• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2018.tde-23072018-103943
Documento
Autor
Nome completo
Natany Garcia Reis
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Coimbra, Terezila Machado (Presidente)
Balbi, Ana Paula Coelho
Gontijo, Jose Antonio Rocha
Paula, Francisco Jose Albuquerque de
Título em português
Efeito da vitamina D na lesão renal aguda provocada por rabdomiólise em ratos
Palavras-chave em português
Estresse oxidativo
Glicerol
Inflamação
Lesão renal aguda
Rabdomiólise
Vitamina D
Resumo em português
A rabdomiólise é uma causa importante de lesão renal aguda (LRA) e decorre da lise das células musculares esqueléticas, com liberação do conteúdo intracelular para o compartimento extracelular e para a circulação. O extresse oxidativo e o processo inflamatório contribui para as alterações da função e estrutura renal que ocorrem na LRA. Estudos recentes tem evidenciado a participação da Vitamina D (Vit. D) no controle do processo inflamatório e do estresse oxidativo. Este estudo avaliou o efeito do tratamento com calcitriol (1,25-dihidroxivitamina D3) na evolução das alterações de estrutura e função renal, estresse oxidativo e no processo inflamatório renal provocados pela administração de glicerol. Ratos Wistar Hannover machos foram tratados com calcitriol (6 ng/dia, s.c., osmotic pump) ou veículo (salina 0,9%) por 7 dias, sendo no 3º dia injetados com glicerol (50%; 8ml/kg, i.m.) ou salina (8ml/kg, i.m). Os animais foram divididos em 4 grupos: Controle (n=7): receberam veículo s.c. e no 3º dia, injeção i.m de salina; Controle+Vit. D (n=7): receberam calcitriol s.c. e no 3º dia, injeção i.m de salina; Glicerol (n=13): receberam veículo s.c. e no 3º dia, injeção i.m de glicerol; Glicerol+Vit.D (n=10): receberam calcitriol s.c. e no 3º dia, injeção i.m de glicerol. Quatro dias após as injeções foram coletadas amostras de urina, plasma e tecido renal para estudos de função renal, histologia, imunoistoquímica, ELISA e Western blot. Os animais do grupo Glicerol tiveram aumento dos níveis plasmáticos de creatinina, redução da taxa de filtração glomerular, aumento da fração de excreção de sódio e redução da osmolalidade urinária comparados com os dos grupos controles. A análise histológica evidenciou aumento da área intersticial relativa e do número de túbulos com necrose no córtex renal dos animais tratados com glicerol. A lesão tubular foi também constatada pelo aumento da expressão de vimentina e PCNA nos animais do grupo Glicerol, em relação aos controles e ao grupo Glicerol+ Vit. D. Essas alterações foram menos intensas no grupo Glicerol+ Vit. D. A expressão de mioglobina estava aumentada no tecido renal de ambos os grupos tratados com glicerol. O estresse oxidativo foi observado pela aumento da expressão de 8-isoprostano nos animais do grupo Glicerol, essa alteração não estava presente nos animais controles e nos animais Glicerol+Vit. D. Ambos os grupos tratados com glicerol tiveram aumento do número de macrófagos, da expressão de NF-?B e dos níveis de IL1-? no córtex renal. Essas alterações foram atenuadas pelo tratamento com Vit. D. O grupo Glicerol apresentou também maior excreção urinária de VDBP, proteína transportadora de Vit. D e menor número de túbulos com bordadura em escova marcados com cubulina, receptor de Vit. D, em comparação aos grupos Controles e Glicerol+Vit. D. Portanto, a redução do receptor e a perda do transportador, reduz a captação de Vit. D nesse modelo, comprometendo a ativação renal de Vit. D e a sua ação no processo inflamatório e no estresse oxidativo no tecido renal. Concluindo, nossos resultados mostram que o tratamento com calcitriol reduziu as alterações de função e estrutura renal provocadas pelo glicerol. Esse efeito estava associado com a diminuição do processo inflamatório e do estresse oxidativo no tecido renal dos animais tratados com Glicerol+Vit. D.
Título em inglês
Effect of vitamin D in acute kidney injury induced by rhabdomyolysis in rats
Palavras-chave em inglês
Acute kidney injury
Glycerol
Inflamation
Oxidative stress
Rhabdomyolysis
Vitamin D
Resumo em inglês
Rhabdomyolysis provoked by the lysis of skeletal muscle cells can induce acute kidney injury (AKI) with release of intracellular content to the extracellular compartment and circulation. The oxidative stress and the inflammatory process contribute to the changes in renal function and structure in AKI. Recent studies have show the effect of vitamin D (Vit. D) on inflammatory process control and in the oxidative stress. This study evaluated the effect of calcitriol (1,25- dihydroxyvitamin D3) in the renal function and structure induced by glycerol and its relationship with the inflammatory process and the oxidative stress. Male Wistar Hannover rats were treated with calcitriol (6 ng/day, s.c., administered through an osmotic pump) or vehicle (saline 0.9%) for 7 days, and injected with glycerol (50%; 8ml/kg, i.m.) or saline (8ml/kg, i.m) 3 days after the beginning of this treatment. The animals were divided into 4 groups: Control (n = 7): received vehicle s.c. and on 3rd day after an injection i.m of saline; Control + Vit. D (n = 7): received Calcitriol s.c. and 3rd day after an injection i.m of saline; Glycerol (n = 13): received vehicle s.c and on 3rd day after an injection i.m of glycerol and Glycerol + Vit. D (n = 10): received Calcitriol s.c. and 3rd day after an injection i.m of glycerol. Four days after injections, urine samples, plasma and renal tissue were collected for renal function, histology, immunohistochemistry, ELISA and Western blot studies. Glycerol injected rats presented increase in plasma creatinine levels and sodium fractional excretion, and reduction glomerular filtration rate and urinary osmolality compared to controls groups. Histological analysis showed an increase in the relative interstitial area and in the number of tubules with necrosis in the renal cortex of these animals treated with glycerol. The tubular lesion was also evidenced by increased expression of vimentin and PCNA in the animals of the Glycerol group compared to controls. These changes were less intense in the Glycerol + Vit. D group. The myoglobin expression was increased in the renal tissue of both groups of the animal treated with glycerol. The oxidative stress was observed by the increased expression of 8-isoprostane in the kidneys from Glycerol group. However, this change was not observed in the control and Glycerol + Vit. D treated rats. Both glycerol-treated groups had increased number of macrophages, NF-?B expression and IL1- ? levels in the renal cortex. These changes were less intense in Vit. D treated animals. Glycerol group also presented higher urinary excretion of VDBP and less number of tubules with brush border marked with cubilin (Vit. D receptor) compared to the Control and Glycerol + Vit. D. Therefore, the reduction of the receptor and the loss of the transporter, reduces the uptake of Vit. D in this model, compromising the renal activation of Vit. D and its action in the inflammatory process and oxidative stress in renal tissue. In conclusion, our results show that treatment with calcitriol reduced the changes in renal function and structure caused by glycerol. This effect was associated with decreased inflammatory process and oxidative stress in the renal tissue of animals treated with Glycerol + Vit. D.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
NATANYGARCIAREIS.pdf (2.64 Mbytes)
Data de Publicação
2018-07-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.