• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2004.tde-04102006-123626
Documento
Autor
Nome completo
Léa Mara Tosi Soussumi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2003
Orientador
Banca examinadora
Passos, Afonso Dinis Costa (Presidente)
Almeida, Igor Correia de
Covas, Dimas Tadeu
Título em português
"Estudo da distribuição de doadores reativos para a doença de Chagas no Hemocentro de Ribeirão Preto, SP"
Palavras-chave em português
Doadores de sangue
Doença de Chagas
Soropositividade
Resumo em português
SOUSSUMI, LMT. Estudo da distribuição de doadores reativos para a doença de Chagas no Hemocentro de Ribeirão Preto, SP. 2004. 106f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004. Este estudo, de que participaram 25.891 doadores de sangue que compareceram pela primeira vez ao Hemocentro de Ribeirão Preto, de junho de 1996 a junho de 2001, teve por objetivos: 1) estudar a freqüência de resultados sorológicos positivos e inconclusivos na triagem sorológica para a doença de Chagas; 2) estimar a prevalência de doadores infectados com T. cruzi entre os doadores acima definidos, através da aplicação de testes confirmatórios; e 3) caracterizar os doadores infectados segundo algumas variáveis de interesse epidemiológico. Foram levantados dados registrados no sistema informatizado do Hemocentro de Ribeirão Preto, coletando-se informações referentes ao doador, ao tipo de doação e ao resultado de teste de triagem para doença de Chagas. Foram estudados ainda os resultados dos testes confirmatórios, além de algumas variáveis de interesse epidemiológico, como idade, local de procedência e de nascimento, tipo da doação e motivo da doação. A população foi composta majoritariamente por homens (83,6%) e indivíduos de 26 a 45 anos de idade (64,1%), em sua maioria residente no Estado de São Paulo (88,2%). Predominaram as doações vinculadas (85,4%), tendo como principal motivação a solicitação de amigos ou razões familiares. A triagem sorológica foi realizada com a aplicação de dois testes (ELISA e IHA), com 244 resultados positivos e 386 inconclusivos; destes, 236 foram submetidos a testes confirmatórios, dos quais 28 (11.9%) tiveram resultado positivo confirmado. Os 272 com resultado positivo correspondem um valor de prevalência de 1,1% (IC95%: 0,9 – 1,2). A situação sorológica dos demais candidatos foi classificada em: negativa (n=25.521; 98,6%), indeterminada (n=14; 0,1%) e desconhecida (n=84; 0,3%). Do grupo dos doadores com situação sorológica desconhecida, 80 não compareceram ao retorno e 4 apresentaram problemas relacionados às amostras de sangue. A grande maioria dos doadores infectados, apesar de residir na região administrativa da cidade de Ribeirão Preto, no Estado de São Paulo, migrou de outras Unidades Federadas, onde era alta a prevalência da doença de Chagas no passado. Esse fato ficou evidenciado pela elevação progressiva e constante da prevalência da doença, intimamente relacionada com a idade mais avançada dos procedentes de Minas Gerais e, especialmente, de São Paulo. Os baixos percentuais de soropositividade entre os jovens nascidos em São Paulo evidenciam os avanços obtidos no controle da doença neste estado, que antecederam aqueles realizados em outras UFs do Brasil. Entretanto, os resultados deste estudo mostraram que ainda existem doadores jovens infectados procedentes de áreas onde o Programa Nacional de Controle da Doença de Chagas tem sofrido problemas crônicos de continuidade.
Título em inglês
Seropositivity for Chagas’ disease among blood donators in the Regional Blood Bank of Ribeirão Preto, State of São Paulo, Brazil.
Palavras-chave em inglês
Blood donators
Chagas’ disease
Seropositivity
Resumo em inglês
SOUSSUMI, LMT. Seropositivity for Chagas’ disease among blood donators in the Regional Blood Bank of Ribeirão Preto, State of São Paulo, Brazil. 2004. 106f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004. This study involved 25.891 subjects who donated blood for the first time at the Blood Center of Ribeirao Preto, State of Sao Paulo, Brazil, from June 1996 to June 2001. The investigation had the following objectives: 1) to study the frequency of positive and indeterminate results for Chagas’ disease in screening tests; 2) to estimate the prevalence of blood donors infected with Trypanosoma cruzi through confirmatory assays; and 3) to describe the infected individuals according to some variables of epidemiological interest. Information was obtained from the computerized system of the Blood Center, by collecting data about blood donors, type of donation and results of screening and confirmatory tests for Chagas´ disease. In addition, some variables of epidemiological interest, such as age, origin, place of birth, type of donation and motive for donation were also studied. The population was mostly composed of men (83,6%) and individuals from 26 to 45 years of age (64,1%), most of them resident in the State of Sao Paulo (88,2%). Family reasons and friends’ requests were the main determinants for blood donation (85,4%). The serological screening was carried out by applying two tests (ELISA and IHA), resulting 244 positive and 386 inconclusive. Of the latter group, 386 inconclusive results, 236 were submitted to confirmatory assays, 28 of whom (11.9%) were found to be positive. In the total, there were 272 positive results, corresponding to a prevalence rate of 1,1% (CI95%: 0,9 – 1,2). Regarding the serological situation, the other subjects were classified as: negative (n=25.521; 98,6%), indeterminate (n=14; 0,1%) and unknown (n=84, 0,3%). Of this last group, 80 did not attend to the return visit and 4 presented problems related to blood samples. Despite living in the area around Ribeirao Preto, the great majority of infected donors migrated from other States, where the prevalence of Chagas´ disease was high in the past. This fact was evidenced by the progressive and constant elevation of prevalence rates, closely related to older ages among donors coming from the State of Minas Gerais and, especially, from the State of Sao Paulo. The low rate of positive results among young individuals born in Sao Paulo confirms the improvements obtained in the control of the disease in this State, that preceded those accomplished in other parts of Brazil. However, this study still shows the existence of infected young blood donors, originally living in areas where the National Program for Control of Chagas’ Disease has been suffering chronic operational problems.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tese_Lea.pdf (983.88 Kbytes)
Data de Publicação
2006-10-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.