• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2019.tde-10102018-151925
Documento
Autor
Nome completo
José Rodrigues Freire Filho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Forster, Aldaísa Cassanho (Presidente)
Carretta, Regina Yoneko Dakuzaku
Parreira, Clélia Maria de Sousa Ferreira
Santos, Luciane Loures dos
Título em português
Educação e práticas interprofissionais no Programa Mais Médicos: implicações na formação e no trabalho em saúde do contexto brasileiro
Palavras-chave em português
Educação interprofissional
Estratégia Saúde da Família
Trabalho em equipe
Resumo em português
A Estratégia Saúde da Família (ESF), desde a sua criação, enfrenta dificuldades de expansão relacionada à escassez e à distribuição desigual do médico, que, por consequência, traz graves comprometimentos quanto ao seu grau de resolubilidade. Como forma de enfrentar essa situação, em 2013 foi criado o Programa Mais Médicos (PMM), que se caracteriza como política de provimento e de educação na saúde, no qual a Educação Interprofissional (EIP) aparece como uma importante abordagem para a mobilização de mudanças das práticas profissionais e do modelo assistencial. Esta pesquisa pretendeu explorar a tese de que o PMM apresenta potencial desencadeador de mudanças no modelo de educação das profissões da saúde no Brasil para a adoção de estratégias educacionais ancoradas nos pressupostos da EIP. Para tanto, realizou-se um estudo exploratório, desenvolvido por meio de análise documental e pesquisa de campo. A pesquisa documental teve por objetos de estudo as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) dos cursos de graduação em medicina de 2001 e de 2014 e de nove projetos políticos pedagógicos (PPP) dos cursos de Especialização em Saúde da Família ofertados no âmbito do PMM. A pesquisa de campo foi operacionalizada no estado de Minas Gerais, por entrevistas em profundidade, grupos focais e aplicação da Escala Jefferson de Atitudes Relacionadas à Colaboração Interprofissional (EJARCI), com médicos integrantes do eixo do provimento emergencial do PMM, tutores, supervisores e profissionais das equipes de Atenção Básica as quais os médicos do PMM estão vinculados. Os resultados demonstram que a explicitação da EIP nas novas DCN é um avanço para a sua incorporação no cenário brasileiro. Quanto aos PPP, embora não se evidenciem neles propostas pedagógicas sistematizadas com base nos fundamentos teóricoconceituais e metodológicos da EIP, eles se mostraram potentes para a adoção dessa abordagem. A aplicação da EJARCI demonstrou que não há diferenças estatísticas quanto à atitude profissional em relação à colaboração interprofissional em decorrência do perfil do médico/equipe - brasileiro, intercambista ou cubano, mas maiores pontuações foram obtidas pelos enfermeiros e médicos estrangeiros. As entrevistas e grupos focais revelaram que elementos centrais da EIP se enunciam nos ciclos formativos do PMM, como a promoção do conhecimento sobre o papel de cada profissão, a interdependência, o compartilhamento de experiências no cotidiano do trabalho, a resolução de conflitos e a centralidade do cuidado no usuário. Apreendeuse que há o reconhecimento de que a política de provimento médico possibilitou a reversão de cenários de saúde, nos quais as equipes de ESF, incompletas pela ausência desse profissional, estavam consideravelmente limitadas para promover atenção integral às populações por meio da colaboração profissional. É possível afirmar que o PMM se qualifica como uma oportunidade pujante para o desenvolvimento de competências colaborativas e para a adoção de práticas pedagógicas alicerçadas na EIP, especialmente porque sua proposta se assenta na lógica da educação permanente e integração ensino-serviço, pilares estruturantes do SUS.
Título em inglês
Education and interprofessional practices in the 'More Doctors' (Mais Médicos) Program: implications for training and health work in the Brazilian context
Palavras-chave em inglês
Family Health Strategy
Interprofessional education
Teamwork
Resumo em inglês
Since its inception, The Family Health Strategy (Estratégia Saúde da Família - ESF) has faced difficulties of expansion related to scarcity and unequal distribution of physicians, which consequently brings serious compromises to its degree of solvability. As a way of coping with this situation, the 'More Doctors' Program (Programa Mais Médicos - PMM) was created in 2013, which is characterized as a policy of health provision and education and in which Interprofessional Education (IPE) appears as an important approach for mobilizing changes in professional practices and the care model. This research aimed to explore the thesis that the PMM presents a potential trigger for changes in the education model of health professions in Brazil, based on an adoption of educational strategies anchored in the assumptions of IPE. Regarding this, an exploratory study was carried out through documentary analysis and field research. The documentary research had the National Curricular Guidelines (DCN) of the undergraduate medical courses of 2001 and 2014 as its object of study, and nine political pedagogical projects (PPP) of Specialization courses in Family Health offered in the domain of the PMM. Field research was carried out in the state of Minas Gerais by in-depth interviews, focus groups and application of the Jefferson Scale of Attitudes Related to Interprofessional Collaboration (JeffSATIC), with physicians who are members of the PMM emergency provision, tutors, supervisors and professionals of the Primary Care teams that PMM physicians are linked to. The results demonstrate that the IPE explicit in the new DCN is an advance for its incorporation into the Brazilian scenario. Although systematized pedagogical proposals based on the theoreticalconceptual and methodological foundations of IPE are not evident in the PPPs, they have proven to be potent in adopting this approach. Application of the JeffSATIC showed that there are no statistical differences regarding the professional attitude towards interprofessional collaboration due to the profile of the doctor/team (Brazilian, foreign exchange or Cuban), but higher scores were obtained by foreign nurses and doctors. The interviews and focus groups revealed that central elements of IPE are set out in the PMM formative cycles, such as promoting knowledge about the role of each profession, interdependence, sharing experiences in daily work, conflict resolution and centrality of care for the user. It was noted that there is recognition that the health care policy enabled the reversal of health scenarios, in which FHS teams (incomplete due to the absence of this professional) were considerably limited to promote comprehensive care to the population through professional collaboration. It is possible to affirm that the PMM qualifies as a thriving opportunity for developing collaborative skills and for adopting pedagogical practices based on IPE, especially since its proposal is based on the logic of permanent education and teaching-service integration, which are structuring pillars of the Brazilian Public Healthcare System (SUS).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.