• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.16.2008.tde-25032010-091246
Documento
Autor
Nome completo
Maria Camila Loffredo D'Ottaviano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Pasternak, Suzana (Presidente)
Bógus, Lucia Maria Machado
Bueno, Laura Machado de Mello
Haddad, Emilio
Martins, Maria Lucia Refinetti Rodrigues
Título em português
Condomínios fechados na Região Metropolitana de São Paulo: fim do modelo centro rico versus periferia pobre?
Palavras-chave em português
Condomínios fechados
Expansão urbana
Fractal
Região metropolitana
Segregação espacial
Resumo em português
Os condomínios e loteamentos fechados constituem um fenômeno urbano que vem se espalhando por todas as metrópoles brasileiras. Desde o final dos anos 1980, podemos observar um grande aumento no número de condomínios fechados dentro da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Os condomínios e loteamentos fechados, antes destinados à moradia da classe alta e localizados em grandes áreas das zonas periféricas da RMSP, atualmente atendem outras classes sociais e possuem características bastante distintas (tamanho da gleba, unidade habitacional, serviços coletivos). A preocupação com conforto foi suplantada pela necessidade de segurança e pelo status. A proliferação desses loteamentos e condomínios fechados nos últimos quinze anos vem modificando a configuração espacial de algumas áreas da Região Metropolitana. Segundo alguns autores, o padrão centro rico versus periferia pobre, que caracterizou os estudos sobre a RMSP, entre os anos 1940 e 1980, alterou-se na última década para um modelo fractal de segregação. Esta Tese pretende verificar a pertinência do novo modelo fractal de segregação espacial, tomando como referência os condomínios horizontais residenciais fechados, e mostrar, a partir de levantamento realizado na Região Metropolitana de São Paulo, que parte das premissas relativas aos condomínios fechados não são absolutas.
Título em inglês
São Paulo Metropolitan Area gated communities: the end of the rich center versus poor suburbia pattern?
Palavras-chave em inglês
Fractal
Gated communities
Metropolitan region
Spatial segregation
Urban sprawl
Resumo em inglês
Gated communities constitute an urban phenomenon that is nowadays spreading all over the Brazilian metropolis. Since the 1980s, we can observe an increasing number of gated communities within the São Paulo Metropolitan Area (SPMA). The gated communities, initially located at suburban areas and used by upper classes, at the present time serve other social classes and have new and distinct characteristics (size and location, houses sizes, services at the collective areas, etc). The initial concerning to comfort was substituted by the need of security and possibly the search for status. This Thesis analyses if the new fractal pattern of spatial segregation has overlapped the rich center X poor suburbia pattern that characterized the SPMA between 1940 and 1980, using the gated communities as case studies. And also pretends to demonstrate that part of the premises about gated communities is not absolute.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.