• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2007.tde-03032008-131106
Documento
Autor
Nome completo
Gisley de Padua
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Martinez, Edson Zangiacomi (Presidente)
Martinez, Francisco Eulógio
Mezzacappa, Maria Aparecida Marques dos Santos
Título em português
Indicadores da função respiratória frente ao posicionamento em recém-nascidos pré-termo submetidos ao aumento do volume gástrico
Palavras-chave em português
Função respiratória
Gavagem
Posicionamento.
Recém-nascido pré-termo
Resumo em português
As alterações respiratórias durante o aumento do volume gástrico, como na dieta por gavagem, acarretam algumas conseqüências ao recém-nascido pré-termo, alterando indicadores da função respiratória, como: aumento da freqüên cia respiratória e cardíaca, fadiga muscu lar, apnéias, cianose, hipoxemia e hiper capnia. Um posicionamento corporal adequado apresenta grande influência sobre a biomecânica da caixa torácica, pois serve como ponto de apoio à mus culatura respiratória, ocasiona maior contratibilidade do músculo, altera a pressão pleural, aumenta o volume de ar pulmonar gerando menor esforço respi ratório e menor desvantagem mecânica ao sistema respiratório. O posicionamen to direcionado aos recém-nascidos pre maturos promove uma reorganização sensorial, sono tranqüilo, menor gasto energético e menor desordem no equilíbrio muscular postural, promovendo menor índice de complicações futuras no desenvolvimento. O presente estudo propôs analisar através dos indicadores da função respiratória a resposta aos posicionamentos em recém-nascidos pré-termo submetidos ao aumento do volume gástrico durante a gavagem. Foi realizado um estudo com delineamento prospectivo, randomizado e tipo cross over. Foram estudados 16 recém-nasci dos prematuros de 31 a 34 semanas de idade gestacional, com peso de nasci mento até 2.500 g. Foram selecionados os recém-nascidos que recebiam a dieta via sonda oro-gástrica com volume total de 150 ml/kg/dia, que se encontravam do sétimo ao décimo dias de vida, sem oxigenoterapia suplementar. Foi utilizado a cada administração da dieta um posicionamento de decúbito diferente, sendo todos com 30° de elevação. Cada recém-nascido recebeu quatro gava gens com intervalo entre elas de 3 ho ras. Os decúbitos foram: lateral direito, lateral esquerdo, pronação e supinação. Os indicadores da função respiratória analisados foram: freqüência respirató ria e cardíaca, saturação de oxigênio, tiragem intercostal, batimento de asa nasal e gemência. Os parâmetros foram coletados de dois em dois minutos a partir de cinco minutos antecedendo a gavagem até o quinto minuto após o término da administração da dieta. Os recém-nascidos acompanhados apre sentaram média de 32 semanas de idade gestacional (desvio padrão, DP, 1,31), peso médio ao nascimento de 1.722 g (DP 276,33). Na comparação entre os decúbitos, a freqüência respiratória média apresentou-se com valores mais altos durante toda a coleta em supina ção e lateral esquerdo (média = 69 e 68, incursões por minuto, ipm) e os valores mais baixos foram encontrados em lateral direito e pronação (61 e 59 ipm). Nos posicionamentos em lateral direito e pronação a freqüência cardíaca média obteve os níveis mais estáveis e mais baixos durante toda a coleta, porém, a supinação apresentou os valores mais altos (média = 142,4, batimentos por minuto, bpm). No decúbito lateral esquerdo e supinação a saturação de oxigênio médio apresentou os menores valores (média geral = 94%) principal mente após a gavagem. Na tiragem intercostal, no batimento de asa nasal e na gemência o lateral direito e pronação apresentaram maior ausência destes sinais, e o lateral esquerdo e supinação apresentaram maior freqüência a eles. Assim, conclui-se que os decúbitos lateral direito e pronação demonstraram maior repercussão positiva nos indica dores da função respiratória, sendo a supinação e lateral esquerdo as posi ções de maiores efeitos negativos nos recém-nascidos submetidos ao aumento do volume gástrico.
Título em inglês
Pointers of the respiratory function front to the positioning in premature newborn submitted to the increase of the gastric volume.
Palavras-chave em inglês
Gavage
Positioning
Premature newborn
Respiratory function
Resumo em inglês
The respiratory alterations during the gastric volume's increasing, as the gavages, cause some consequences to the premature newborn, modifying the respiratory function indication as: increase of the respiratory and cardiac frequency, muscular fatigue, apneas, cyanosis, hypoxemia and hypercapnia. An appropriate corporal positioning presents great influence on the biomechanics of the rib cage, abutment to the respiratory musculature; it causes greater muscle contraction, modifies the pleural pressure, it increases the pulmonary air volume, causing less respiratory effort and less mechanics' disadvantages to the respiratory system. The positioning directed to the premature newborns promote a sensorial reorganization, calm sleep, less energy expenses and less clutter in the postural muscular balance, promoting less possibility of future complications in the baby's development. The purpose of this study is to analyze through the pointers of the respiratory function the reply of the positioning of in newborn premature submitted to the increase of the gastric volume during the gavages feeding. It was made a study with prospective delineation, randomized and crossover type. It was studied 16 preterm infants of 31 - 34 weeks of gestational age, weighting about 2.500 g. It had been selected newborn that received the diet through the oral-gastric sounding with the volume of 150 ml/kg/day, which was found in the seventh to the tenth days of life, without supplemental oxygen-therapy. It was used different positions to each act of receiving the diet, with 30 degrees elevation. Each newborn used four gavages with spaces of time between them of 3 hours. The positions were: right lateral, left lateral, prone and supine. The analyzed indicators of the respiratory function were: respiratory and cardiac frequency, oxygen saturation, drawing of intercostals, beating of nasal wing and grunting. The parameters were collected from two to two minutes from five minutes preceding the gavage until the fifth minute after the administration diet ending. The newborns studied presented about 32 weeks of gestational age (shunting line standard, DP, 1.31), average weight to the birth of 1.722 g (DP 276,33). Comparing the positions, the average respiratory frequency presented higher values during all the collection in supine and left lateral (average = 69 and 68, breaths per minute, rpm) and the lowest values were found in right lateral and prone (61 and 59 rpm). In the average cardiac frequency, the positions in the right lateral and prone were the ones that had kept the lower levels steadiest during all the collection. However, the supine presented the highest values (average = 142,4, beatings per minute, bpm). In the saturation of medium oxygen, the left lateral and supine presented less values mainly after (average generality = 94%) the gavages. In the drawing of intercostals, in the beating of nasal wing and the grunting, the right lateral and prone presented a greater absence of these signals, and the left lateral and supine presented greater frequency of them. Thus, it is concluded that the right lateral and prone positions showed a greater positive repercussion in the pointers of the respiratory function, being the lateral left and supine the positions of bigger negative effects in the submitted newborn to the increase of the gastric volume.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese.pdf (2.99 Mbytes)
Data de Publicação
2008-03-27
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • PÁDUA, Gisley de, MARTINEZ, E. Z., e BRUNHEROTTI, M. A. A. Efeitos cardiorespiratórios frente ao posicionamento em recém-nascidos pré-termo submetidos ao aumento do volume gástrico: ensaio aleatorizado do tipo crossover [doi:10.1590/S0004-28032009000400014]. Arquivos de Gastroenterologia [online], 2009, vol. 46, p. 321-327.
  • PáDUA, Gisley de, MARTINEZ, Edson Zangiacomi, and BRUNHEROTTI, Marisa Afonso de Andrade. Efeitos cardiorrespiratórios frente à posição do corpo em recém-nascidos pré-termo submetidos ao aumento do volume gástrico [doi:10.1590/S0004-28032009000400014]. Arquivos de Gastroenterologia [online], 2009, vol. 46, n. 4, p. 321-327.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.