• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2018.tde-06042018-100613
Documento
Autor
Nome completo
Camila de Mattos Faleiros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Coimbra, Terezila Machado (Presidente)
Burdmann, Emmanuel de Almeida
Dantas, Marcio
Ramalho, Fernando Silva
Silva, Adelino Sanchez Ramos da
Título em português
Efeito do treinamento físico prévio nas alterações de função e estrutura renais provocadas pela administração de adriamicina em ratos
Palavras-chave em português
Adriamicina
Angiogênese
Doença renal progressiva
Lesão endothelial
Treinamento físico prévio
Resumo em português
A nefropatia induzida por adriamicina (ADR) em ratos é um dos modelos experimentais mais utilizados para o estudo desenvolvimento da doença renal progressiva. Uma dose única deste quimioterápico induz a proteinúria progressiva e irreversível que progride para glomeruloesclerose segmental e focal, com fusão dos processos podais e lesões tubulointersticiais. A lesão das células endoteliais glomerulares precede as alterações dos podócitos na nefropatia induzida pela ADR. A atividade física regular melhora as funções cardíacas e renais em pacientes e animais com doença renal progressiva e pode reduzir ou retardar a progressão da lesão renal. Este estudo avaliou o efeito do treinamento físico prévio na evolução da lesão renal induzida por ADR e a sua relação com o processo inflamatório, a função endotelial e angiogênese. Ratos Wistar submetidos ou não ao treinamento físico receberam ADR (2,5 mg/kg, e.v) ou solução salina fisiológica (SAL). Amostras de sangue e urina foram coletadas 60 dias após as injeções para avaliação da função renal e os rins removidos para estudos histológicos, imuno-histoquímicos, Western blot e de ELISA. Amostras de urina de 24 h, obtidas 7, 30 e 60 dias após a administração de ADR ou SAL, foram utilizadas para avaliação da albuminúria. Os ratos tratados com ADR apresentaram albuminúria progressiva, elevação dos níveis plasmáticos de creatinina e queda da taxa de filtração glomerular (TFG), lesão de podócitos, expansão da área mesangial, alargamento da área intersticial relativa no córtex renal, infiltração de macrófagos, aumento dos níveis de interleucina (IL)-1?, elevação dos níveis urinários do fator de transformação do crescimento ? (TGF-?) e dos níveis urinários de proteína quimiotática de monócitos 1 (MCP-1), diminuição de marcação de aminopeptidase P (marcador de células endoteliais) nos glomérulos e perda de capilares peritubulares corticais, que estavam associados com reduções das expressões do fator de crescimento endotelial vascular (VEGF) e da óxido nítrico sintase endotelial (eNOS) no córtex renal desses animais. Estas alterações foram menos intensas nos ratos que realizaram treinamento físico prévio ao tratamento com ADR. Em conclusão, o pré-condicionamento físico reduziu as lesões renais induzidas pela ADR. Este efeito esteve associado com as reduções do processo inflamatório, das lesões endoteliais e das alterações de fatores relacionados com o processo de angiogênese (VEGF e eNOS) no córtex renal.
Título em inglês
Effects of previous physical training on structural and functional renal disturbances induced by adriamycin in rats
Palavras-chave em inglês
Adriamycin
Angiogenesis
Endothelial lesion
Previous physical training
Renal disease progression
Resumo em inglês
Adriamycin (ADR)-induced nephropathy is one of the most experimental models of progressive kidney disease in rats. A single dose of this drug induces progressive and irreversible proteinuria that progresses to focal segmental glomerulosclerosis and tubulointerstitial lesions. The lesion of glomerular endothelial cells precedes the podocyte damage in nephropathy induced by ADR. Regular physical activity improves cardiac and renal functions in patients and animals with progressive renal disease and may reduce or delay the progress of impaired renal function. This study evaluated the effect of previous physical training in renal damage induced by ADR and the role of inflammation, endothelial lesions and angiogenesis in this process. Male Wistar rats submitted or not to previous physical training received ADR (2.5 mg/kg, i.v.) or physiological saline (SAL). Urine and plasma samples were collect 60 days after the injection in order to evaluated the renal function. The kidneys were removed for histological, immunohistochemical, Western blot and ELISA analysis. Twenty-four-hour urine samples were collected to dose albuminuria 7, 30 and 60 days after ADR or SAL injection. ADR-treated rats presented progressive albuminuria, increases in plasma creatinine levels, decreasing glomerular filtration rate (GFR), podocyte damage, mesangial expansion, enlargement of the tubular interstitial relative area of renal cortex, macrophage infiltration, higher interleukin (IL)- 1? levels in renal tissue, urinary transforming growth factor ? (TGF-?) and urinary monocyte chemoattractant protein (MCP)-1, reduction of aminopeptidase P (endothelial cell marker) in the glomeruli and cortical peritubular capillary number. Those were associated with reduction in vascular endothelial growth factor (VEGF) and endothelial nitric oxide synthase (eNOS) expressions in renal cortex. Those alterations were less intense in the animals undergone previous exercise training. In conclusion, physical training prior to ADR injection reduced the renal damage induced by this drug. This effect was related with the reduction of the inflammatory process, endothelial lesions and with the decrease in alterations of factors related to the process of angiogenesis (VEGF and eNOS) in renal cortex.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.