• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-28052018-142905
Documento
Autor
Nome completo
Fabíola Pansani Maniglia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2013
Orientador
Banca examinadora
Costa, José Abrão Cardeal da (Presidente)
Mafra, Denise
Romão, Elen Almeida
Título em português
Efeitos da administração de ácido acetilsalicílico nos marcadores inflamatórios e de estresse oxidativo em pacientes em hemodiálise
Palavras-chave em português
Ácido Acetilsalicílico
Estresse oxidativo
Hemodiálise
Inflamação
Vitaminas antioxidantes
Resumo em português
A inflamação e o estresse oxidativo são condições frequentes em indivíduos com doença renal crônica (DRC) em hemodiálise (HD) e influenciam o seu estado clínico e nutricional. O objetivo do trabalho foi analisar os efeitos do uso de ácido acetilsalicílico (AAS) nos marcadores inflamatórios e de estresse oxidativo de indivíduos em HD e investigar possíveis associações entre estes marcadores e as características pessoais, clínicas e nutricionais da população estudada. A amostra inicial foi composta por 42 pacientes em HD, dos quais 36 concluíram o estudo. Houve predomínio de indivíduos do sexo masculino (57,1%) e o diabetes mellitus (DM) foi a principal causa de perda da função renal. A média de idade dos participantes foi de 51,3 ± 15,5 anos e o tempo médio de tratamento hemodialítico correspondeu a 41,1 ± 38,6 meses. O Índice de Massa Corporal (IMC) médio foi de 24,9 ± 6,1 kg/m² e o Malnutrition Inflammation Score (MIS) indicou 66,7% de adequação do estado nutricional. As coletas de sangue ocorreram antes da intervenção medicamentosa e aos 30 e 60 dias de uso da dose não considerada anti-inflamatória (300mg) do AAS. As variáveis bioquímicas avaliadas foram: proteína C-reativa ultrassensível (PCR-us), albumina, total de hidroperóxidos (FOX), glutationa reduzida (GSH), malondialdeído (MDA) e vitaminas A e E. O uso do AAS promoveu redução da PCR-us somente aos 60 dias de uso do medicamento (8,30 ± 9,09 vs 6,37 ± 8,90, p=0,01). As concentrações séricas de albumina diminuíram aos 30 (5,21 ± 0,59 vs 4,85 ± 0,81, p<0,01) e 60 dias de intervenção (4,85 ± 0,81 vs 3,70 ± 0,40, p<0,01). Houve aumento de FOX (0,20 ± 0,08 vs 0,38 ± 0,18, p<0,01) e da GSH (3,86 ± 1,02 vs 4,41 ± 1,14, p<0,01) aos 30 dias de intervenção. Aos 60 dias de uso do AAS houve diminuição das concentrações de FOX (0,38±0,18 vs 0,17 ± 0,06, p<0,01) e GSH (4,41 ± 1,14 vs 1,25 ± 0,51, p<0,01), quando comparadas com as concentrações dos 30 dias de intervenção. Os valores séricos de MDA não se alteraram durante o estudo. Houve redução da vitamina A aos 30 dias de uso do AAS (3,20 ± 1,2 vs 2,78 ± 0,86, p<0,01) e aumento das concentrações séricas de vitamina E aos 60 dias de intervenção (20,80 ± 6,44 vs 22,93 ± 7,86, p<0,05). No final da intervenção, o uso do AAS promoveu diminuição da inflamação, mesmo com a redução das concentrações séricas de albumina, e aumento da peroxidação lipídica. As variáveis pessoais, clínicas e nutricionais dos participantes apresentaram associações com os marcadores bioquímicos avaliados, mas estas associações não foram influenciadas pelo uso do AAS.
Título em inglês
Effects of acetylsalicylic acid administration on inflammatory and oxidative stress markers in patients in dialyses
Palavras-chave em inglês
Acetylsalicylic acid
Antioxidant vitamins
Hemodialysis
Inflammation
Oxidative stress
Resumo em inglês
Inflammation and oxidative stress are frequent conditions in individuals with chronic kidney disease (CKD) on hemodialysis (HD) and influence its clinical and nutritional status. The aim of this study was to analyze the effects of acetylsalicylic acid (ASA) in inflammatory markers and oxidative stress in HD individuals, investigating possible associations between these markers and the personal, clinical, and nutrition characteristics of the population studied. The initial sample was composed of 42 HD patients, of which 36 completed the study. There was a predominance of males, 57.1%, and the main cause of loss of renal function was diabetes mellitus (DM). The average age of participants was 51.3 ± 15.5 years and mean duration of hemodialysis treatment corresponded to 41.1 ± 38.6 months. The mean Body Mass Index (BMI) was 24.9 ± 6.1 kg / m² and the Malnutrition Inflammation Score (MIS) showed that 66.7% of patients had appropriate nutritional status. Blood samples were collected before drug intervention at 30 and 60 days of use of ASA (300mg), this dose is not considered anti-inflammatory. Biochemical variables evaluated were: high-sensitivity C-reactive protein (hs-CRP), albumin, total hydroperoxides (FOX), reduced glutathione (GSH), malondialdehyde (MDA) and vitamins A and E. The use of ASA produced a decreased of hs-CRP only after 60 days of the drug use (8.30 ± 9.09 vs. 6.37 ± 8.90, p=0.01). Serum albumin decreased at 30 (5.21 ± 0.59 vs. 4.85 ± 0.81, p<0.01) and 60 (4.85 ± 0.81 vs. 3.70 ± 0.40, p<0.01) days of intervention. There was an increase of FOX (0.20 ± 0.08 vs. 0.38 ± 0.18, p<0.01) and GSH (3.86 ± 1.02 vs. 4.41 ± 1.14, p<0.01) after 30 days of intervention. After 60 days of use of ASA occurred a decrease the concentrations of FOX (0.38 ± 0.18 vs. 0.17 ± 0.06, p<0.01) and GSH (4.41 ± 1.14 vs. 1.25 ± 0.51, p<0.01) when compared with the concentrations of the 30 days of intervention. Serum levels of MDA did not change during the study. There was a reduction of vitamin A after 30 days of use of ASA (3.20 ± 1.2 vs. 2.78 ± 0.86, p<0.01) and increased serum concentrations of vitamin E at 60 days of intervention (20.80 ± 6.44 vs. 22.93 ± 7.86, p<0.05). At the end of intervention the ASA usage caused a reduction of inflammation, despite the serum albumin reduction, and increased lipid peroxidation. Personal variables, clinical and nutritional of participants presented associations with the biochemical markers evaluated, but these associations were not influenced by the use of ASA.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
maniglia.pdf (1.84 Mbytes)
Data de Publicação
2018-07-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.