• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2004.tde-17052004-110828
Documento
Autor
Nome completo
Maria Regina Martinez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2004
Orientador
Banca examinadora
Salgado, Maria Cristina de Oliveira (Presidente)
Antunes, Edson
Fazan Júnior, Rubens
Título em português
"Reatividade vascular de aortas isoladas de ratas ao término da gestação: participação de óxido nítrico e prostanóides"
Palavras-chave em português
Gravidez
Óxido Nítrico
Prostanóides
Reatividade vascular
Resumo em português
Ao final da gestação de ratas se observa hiporeatividade a agentes constritores que tem sido atribuída à produção alterada de óxido nítrico (NO) e prostanóides. Nesse estudo foi observada a participação dos derivados da sintase de NO (NOS) e ciclooxigenase (COX) nas alterações de reatividade vascular à fenilefrina (FE) durante a gestação, bem como a interferência da tensão passiva inicial na importância relativa dessas enzimas. Foi avaliada a resposta vasoconstritora à fenilefrina em anéis de aorta de ratas não grávidas (NG, fase estro do ciclo estral) e grávidas (G, 19o e 20o dias de gestação) com o endotélio íntegro ou lesado, e após inibição da COX ou da NOS. Fixando a concentração de FE (10-7 M) e variando a tensão passiva inicial (0,25, 0,50, 0,75, 1 ou 2g) a que o anel foi submetido, foi observado aumento da magnitude da resposta vasoconstritora dependente do aumento do estiramento do tecido em G e NG, sendo anéis de aorta de G menos reativos à FE do que NG nas diferentes tensões. A retirada do endotélio, a inibição da NOS por L-NNA ou da COX por diclofenaco de sódio (DF) reverteram parcialmente essa hiporeatividade. A adição de concentrações cumulativas de FE em anéis de aorta de G e NG submetidos às tensões passivas de 0,5 e 1 g demonstrou, novamente, hiporeatividade associada à gestação. A retirada do endotélio foi capaz de igualar a resposta constritora à FE de G e NG. A inibição da via NOS/guanilato ciclase com L-NNA e ODQ aumentou a reatividade de G e NG não alterando as diferenças de ambos; no entando, utilizando 0,5 g de tensão passiva, a adição de L-NNA igualou a resposta constritora à FE de G e NG. A adição de DF diminuiu a reatividade de NG igualando os grupos nas tensões de 0,5 e 1,0 g. O relaxamento induzido por acetilcolina em vasos pré-contraídos com FE não foi alterado pela gestação. Os resultados sugerem que a hiporeatividade à fenilefrina em anéis de aorta de ratas ao término da gestação está relacionada a uma alteração da ação de fatores derivados do endotélio, da NOS e da COX, sendo que as condições iniciais determinam a importância relativa desses agentes.
Título em inglês
Vascular reactivity of isolated aorta of late pregnant rats: role of nitric oxide and prostaglandins.
Palavras-chave em inglês
Nitric oxide
Pregnancy
Prostanoids
Vascular reactivity
Resumo em inglês
Late pregnancy is associated with diminished reactivity to vasoconstrictor agents that may be mediated by altered production/release of nitric oxide (NO) and prostaglandins. In the present study the role of NO synthase (NOS) and cyclooxygenase (COX) derived products in the altered vascular reactivity to phenylephrine (PE) was investigated in the isolated aorta of late-pregnant rats at different basal conditions. The vasoconstrictor response to PE was recorded in aorta rings of non-pergnant (NP, estrous) and late pregnant rats (P, 19- to 20 day) in the presence and absence of the endothelium, and with COX or NOS inhibition. The contractile response to PE (10-7 M) augmented with increasing resting tension from 0.25 to 2.0 g in both P and NP aorta; however, the responses in aortic rings from P were smaller at all passive tension employed. Endothelium removal or NOS inhibition with L-NNA or COX inhibition with sodium diclofenac (DF) attenuated but did not abolished the hyporesponsivity of P aorta. Concentration-response curves induced by PE were also attenuated in aortic rings of P compared with those of NP at both 0.5 and 1.0 g of resting tensions. Endothelium removal potentiated the constrictor response induced by PE in both P and NP aortas and abolished the difference between the groups. The NOS/guanilato cyclase pathway inhibition enhanced the PE-induced responses in P and NP but aortas of P maintained at 1.0 g of passive tension still respond less to PE; at 0.5 g of resting tension, however, L-NNA abolished the differences between P and NP. DF blunted PE-induced contraction only in NP aorta at both resting tensions and abolished the difference between P and NP aorta responses to PE. The relaxant responses of aortic rings to acetylcholine were not influenced by pregnancy. These results suggest that the refractoriness to PE-induced contraction observed in aortic rings of late-pregnant rats is related to altered production of NOS and COX endothelial factors. In addition, the basal conditions determine the relative contribution of these factors to the observed refractoriness to vasoconstrictor agent.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
martinez.pdf (363.22 Kbytes)
Data de Publicação
2004-05-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.