• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.16.2017.tde-27062017-141958
Documento
Autor
Nome completo
Maitê Bueno Pinheiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Pellegrino, Paulo Renato Mesquita (Presidente)
Moreno, Fábio Netto
Moretto, Evandro Mateus
Título em português
Plantas para infraestrutura verde e o papel da vegetação no tratamento das águas urbanas de São Paulo: identificação de critérios para seleção de espécies
Palavras-chave em português
Córrego Água Podre
Fitorremediação
Infraestrutura Verde
Tratamento das águas urbanas de São Paulo
Resumo em português
A cidade de São Paulo, assim como diversas cidades do mundo, enfrenta hoje sérios desafios no manejo de seus recursos hídricos, efeitos do processo de urbanização e desenvolvimento urbano que não considera as potencialidades das bases biofísicas de suas paisagens naturais, dentre eles, o tratamento da poluição das águas urbanas. Na natureza, a vegetação e a água são indissociáveis, as plantas participam da regulação do ciclo hidrológico e da manutenção da qualidade das águas através de mecanismos naturais, reconhecidos como mecanismos de fitorremediação, além de estarem diretamente relacionadas ao fornecimento de outros serviços ambientais que sustentam a vida na biosfera. Infraestrutura Verde é um conceito de rede de paisagens multifuncionais que realizam o manejo das águas das chuvas na fonte, ao mesmo tempo em que proporcionam melhorado microclima, proteção da biodiversidade, áreas de lazer e contato com a natureza, proteção contra desastres e enchentes e tratamento da poluição sem, contudo, excluir o desenvolvimento urbano. Em Berlim, Alemanha, desde o final dos anos 1980, é realizado o tratamento das águas urbanas a partir de alternativas de Infraestrutura Verde em substituição às práticas convencionais, ao passo que, em São Paulo o uso de tais alternativas é bem mais recente, integrando o Plano Diretor de Drenagem e Manejo de Águas Pluviais do município em 2010. Esta dissertação investiga o papel das plantas no tratamento das águas urbanas por tipologias de Infraestrutura Verde, sob o olhar da fitorremediação e identifica os critérios de seleção das espécies de plantas para projetos de Infraestrutura Verde na cidade de São Paulo, observando-se o estudo de caso do córrego Água Podre, bairro do Rio Pequeno, zona oeste do município.
Título em inglês
Plants for green infrastructure and the role of vegetation in urban water treatment in São Paulo: identification of criteria for species selection
Palavras-chave em inglês
Água Podre stream
Green Infrastructure
Phytoremediation
São Paulo urban water treatment
Resumo em inglês
The city of São Paulo, as many other cities around the world, is been facing serious challenges regarding their water supply management due to the urban development. The potential of the biophysical bases of their landscapes is overcome by urbanization, including the treatment of urban water. In nature, water and vegetation are indissociable. Plants participate in the regulation of the water cycle and maintenance of the water quality through natural mechanisms identified as phytoremediation processes. They are also directly related to other ecosystem services that sustain life on the biosphere. Green Infrastructure is a concept of multifunctional landscapes that manage the rainwater at the source. It also improves the microclimate, the protection to the biodiversity, provides leisure areas, protection against natural disasters and treatment of pollution, without excluding thepossibility of the development. Since the end of the 1980s, urban water treatment is used in Berlin as an alternative of Green Infrastructure, replacing conventional practices. In São Paulo the use of such alternatives is much more recent; it was integrated by the Water Management Plan in 2010. In this dissertation I investigate the role of plants in the treatment of urban waters through Green Infrastructure typologies, observing the phytoremediation processes and identifying the selection criteria of plant species for Green Infrastructure projects in the city of São Paulo. A case study of the Água Podre stream is observed; west zone of the city in Rio Pequeno district.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-07-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.