• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2016.tde-01072015-091109
Documento
Autor
Nome completo
Jaqueline Reginato Koser
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Manfrin, Maura Helena (Presidente)
Franco, Fernando de Faria
Mendes Junior, Celso Teixeira
Título em português
Estrutura populacional e filogeografia de Drosophila antonietae Tidon & Sene
Palavras-chave em português
Cluster Buzattii
Dinâmica populacional
Gene period
mtCOI
Núcleo de Missiones
Resumo em português
A espécie Drosophila antoneitae é cactófila, ovipositando principalmente no cacto hospedeiro Cereus hildmaniannus. Ambas as espécies são encontradas em solos drenados ou afloramentos de rocha na região de Missiones, um dos núcleos de Floresta Tropical Sazonalmente Seca (FTSS), e no litoral sul-brasileiro. O núcleo de Missiones compreende a base dos rios Paraná-Paraguai e é uma possível área de estabilidade climática durante as oscilações do Quaternário. Para avaliar a distribuição atual da diversidade genética de D. antonietae e sua associação com alterações na paisagem, foram realizadas as seguintes análises: estruturação populacional, estabelecimento de hipóteses filogeográficas e de eventos demográficos, testes de neutralidade e modelagem de nicho atual e paleoecológico. O gene mitocondrial COI e nuclear period foram analisados. O gene period é pouco variável e a distribuição da variabilidade genética é homogênea. O gene COI é bastante polimórfico e há estruturação entre as populações formando três agrupamentos: um em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, outro no Paraná e São Paulo e o terceiro no centro-oeste brasileiro. A população do centro-oeste brasileiro provavelmente é a mais antiga, coincidente com a área do estudo mais estável climaticamente. Este agrupamento forma uma rede de haplótipos separada, devido alta estruturação e isolamento, provavelmente tendo no rio Paraná uma importante barreira de fluxo gênico. Sugere-se que o provável centro de dispersão das demais populações de D. antonietae se localiza no sudeste brasileiro, e que houve diversos eventos de migração para as demais regiões de sua distribuição. Há indícios de polimorfismo compartilhado devido à recente diversificação das populações. Ambos os agrupamentos genéticos exibem sinais de expansão populacional, especialmente nas áreas de borda no núcleo de Missiones, onde o clima parece ter sido menos estável. O período de expansão demográfica é recente e coincidente com a maior extensão da vegetação seca, que também pode ter papel fundamental na estruturação das populações.
Título em inglês
Population structure and phylogeography of Drosophila antonietae Tidon & Sene
Palavras-chave em inglês
Cluster Buzattii
Core Missions
Gene period
mtCOI
Population dynamics
Resumo em inglês
Drosophila antoneitae is a cactophilic species, ovipositing primarily in the host cacti Cereus hildmaniannus. Both species are found in drained soils or rocky outcrops in the Missiones region - one of the Seasonally Dry Tropical Forest (SDTF) nucleis, and in south Brazilian coast. The Missiones nuclei comprises the basin of the Paraná-Paraguai Rivers and it is a possible area of climatic stability during the Quaternary oscillations. To evaluate the current distribution of the genetic diversity of D. antoneitae and its association with landscape modifications, the following analyses were performed: populational structure, establishment of phylogeographic hypotheses and demographic events, neutrality tests and paleoecological niche modeling. The mitochondrial gene COI and the nuclear gene period were analyzed. The gene period had low genetic diversity and an homogeneity on the distribution of genetic variability. For gene COI analysis we found a high polymorphism and genetic structure among populations, forming three groups: one in Santa Catarina and Rio Grande do Sul, another in Paraná and São Paulo and the third in the midwestern Brazil. The midwestern population is probably the oldest one, coinciding with the most climatically stable area of this study. This group forms a network of separate haplotypes, due to a high structuring and isolation, probably with Paraná River acting as major barrier for gene flow. We suggest that the possible center of dispersion of the remaining populations of D. antonietae is located in southeastern Brazil, and there were several migration events to other regions of its distribution. There is evidence of shared polymorphism due to recent diversification of populations. Both gene clusters exhibit signs of population expansion, especially in border areas at the Missiones nuclei, where the climate seems less stable. The demographic expansion period is recent and coincides with the major expansion of dry vegetation, which can also play a critical role in structuring populations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.