• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.16.2018.tde-11012018-122950
Documento
Autor
Nome completo
Joana Zatz Mussi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Pallamin, Vera Maria (Presidente)
Cesarino, Pedro de Niemeyer
Favaretto, Celso Fernando
Parra, Henrique Zoqui Martins
Rodrigues, Silvia Viana
Título em português
Arte em fuga
Palavras-chave em português
Arte
Performance
Política
Potência Crítica
Representação Direta
Subjetividade Política
Resumo em português
Não é simples definir um campo de análise do qual partir quando se fala do encontro entre estética e política na atualidade, uma vez que essa relação se dissemina de formas bastante diversas. A produção de espaços de convivência entre movimentos sociais e artísticos, de ações interventivas, de imagens, são formas que se sobrepõem e vão compondo todo um complexo campo de criação. Existem entradas (e saídas) diversas para esse problema, nesse sentido esta pesquisa busca exercitar e pôr à prova uma multiplicidade de abordagens, a fim de construir um pensamento a respeito das potências estéticas e políticas que emergem deste encontro. Nas situações que embasam o pensamento construído na tese, apesar de muito diferentes, há uma relação entre discussões que põem em xeque modos de existência hegemônicos - uma certa relação com o próprio corpo, a arte, a política e com a crença do que "é cidade", dentre outras questões -, e o ato de criar inteligibilidade para esses problemas: como fazer circular a densidade de uma relação outra com a vida? Como captar isso de forma que as sensibilidades insurgentes passem a configurar a imaginação coletiva? No esforço de esboçar uma resposta para estas questões, reuniu-se autores de diversos campos, coletivos provenientes de diferentes países, movimentos sociais diversos, evidenciando estratégias, modos, valores, processos que se multiplicam em razão da urgência em expressar o que é, contemporaneamente, "fazer política" e o quanto a potência desse fazer é indissociável da dimensão estética.
Título em inglês
Art in divergence
Palavras-chave em inglês
Art
City
Critical Potency
Direct Representation
Perfromance
Politcs
Political Subjectivity
Resumo em inglês
It is not simple to define a field of analysis to which to resort when the subject is the encounter of aesthetics and politics in current days, given that this relationship is disseminated in many various ways. The creation of spaces for interaction between social and artistic movements, of interventional actions and images are forms that overlap one another and constitute a rather complex field of creation. There are several ways into (and out of) this problem; in that regard, this research aims to apply and challenge many different approaches in order to build a line of thought about the political and aesthetical powers that emerge from that encounter. The situations that ground the thought process developed in this thesis may be diverse, but they show a correlation between the discussions that put in check the hegemonic ways of existence--a certain relationship connecting the body itself, art, politics, and the belief in "what is city," among other issues--and the act of creating intelligibility for these problems: how to promote the circulation of the substance produced by a divergent relationship with life, and how to capture this so the insurgent sensibilities can compose a collective imagination? In the effort to draft an answer to these questions, authors from several fields, collectives from many countries, and various social movements were gathered, presenting strategies, methods, values, and processes that become more and more numerous due to the urgency of expressing what "doing politics" means in the present day, and how inseparable that power is from the aesthetic dimension.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
JoanaZatzMussi.pdf (95.28 Mbytes)
Data de Publicação
2018-02-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.