• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2007.tde-06032008-140242
Documento
Autor
Nome completo
Roberta Carvalho de Figueiredo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Franco, Laercio Joel (Presidente)
Gimeno, Suely Godoy Agostinho
Vivolo, Sandra Roberta Gouvea Ferreira
Título em português
Alterações lipídicas na população nipo-brasileira de Mombuca - Guatapará-SP
Palavras-chave em português
diabetes
Dislipidemia
nipo-brasileiros
síndrome metabólica
Resumo em português
Estudos epidemiológicos com populaçõ es migrantes trazem resultados promis sores para a compreensão da etiopato genia das DCNT. A observação que populações migrantes apresentam padrões distintos de morbimortalidade, quando comparados aos residentes de seu local de origem, em conseqüências de mudanças em seus hábitos e costu mes, no processo de adaptação ao novo ambiente, tem propiciado a produ ção de vasta literatura científica sobre o assunto. Elevadas prevalências de obesidade abdominal,diabetes, dislipi demias e hipertensão arterial já foram descritas, em estudo realizado com a população nipo-brasileira adulta de Bauru, SP. Uma população de origem japonesa, que ainda mantenha muito de seus hábitos de vida tradicionais, apresentaria baixa freqüência de dislipidemias e de diabetes? Para tentar responder essa pergunta, estudou-se uma população de origem japonesa que vive no distrito de Mombuca, Guatapará-SP, que chegou ao Brasil mais recentemente (1962) e que até os dias atuais vive em uma comunidade semirural, mantendo muito de seus hábitos de vida tradicionais. Objetivo: Analisar as alterações lipídicas dos nipo - brasileiros adultos de Mombuca, Guatapará - SP, relacionando-as com algumas condições clínicas. Casuística e métodos: Total de 131 indivíduos, de ambos os sexos, sem miscigenação, participaram do estudo transversal conduzido no ano de 2005. Foram aplicados questionários (sócio-demográfico, de saúde e nutricional) e coletadas amostras de sangue para realização de exames bioquímicos. Foram considerados alterados os valores de colesteral total >= 200 mg/l, de HDL-colesterol < 40 mg/dl e < 50 mg/dl, respectivamente para homens e mulheres, de LDL-colesterol >= 130mg/dl e de triglicérides >= 150 mg/dl. Os indivíduos com pelo menos uma das frações lipídicas alterada, ou que estivessem em uso de medicação hipolipêmica, tiveram o diagnóstico de dislipidemia. Resultados: A população de estudo apresentou uma média de idade de 56,7 anos, com predominância de indivíduos de 1ª geração (issei), 70,4% dos homens e 67,5% das mulheres. Empregando se os pontos de corte do IMC para adultos asiáticos, encontrou-se 21,4% dos indivíduos com sobrepeso e 42,0% com obesidade. Os homens apresentaram valor médio de CA de 88,6cm e as mulheres 83,1cm. Na população total, a prevalência de hipertensão foi de 48,1% e de diabetes mellitus de 13,7%. Síndrome Metabólica foi diagnosticada em 20,4% dos homens e em 32,5% das mulheres. A prevalência de dislipidemia foi elevada, 76,3% para a população total, 68,5% para o sexo masculino e 81,8% para o sexo feminino. Conclusão: Os resultados mostraram uma alta preva lência de dislipidemia nessa população, mais freqüente no sexo feminino e nos indivíduos obesos ou com obesidade abdominal, evidenciando possuírem alto risco para o aparecimento de doenças cardiovasculares e a necessidade programas de intervenção para prevenir esse grupo de doenças.
Título em inglês
Lipid Abnormalities in the Japanese-Brazilian Population from Mombuca, Guatapará-SP
Palavras-chave em inglês
diabetes
Dyslipidemia
Japanese - Brazilians
metabolic syndrome
Resumo em inglês
Epidemiological studies with migrant populations have promising results to the comprehension of the etiopathogenesis of non-communicable diseases. The observation that migrant populations have distinct patterns of morbidity and mortality when compared to residents of the original country, due to changes in their habits and customs, in the adap tation process to the new environment, has produced abundant literature about the theme. High prevalence rates of abdominal obesity, diabetes, dyslipidemia and arterial hypertension were already reported in a study carried out in adult Japanese-Brazilians from Bauru, SP. A population of Japanese ancestry that maintain most of their traditional life style would have a lower prevalence of dyslipidemia and diabetes? Trying to answer this question, this study was carried out among the Japanese-Brazilian community from Mombuca, Guatapará-SP that arrived in Brazil in 1962 and until now keep several of their traditional customs, including food habits. Objective: To analyze lipid abnormalities in adult Japanese-Brazilians from Mombuca, Guatapará-SP and their relationship with some clinical conditions. Casuistic and Methods: A total of 131 individuals, from both sexes, without miscegenation, participated in the cross-sectional study carried out in 2005. Socio-demographic, health and nutritional questionnaires were answered by the participants. Blood samples were collected for biochemical analysis. Results were considered abnormal when total cholesterol was >= 200 mg/dl, or HDL-cholesterol < 40mg/dl for men and < 50mg/dl for women, or LDL-cholesterol >= 130mg/dl, or triglycerides >= 150mg/dl. Those individuals with at least one abnormal lipid fraction, or in use of hypolipemic drugs, were considered as dyslipidemics. Results: The mean age of the total population was 56.7 years, with a predominance of individuals of the first generation (Issei), being 70.4% for men and 67.5% for women. Using the BMI classification for adult Asians, the observed rates for overweight and obesity were 21.4% and 42.0%, respectively. The mean values for abdominal circumference were 88.6 cm for men and 83.1 cm for women. In the total population, the prevalence of hypertension was 48.1% and for diabetes 13.7%. Metabolic syndrome was diagnosed in 20.4 % of men and in 32.5% of the women. Prevalence rates for dyslipidemia were high, being 76.3% for the total population, 68.5% for men and 81.8% for women. Conclusion: The results showed the high prevalence of dyslipidemia in this population, more frequent among women and individuals with obesity or abdominal obesity and highlighted their high risk for cardiovascular diseases and the necessity of intervention programs to prevent this group of diseases.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese_final.pdf (755.81 Kbytes)
Data de Publicação
2008-03-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.