• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2015.tde-28072015-100134
Documento
Autor
Nome completo
Andres Felipe Aristizabal Pachon
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Takahashi, Catarina Satie (Presidente)
Carrara, Helio Humberto Angotti
Colus, Ilce Mara de Syllos
Rogatto, Silvia Regina
Silveira, Vanessa da Silva
Título em português
Alterações Genéticas e Epigenéticas dos Genes do Complexo de Destruição de β-Catenina e Perfil Transcricional dos Componentes da Via de Sinalização Wnt no Câncer de Mama
Palavras-chave em português
APC
AXIN2
Câncer de mama
CDH1
Complexo de degradação de β-Catenina
GSK3
MS-PCR
PCR-RFLPs
RTqPCR
Via de sinalização Wnt
Resumo em português
O câncer de mama é a neoplasia responsável pelo maior número de mortes em mulheres no Brasil, portanto, é importante encontrar novos marcadores específicos e de diagnóstico precoce, utilizando procedimentos simples e rápidos. A via de sinalização Wnt regula importantes funções celulares como proliferação, sobrevida e adesão. Esta via está associada com os processos de iniciação e progressão em muitos tipos tumorais, como câncer de cólon familiar, melanoma e pulmão; sendo que mutações em β-Catenina (CTNNb1) explicam só 30% dos casos de sinalização aberrante encontrada no câncer de mama, indicando que existem outros componentes e/ou reguladores da via que possam estar envolvidos. O objetivo deste trabalho foi avaliar as variantes genéticas e epigenéticas nos genes do complexo de degradação de β-Catenina num grupo de pacientes com câncer de mama e num grupo controle; e determinar os perfis de transcrição dos componentes da via de sinalização Wnt e da molécula de expressão exclusiva do epitélio mamário, a Mamaglobina Humana (MGA), assim como associar estes resultados com as características clínicas, histológicas e patológicas do tumor. Para atingir este objetivo foram coletadas amostras de sangue periférico de 102 mulheres com câncer de mama e 102 mulheres sadias como grupo controle. A avaliação das variantes rs465899 do gene APC, rs2240308 e rs151279728 do gene AXIN2, rs5030625 do gene CDH1 e rs334558 do gene GSK3, foi realizada por meio de PCR-RFLPs e sequenciamento, a análise dos perfis de metilação dos promotores pela MS-PCR. A RT-qPCR foi usada para determinar os níveis de expressão dos componentes da via e a MGA. As variantes rs2240308 e rs151279728 do gene AXIN2 mostraram uma forte associação com o risco de desenvolver o câncer de mama. Um aumento significativo foi observado no nível de expressão de AXIN2 no grupo de mulheres com câncer de mama. Análises adicionais mostraram perfis de expressão diferencial dos genes APC, AXIN2, CTNNB1, GSK3 e CSNK1A1 associado ao status dos receptores hormonais e histogênese tumoral. MGA foi identificado exclusivamente em 38% dos pacientes com câncer de mama e foi associada com a progressão da doença. Este é o primeiro estudo que relaciona uma variante do gene AXIN2 com o câncer de mama na população brasileira. As variantes avaliadas do gene AXIN2 são marcadores promissores de susceptibilidade ao câncer de mama na população estudada, sendo importante, a avaliação desta variante genética na população e determinar o seu real efeito no processo de iniciação e/ou progressão do câncer de mama.
Título em inglês
Genetics and Epigenetics Disturbances of β-Catenin Destruction Complex and Transcriptional Profile of Wnt Signaling Components in Breast Cancer
Palavras-chave em inglês
β-Catenin destruction complex
APC
AXIN2
Breast cancer
CDH1
GSK3
MS-PCR
PCR-RFLPs
RTqPCR.
Wnt signaling
Resumo em inglês
Background: Wnt/β-catenin signaling pathway is an important regulator of cellular functions such as proliferation, survival and cell adhesion. This pathway is associated with tumor initiation and progression; -catenin (CTNNB1) mutations explains only 30% of aberrant signaling found in breast cancer, indicating that other components and/or regulating of the Wnt/β-catenin pathway may be involved. Objective: The objective of the study was to evaluate the APC rs465899, AXIN2 rs2240308 and rs151279728, CDH1 rs5030625 and GSK3 rs334558 polymorphisms, APC, AXIN2, CDH1 and GSK3 promoter methylation status and expression profile of -Catenin destruction complex genes and MGA in peripheral blood of breast cancer patients. Methods: We collected peripheral blood samples from 102 breast cancer and 102 healthy subjects. The identification of the mutation was performed using PCR-RFLPs and DNA sequencing. MSP and HRM-MS was used to measure promoter methylation and RT-qPCR to determine expression profile. Results: We found significant association of AXIN2 rs2240308 polymorphism with breast cancer. Increased risk was observed even after stratification based on clinicpathological characteristics. AXIN2 rs151279728 polymorphism was found only in 9 breast cancer patients, but none in control group subject. APC and CDH1 polymorphisms were not associated with breast cancer. GSK3 polymorphism was weak associated with breast cancer and heterozygous status was associated with breast cancer protection after group stratification. APC and CDH1 promoter methylation in breast cancer patients was found. Significant increase was observed in AXIN2, CTNNB1 and GSK3 level expression in breast cancer patients. APC was down-regulated in breast cancer patients. Further analyses, showed APC, AXIN2, CTNNB1, GSK3 and CSKN1A1 gene expression associated to receptor status and histological type. MGA was found only in breast cancer patients and was associated with cancer progression. Conclusion: The present study reports, for the first time, that AXIN2 genetic defect and -catenin destruction complex expression disturbance may be found in breast cancer patients, providing additional support to the role of Wnt/-catenin pathway dysfunction in breast cancer tumorigenesis. However, the functional consequence of this genetic alteration remains to be determined. In another hand MGA was determined like a good biomarker for diagnosis and prognosis outcome.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-08-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.