• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2019.tde-06062017-161751
Documento
Autor
Nome completo
Alinne Costa Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Uyemura, Sergio Akira (Presidente)
Rodrigues, Tiago
Silva, Roberto do Nascimento
Título em português
Aparato de importação de proteínas mitocondriais em Aspergillus fumigatus: caracterização fenotípica da deleção da menor subunidade do complexo TIM23
Palavras-chave em português
Câncer de ovário ; Ciclo celular ; EGF ; EMT ; Metabolismo ; Proteômica
Resumo em português
O câncer de ovário (OvCa) se destaca dentre as neoplasias ginecológicas por ser um dos mais letais e de difícil diagnóstico. O OvCa ocorre devido ao acúmulo de alterações celulares progressivas promovidas por mutações no genoma de uma célula que, consequentemente, alteram as complexas vias de regulação celular que respondem a fatores internos, como reprogramação genética, ou externos, como a resposta a fatores de crescimento, que juntamente com outras alterações moleculares favorecem a progressão e a metástase. Uma importante etapa da cascata metastática é a transição epitélio-mesenquimal (EMT), um processo bem orquestrado que resulta na perda do fenótipo epitelial e aquisição do fenótipo mesenquimal pelas células tumorais, que adquirem um caráter mais invasivo e migratório, além de se tornarem mais resistentes às drogas. A desregulação de fatores de transcrição como ZEB1, TWIST e SNAI1, vias de sinalização, microRNAs e fatores de crescimento incluindo EGF, TGF? e HGF podem desencadear a EMT. Após a eficiente indução da EMT com EGF na linhagem epitelial de adenocarcinoma de ovário humano Caov-3, foi realizada a análise proteômica quantitativa detalhada, baseada na análise de frações subcelulares enriquecidas em proteínas de membrana, citosol e núcleo, obtidas por centrifugação diferencial e subsequente fracionamento de proteínas por SDS-PAGE, a fim de compreender mais profundamente os mecanismos moleculares modulados pela EMT no OvCa. A partir da análise dos dados coletados em um sistema de espectrometria de massas de alta resolução acoplados a cromatografia líquida (LCMS/MS) e com o auxílio da bioinformática foram identificadas redes de interação proteína-proteína diferencialmente expressas, relacionadas principalmente com a regulação do ciclo celular e do metabolismo. A indução da EMT por EGF resultou na ativação de importantes vias de sinalização, tais como PI3K/Akt/mTOR e Ras/MAPK Erk, além da parada do ciclo celular na fase G1 regulada pelo aumento dos níveis de p21Waf1/Cip1, independentemente de p53, e diminuição de proteínas checkpoint. Através da proteômica dirigida, o monitoramento de reações múltiplas (MRM) revelou que, após a indução da EMT por EGF, o metabolismo das células Caov-3 foi alterado de uma maneira bastante peculiar. O estudo proteômico descrito permitiu a correlação entre processo da EMT induzido por EGF com o controle translacional, a regulação do ciclo celular e a alteração do metabolismo energético.
Título em inglês
Proteomic changes of the epithelial-mesenchymal transition (TMS) in cancer of ovary: involvement in cell cycle control and energy metabolism
Palavras-chave em inglês
Cell cycle ; EGF ; EMT ; Metabolism ; Ovarian cancer ; Proteomics
Resumo em inglês
Ovarian cancer (OvCa) stands out among gynecological malignancies for being one of the most lethal and difficult to diagnose. OvCa occurs due to the accumulation of progressive cell changes promoted by mutations in the cell genome which, consequently, alter the complex cellular regulation pathways that respond to internal factors, such as genetic reprogramming, or external, such as response to growth factors, which together with other molecular changes favor the progression and metastasis. An important step of the metastatic cascade is the epithelial-mesenchymal transition (EMT), a well-orchestrated process that results in the loss of epithelial phenotype and acquisition of mesenchymal phenotype by tumor cells that acquire a more invasive and migratory character, and become more resistant to drugs. Deregulation of transcription factors such as ZEB1, TWIST and SNAI1, signaling pathways, microRNAs and growth factors including EGF, TGF? and HGF can trigger EMT. After an efficient EMT induction by EGF in the epithelial cell line of human adenocarcinoma ovarian Caov-3, detailed quantitative proteomic analysis was performed based on analysis of subcellular fractions enriched in proteins from membrane, cytosol and nucleus, obtained by differential centrifugation and subsequent fractionation of proteins by SDS-PAGE, in order to understand deeply the molecular mechanisms modulated by EMT in OvCa. From the analysis of data collected in a highresolution mass spectrometry system coupled to liquid chromatography (LC-MS/MS) and with the aid of bioinformatics were identified protein-protein interaction networks differentially expressed, mainly related to regulation cell cycle and metabolism. EGF induced-EMT resulted in the activation of major signaling pathways such as PI3K/Akt/mTOR and Ras/MAPK Erk, in addition to G1 phase cell cycle arrest regulated by increased levels of p21Waf1/Cip1, regardless of p53, and reduction of checkpoint proteins. Through the targeted proteomics, multiple reaction monitoring (MRM) showed that after EGF induced-EMT, Caov-3 cells metabolism was changed in a very particular way. The proteomic study described allowed the correlation between EMT process induced by EGF with translational control, regulation of cell cycle and the change in the energy metabolism.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MARIANALOPESGRASS.pdf (5.79 Mbytes)
Data de Publicação
2019-02-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.