• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Jeimison Duarte Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Bendhack, Lusiane Maria (Presidente)
Bonaventura, Daniella
Castro, Michele Mazzaron de
Silva, Cristina Antoniali
Título em português
Efeitos da ativação do receptor TP sobre a função vascular em ratos hipertensos renais
Palavras-chave em português
receptor TP; NO; ERO; COX; função vascular; hipertensão
Resumo em português
A ativação do receptor para tromboxano-prostanóide (TP) está relacionada com o processo de desenvolvimento e manutenção da hipertensão arterial. O objetivo do presente trabalho foi investigar se a ativação do receptor TP promove a produção de fatores contráteis derivados do endotélio (EDCFs) e espécies reativas de oxigênio (ERO), contribuindo para a disfunção vascular observada na hipertensão renovascular. Aortas de ratos normotensos (2R) ou hipertensos (2R-1C) foram utilizadas para avaliar a expressão proteica da enzima cicloxigenase (COX-1, COX- 2), expressão gênica do receptor TP, expressão proteica da enzima NO-Sintase endotelial fosforilada (fosfo-eNOS) e produção de TXA2 ativada pelo U46619. Células endoteliais (CE) e do músculo liso vascular (CMLV) foram utilizadas para avaliar a produção de NO e ERO pelo estímulo com o U46619. Em aortas com (E+) ou sem endotélio (E-) de ratos 2R e 2R-1C foram realizadas curvas concentraçãoefeito cumulativas para o U46619 na ausência ou presença de Tiron, Catalase (Cat) e em aortas E+, na presença de L-NAME, Ibuprofeno (Ibu) ou L-NAME + Ibu. Em aortas E+ contraídas com U46619, foram realizadas curvas concentração-efeito para acetilcolina (ACh), na ausência ou presença de Tiron, Cat ou Ibu. Os resultados mostram que a expressão gênica para o receptor TP foi menor e a expressão proteica da COX-1 e COX-2 foi maior em aortas de ratos 2R-1C do que em 2R. Em aorta de ratos 2R e 2R-1C, o U46619 não promoveu a geração de TXA2 e não alterou a expressão proteica da fosfo-eNOS. O estímulo com U46619 promoveu o aumento de NO em CE e ERO em CE e CMLV. Em aortas E- a potência (pD2) do U46619 em induzir contração foi maior em 2R e 2R-1C em relação às preparações E+. Em aortas E- de ratos 2R, a contração ao U46619 foi menor com Cat ou Ibu do que no controle. Em preparações E+, Ibu ou Ibu+Tiron (mas não Ibu+L-NAME) reduziram a potência do U46619 em relação ao controle. Em aortas E+ de ratos 2R- 1C, a contração ao U46619 foi maior com Tiron e menor em presença de Tiron+Ibu em relação ao controle. Tiron+L-NAME ou Ibu não modificou a resposta contrátil ao U46619. Em aortas E-, Tiron ou Cat não modificaram a contração ao U46619. Quando contraídas com U46619 (10 nmol/L), o relaxamento à ACh foi menor em aorta de ratos 2R-1C em relação a 2R. Em aortas E+ de ratos 2R e 2R-1C, o relaxamento à ACh foi menor quando contraídas com U46619 (100 nmol/L) do que com U46619 (10 nmol/L). Tiron, Cat ou Ibu não modificaram o relaxamento à ACh em aorta de ratos 2R-1C comparadas a 2R. Em aorta de ratos 2R, o peróxido de hidrogênio regula a atividade das enzimas COX e eNOS. Por outro lado, em aorta de ratos 2R-1C, a regulação da atividade da COX pelas ERO depende do endotélio e modula negativamente a síntese de EDCFs. Palavras-chave: receptor TP, NO, ERO, COX, função vascular, hipertensão.
Título em inglês
Effects of TP receptors activation on renal hypertensive rat aortas
Palavras-chave em inglês
TP receptor; NO; ROS; COX; vascular function; hypertension
Resumo em inglês
TP receptor activation is involved on the development and maintenance of hypertension. This study aimed to investigate if TP receptor activation induces endothelium-derived contractile factors (EDCFs) and reactive oxygen species (ROS) production, and if it contributes to the vascular dysfunction in renal hypertensive rats. Normotensive (2K) and renal hypertensive (2K-1C) rat aortas were used to evaluate COX-1 and -2 expression, genic expression of TP receptor, p-eNOS expression and TXA2 production induced by TP agonist, U46619. Endothelial cells (EC) and vascular smooth muscle cells (VSMC) were stimulated with U46619 to evaluate NO and ROS production. U46619- stimulated concentration-effect curves were performed in intact (E+) and denuded-endothelium (E-) aortas of 2K and 2K-1C rats, in the absence (Control) or presence of Tiron or Catalase (Cat). In E+ aortas, we used L-NAME, Ibuprofen or the combination of both. Concentration-effect curves were performed for acetylcholine (ACh) in E+ aortas, contracted by U46619, in the absence or presence of Tiron, Catalase or Ibuprofen. In 2K-1C, the genic expression of TP receptor was lower and expression of COX-1 and -2 was higher than in 2K. The agonist did not have effect on TXA2 production or p-eNOS expression in both rat groups of aortas. U46619 induced production of NO in EC and ROS in EC and VSMC. The endothelium removal increased the potency of U46619 in 2K and 2K-1C aortas. In Eaortas of 2K, contraction induced by U46619 was impaired by Catalase. In E+ aortas, the potency was lower in the presence of Ibu ou Ibu+Tiron, but not Cat or Ibu+LNAME. In E+ aortas of 2K-1C, the contraction to U46619 was potentiated by Tiron but it was inhibited by Tiron+Ibu. Tiron and L-NAME or Ibuprofen had no effect on U46619-induced contraction. In E- aortas of 2K-1C, Tiron or Catalase had no effect on the contraction induced by U46619. ACh-induced relaxation was impaired in 2K and 2K-1C aortas contracted with 100 nmol/L U46619. Relaxation induced by ACh was lower in 2K-1C aortas contracted with 10 nmol/L U46619. Tiron, Catalase or Ibuprofen had no effect on the relaxation to ACh in 2K-1C rats aorta. Our results suggest that in 2K rat aortas, H2O2 regulates COX and eNOS activity. On the other hand, in 2K-1C rats aorta, ROS modulates COX activity and EDCFs production, which mechanisms are endothelium- dependent.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.