Of 103 students, 75.5% evaluated the training in family health as considerably or very important and 87% considered its insertion in the 5th year to be adequate. Regarding duration, 49.5% and 82.5% considered it to be sufficient in the first and second questionnaire, respectively. 91.3% reported good integration with the team. Regarding care, 68% perceived changes in their way to care for the patient during the training period. The principles of the family health strategy most perceived by the students were accessibility and longitudinality. Conclusion: The training contributed positively to the education of the students, especially regarding integration with the health team, humanization and vision of the main principles of family health such as team work, longitudinality, accessibility and prevention. After the training the students started to attribute more importance to the social and economic aspects of the patients and to evaluate the latter as bio-psycho-social beings.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MsCamposMAF1.pdf (39.40 Kbytes)
MsCamposMAF2.pdf (177.22 Kbytes)
Data de Publicação
2007-03-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.