• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.16.2018.tde-22062017-164655
Documento
Autor
Nome completo
Tiago Brito da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Franco, Maria de Assunçao Ribeiro (Presidente)
Monteiro, Ana Maria Reis de Goes
Quecini, Vanda Maria
Título em português
Urbanismo sustentável e o paradigma da resiliência. Aplicações em planejamento e projeto: estudos de caso nas intervenções urbanas da Línea K em Medellín, sistema teleférico do Complexo do Alemão e Parque Sitiê no Vidigal
Palavras-chave em português
Ambiente urbano
Arquitetura e urbanismo
Projeto
Resiliência urbana
Sistemas adaptativos complexos
Urbanismo sustentável
Resumo em português
A presente dissertação tem por objetivo discutir a importância de uma postura resiliente para a busca do urbanismo sustentável. O termo "sustentável" e suas variantes passaram por um desgaste nas últimas décadas, formando uma barreira prejudicial à sua aplicação efetiva. A "resiliência", surge, então, como uma forma de revisitar a questão, através de um conceito oriundo da física, que possibilita conceber uma transposição teórica para a arquitetura e o urbanismo, disciplinas nas quais o tema pode colaborar na formulação de novas ferramentas e conceitos aplicáveis ao planejamento e projeto. Almeja-se, através da sua conceituação teórica, contribuir para a elaboração de uma postura resiliente e promover o termo "resiliência urbana" em direção ao enfrentamento da crise urbana, ocasionada pelo crescimento vertiginoso da urbanização mundial e da consequente aglomeração populacional nas cidades. Nos países em desenvolvimento, essa abordagem pode ser de grande utilidade, dado que a crise urbana é fortalecida pelo avanço da informalidade e pela formação de novos tecidos urbanos às margens do planejamento. O conceito de resiliência, neste caso, possibilita uma discussão voltada às questões de espontaneidade, improvisos, constantes mudanças e transformações, inerentes à condição urbana, se discutido dentro de uma abordagem de Sistemas Adaptativos Complexos. Para tanto, elaborou-se uma análise reflexiva, a fim de aferir a transferência da teoria para prática, a partir de três projetos urbanos já implantados: as intervenções em torno da Línea K, em Medellín, Colômbia, o sistema teleférico do Complexo do Alemão e o Parque Sitiê, ambos na cidade do Rio de Janeiro. A partir daí, pôde-se constatar que a visão sistêmica adaptativa e complexa da resiliência traz a possibilidade de promover a inter-relação entre sociedade, economia e ambiente na construção do meio urbano e, assim, encorajar uma nova postura frente a difusão de um Urbanismo Sustentável.
Título em inglês
Sustainable urbanism and the resilience paradigm. Applications in planning and project design process: Line K's urban interventions in Medellín, cable car system at Alemão Complex and Sitiê Park at Vidigal case studies.
Palavras-chave em inglês
Architecture and urbanism
Complex adaptive system
Project design
Sustainable urbanism
Urban environment
Urban resilience
Resumo em inglês
The present dissertation aims to discuss the importance of a resilient posture in the search for a sustainable urbanism. The term "sustainable" and its variants have gone through a wear and tear through the last few decades, forming a barrier which prejudices its effective application. The "resilience" term then appears as a way of revisiting this matter, through a concept derived from physics, that allows a theoretical transposition to architecture and urbanism disciplines in which the subject can cooperate in the formulation of new tools and concepts that can be applied into planning and project design process. Over the theoretical conception, it is intended the contribution on the elaboration of a resilient attitude and therefore promotes the term "urban resilience" towards the current urban crisis, caused by the dramatical growth of the world urbanization and the consequent population cluster within cities. In developing countries, the approach can be very useful, given that the urban crisis is strengthened by the rise of informality and the formation of new urban networks at the edge of planning actions. The concept of resilience, in this case, enables a discussion focused on spontaneity issues, improvisations, changes and transformations, inherent to the urban condition, discussed within a Complex Adaptive Systems approach. However to elaborate a reflexive analysis it is necessary to verify the transformation of theory into practice from three urban projects already implemented: Line K's urban interventions in Medellín, Colombia, cable car system at Alemão Complex and Sitiê Park, both in Rio de Janeiro, Brazil. In conclusion, an adaptive and complex systemic view of resilience has the potential to promote an interrelationship between society, economy and environment during the construction of an urban environment and therefore encourage a new attitude towards the diffusion of Sustainable Urbanism.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TiagoBritodaSilva.pdf (47.23 Mbytes)
Data de Publicação
2018-10-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.