• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.16.2015.tde-09092015-102022
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Augusto Martins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Azevedo, Ricardo Marques de (Presidente)
Camargo, Monica Junqueira de
Meirelles, Célia Regina Moretti
Título em português
Liberdade estática, razão estética: permeabilidades entre arquitetura e engenharia na obra de Oscar Niemeyer
Palavras-chave em português
Arquitetura moderna
Concreto armado
Engenharia
Estética
Oscar Niemeyer
Técnica
Resumo em português
Este estudo coloca em pauta o diálogo entre duas diferentes áreas do conhecimento que caminham paralelamente sobre campos limítrofes, permeáveis e por vezes entrelaçados: arquitetura e engenharia. Reflete sobre a relação entre estética e técnica ao longo do tempo e apresenta a contribuição mútua entre ambas as disciplinas para um fazer construtivo mais interessante e eficiente. Elege Oscar Niemeyer como representante de um fazer projetual fundamentalmente propositivo e que, por isso, quebra fronteiras e busca inovações que tensionem o binômio plástica e partido - sempre por meio do concreto como seu material de construção predileto. Traça um breve panorama - inclusive historiográfico - sobre a carreira desse arquiteto carioca entre as décadas de 1930 e 1960. Investiga também as influências que recebe e que reverberam na concepção de suas arquiteturas, alçando os mestres Lucio Costa (no Brasil) e Le Corbusier (na Europa) ao patamar de suas primeiras referências arquitetônicas de peso. Destaca os reflexos daí surgidos e presentes em sua obra, especialmente a partir do projeto do Ministério da Educação e Saúde (MES), no Rio de Janeiro, até a construção da nova Capital Federal - obedecendo, portanto, o recorte temporal escolhido para este estudo. Discute o desdobramento do ato projetual de Niemeyer pautado por momentos de profundas reflexões críticas pessoais e profissionais, a partir das quais novos posicionamentos arquitetônicos são definidos e paulatinamente exercitados no Brasil e no exterior. Analisa uma parte de seu repertório formal, na qual os projetos selecionados demandam a utilização de técnicas racionais e de tecnologias avançadas (ou não usuais) para que possam ser erigidos. Traz à tona episódios em que a engenharia é afastada de suas usuais zonas de conforto, o que faz dela uma área do conhecimento que não cansa de se reinventar, ao adaptar e readaptar conceitos e normas até então entendidos por ela mesma como estáveis e/ou imutáveis, fomentando um processo teórico-científico em contínua construção e que visa, em última instância, exaltar o fator plástico como imperativo mais importante. Questiona a existência de autonomia da forma diante da técnica e, consequentemente, dos arquitetos em relação aos engenheiros. Ressalta, por fim, a importância de um envolvimento profundo entre a estética da arquitetura e a estática da engenharia para que ambas caminhem em harmonia no mesmo compasso evolutivo.
Título em inglês
Statics freedom, aesthetics reason: permeability between architecture and engineering in the work of Oscar Niemeyer
Palavras-chave em inglês
Aesthetics
Engineering
Modern architecture
Oscar Niemeyer
Reinforced concrete
Technique
Resumo em inglês
This study brings forward the dialogue between two different areas of knowledge that walk in parallel on limitrophe, permeable and sometimes entangled fields: architecture and engineering. It reflects on the relationship between aesthetics and technique over time and presents the mutual contribution between both disciplines for a more interesting and efficient constructive act. It elects Oscar Niemeyer as an agent of a fundamentally propositional design who, therefore, breaks boundaries and seeks innovations that enforce the binomial plastic and design approach - always using concrete as his favorite building material. It presents a brief overview - including historiographic issues - about this Brazilian architect's career from the 1930s to 1960s. It investigates also the influences that he receives and that reverberate in the design of his architectures, taking the masters Lucio Costa (in Brazil) and Le Corbusier (in Europe) to the level of his early relevant architectural references. It highlights the arising consequences that appear in his works, especially from the Ministry of Education and Health project, in Rio de Janeiro, to the construction of the new Federal Capital - obeying, therefore, the study's time frame. It discusses the consecution of Niemeyer's design act, marked by moments of deep personal and professional critical reflections, from which new architectural attitudes are defined and gradually exercised in Brazil and abroad. It analyses part of his formal repertoire, in which selected projects require the use of rational techniques and advanced (or unusual) technologies so that they can be constructed. It brings out episodes in which engineering is far outside its usual comfort zones, making it an area of knowledge that does not become tired of reinventing itself, while adapting and readapting concepts, stated hitherto as stable and/or immutable, fostering a theoretical and scientific process in continuous construction and searching to exalt plastic factor as the most important imperative. It questions the existence of autonomy of shape in relation to technique and, consequently, of architects in relation to engineers. It demonstrates, finally, the importance of deep engagement between architectural aesthetics and engineering statics for both to walk in harmony and on the same evolutive compass.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
alexandreaugusto.pdf (16.95 Mbytes)
Data de Publicação
2015-09-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.