• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2006.tde-06092006-152827
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Favero Bulgarelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Manco, Amabile Rodrigues Xavier (Presidente)
Mestriner Junior, Wilson
Watanabe, Marlivia Goncalves de Carvalho
Título em português
"Saúde bucal em idosos: queixas relatadas, Ribeirão Preto (SP)"
Palavras-chave em português
morbidade referida
odontologia geriátrica
queixas bucais
saúde bucal
saúde do idoso
Resumo em português
O trabalho estudou queixas, cuidados, importância e satisfação com a saúde bucal em uma população de idosos cadastrados no Núcleo de Saúde da Família III na cidade de Ribeirão Preto. Os idosos foram selecionados para participarem na pesquisa levando-se em conta a capacidade cognitiva (Mini Mental Examination), as atividades normais da vida cotidiana, bem como o consentimento em participar por livre vontade. Os participantes responderam um questionário, em suas residências, sobre saúde bucal elaborado especificamente para o presente estudo, em data previamente agendada pelo pesquisador. O questionário continha questões relacionadas à situação sócio-demográfica, cuidados com saúde bucal, situação protética, auto-avaliação sobre saúde bucal, bem como queixas referentes a este fato. Procurou-se desta forma, identificar o perfil da população estudada segundo levantamento das queixas mais prevalentes, situação em relação aos cuidados com dentes e/ou próteses, bem como a satisfação e o valor dado à saúde bucal. Os dados receberam tratamento estatístico para observação de associações de variáveis através de Teste exato de Fisher e Qui-quadrado, aceitando-se a associação quando o valor de p era menor ou igual a 0,05. A população adscrita, no referido núcleo no período de realização do presente estudo, era de 503 idosos dos quais foram entrevistados 261, e deste número, 90 idosos (34,5%) eram do sexo masculino e 171 (65,5%) do sexo feminino. A população possuía baixa escolaridade (60,2% com até 4 anos de estudo) e maior número de representantes com idade entre 60 a 69 anos (46,7%). A maioria dos idosos morava com familiares e os homens eram os responsáveis financeiros. Parte significativa dos entrevistados relatou ser desdentada total (48,7%) e este fato esteve associado à idade, escolaridade e convívio na mesma residência. Os indivíduos desdentados totais referiram sua saúde bucal como importante (45,2%) e boa (77,7%) sendo que, entre indivíduos satisfeitos com sua saúde bucal 53,6% eram desdentados totais, e tais variáveis estiveram associadas. Em relação aos cuidados, idosos mais jovens relataram maior número de escovações diárias dos dentes e/ou próteses. Quanto às queixas observou-se maior ocorrência de lesões/feridas na cavidade bucal, queixas referentes à articulação temporomandibular (ATM), mau hálito, boca seca e dificuldade para mastigar. Dentre estas queixas o mau hálito (p=0,015) e a dificuldade para mastigar (p=0,000) mostraram-se estatisticamente associadas à quantidade de dentes. A queixa referente à dificuldade para mastigar estava associada à mobilidade de próteses inferiores (p=0,001). Desta forma concluiu-se que os cuidados com a saúde bucal diminuíram com o avançar da idade, os idosos relataram sentir-se satisfeitos com suas condições de saúde bucal, classificando a mesma como importante, e ser desdentado total não significou necessariamente atribuir valores negativos a esta condição. A falta de dentes não foi referida como uma queixa porém apareceu associada à insatisfação com a saúde bucal. E finalmente concluiu-se que a dificuldade para mastigar esteve associada à idade e à mobilidade das próteses inferiores, sendo que na faixa etária mais avançada esta queixa foi mais freqüente.
Título em inglês
"Elder oral health: related complaints. Ribeirão Preto"
Palavras-chave em inglês
aged health
geriatric dentistry
morbidity
oral complaints
oral health
Resumo em inglês
The present survey was carried out to study complaints, care, value and satisfaction toward oral health in an aged population filled in the Family Heath Centre III at Ribeirão Preto. The elder were selected to participate in the study according to their cognitive status (Mini Mental Examination Test), normal life activities and their own acceptance to participate. The elder answered at their home, in a previous scheduled procedure, a questionnaire about oral health which was developed specific to the study purpose. The specific domiciliary questionnaire had questions about social demographical profile, oral health care, prosthetic condition, subjective self-reported oral health status and oral health complaints. It was identificated the population profile toward the most prevalent oral health complaints, teeth and prosthetic hygiene and care, satisfaction and self-reported oral health value. The data received statistical treatment to observe the association between variables according to the Fischer Exact and Chi square Tests, and the association was accepted when the p value was equal or lower than 0.05. The population, filled at the Family Health Centre III in the period of the study development, was 503 aged people with more than 60 years old, and 261 were interviewed, where 90 (34.5%) were male and 171 (65.5%) were female. In general the aged reported low education level (60.2%) and they were represented most frequently by the age between 60 to 69 years old (46.7%). The higher of the aged reported living with family and the men were responsible for the financial support of the family. Significant sample of the aged reported being edentate (48.7%) and this fact was correlated to the aged, educational level and living with the family. The edentate people reported that their oral health were important (45.2%) and good (77.7%), and the satisfied people (53.6%) were edentate and these variable were correlated. According to own oral health care, the younger subject reported a higher number of diary tooth brushing. It was reported a higher number of oral wounds, temporomandibular joint, fetid breath, dry mouth and masticator complaints. Among these complaints the fetid breath (p=0,015) and the masticator difficulty (p=0,000) were statistically correlated to inferior denture mobility (p=0,001). It was concluded that oral health care decrease as time goes by, the aged reported being satisfied with their oral health condition, and their oral health was self-classified as an important issue. The subject reported that being edentate do not mean that it is a negative profile. The tooth missing was not reported as complaint but it was statistically correlated with dissatisfaction toward own oral health. Finally it was concluded that masticator difficulty was statistically correlated to inferior dentures mobility being this complain higher reported in the older aged subject sample.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Ms-BULGARELLI_AF.pdf (4.51 Mbytes)
Data de Publicação
2006-09-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.