• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.16.2018.tde-13062017-121821
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo de Carvalho Pirk
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Dantas, Denise (Presidente)
Nakamura, Ricardo
Paschoarelli, Luis Carlos
Título em português
Estudo de parâmetros de design para a otimização da inserção de textos em português em teclados virtuais de dispositivos móveis de pequenas dimensões equipados com telas sensíveis ao toque
Palavras-chave em português
Design centrado no usuário
Design de interface digital
Ergonomia
Teclado virtual
Resumo em português
Este estudo buscou identificar variáveis e parâmetros determinantes para a otimização do design da interface dos teclados virtuais de padrão Qwerty no contexto da produção de textos em português. Tendo como fonte principal de dados o usuário final, buscou-se, nesta pesquisa, entender de que maneira os variados sistemas de teclado e as diversas configurações possíveis se adequam aos hábitos e à cultura de uso dos diferentes usuários, considerando-se, neste ponto, as diferenças entre a língua inglesa (condicionante do arranjo Qwerty) e a portuguesa. A pesquisa foi composta de dois experimentos e um questionário e conduzida junto a usuários de dispositivos móveis com telas de 3,5 a seis polegadas, limites que englobam grande parte dos aparelhos equipados com os teclados aqui analisados. No capítulo 1 contextualizou-se o problema estudado e definiu-se espectro da pesquisa. O capítulo 2 apresenta a revisão bibliográfica sobre o tema e trata do uso do teclado desde seu surgimento até sua utilização em smartphones, das especificidades da língua portuguesa e de caminhos, métodos e soluções encontrados em pesquisas correlatas. No capítulo 3 são apresentados os métodos utilizados em cada etapa do estudo: o questionário buscou respostas junto a 302 usuários a respeito de diversos fatores ligados à utilização do teclado virtual em smartphones; os dois experimentos envolveram a gravação em vídeo da interação de 17 participantes com o teclado em diferentes tarefas de inserção de textos em português, o primeiro envolvendo a cópia de textos pré-definidos em diferentes configurações de teclado, e o segundo a análise da produção de textos livres no aparelho do próprio participante, configurado conforme suas preferências pessoais. O capítulo 4 apresenta as análises empreendidas em cada etapa de interação com usuários e o capítulo 5 mostra as conclusões a que se chegou com base nos dados analisados. Os resultados mostraram que em grande parte dos aparelhos o desenho do teclado é pautado pelo arranjo Qwerty, que delimita o tamanho e mapeamento das teclas mais utilizadas para inserção de textos. Observou-se também que os usuários que utilizam seus aparelhos com maior versatilidade têm maior fluência no uso do teclado e acabam por contornar as limitações da interface, vindo a avaliar melhor o sistema. O uso eficiente do teclado estaria ligado não especificamente à velocidade de digitação, mas a um ritmo próprio de cada indivíduo que, quando alterado, contribui para a incidência de erros. Nesse sentido, verificou-se que as tarefas de cópia, por envolver a observação constante do texto a ser reproduzido, tendem a causar pausas no processo de digitação, aumentando a probabilidade da ocorrência de toques em teclas diferentes das pretendidas. Erros deste tipo, mais comuns, mostraram-se estar atrelados à maior utilização das teclas e parecem ser, portanto, inevitáveis. O processo de prevenção e correção de falhas de digitação, desta forma, mostrou-se fator fundamental na utilização deste tipo de teclado, evidenciando a importância dos assistentes de digitação. Estes, no entanto, podem vir a condicionar a maneira como o usuário interage com o teclado e, em alguns casos, contribuir para a ocorrência de erros.
Título em inglês
Study of design parameters for the optimization of the insertion of texts in Portuguese on virtual keyboards of mobile devices of small dimensions equipped with touch screens
Palavras-chave em inglês
Digital interface design
Ergonomy
User centered design
Virtual keyboard.
Resumo em inglês
This study seeks to identify, in the context of Portuguese text entry, determinant variables and parameters for the Qwerty keyboard interface design optimization. Considering that the primary data source is the final user, this research attempts to understand how adequate are the various keyboard systems and configurations to users' habits and culture, taking into account the differences between English (language used to define the Qwerty layout) and Portuguese. In this research, two experiments and one survey were carried out with 3,5" to 6" smartphones users, boundaries that encompasses the majority of the devices equipped with the keyboard types targeted to be analyzed. In the first chapter the problem was contextualized and the spectrum of the research was defined. The second chapter presents the history of the Qwerty keyboard, since its development (when the typewriters were being created) to the use in smartphones, shows important singularities of Portuguese language and an overview of related studies. In the third chapter the methods applied in this research were shown: the survey was carried out with 302 participants to find how they cope with different aspects of the use of smartphones; the two experiments involved the recording of 17 users interacting with the keyboard in different kinds of tasks, text transcription with varying device configuration and free text production in the participant's own device. The fourth chapter presents the analysis of the data obtained in the different stages of the study that involved interaction with users and the fifth chapter shows the conclusions made base on the data analyzed. Results showed that great part of the devices present the keyboard ruled by the Qwerty layout, which limits the size and the mapping of the keys most used for text insertion. It was also noted that those who use their devices with greater flexibility are more fluent in the use of the keyboard and create shortcuts to cope with limitations imposed by this interface. These users tend to give the keyboard a better evaluation. The results also showed that a efficient use of the interface would not be tied specifically to typing speed, but rather to the individual typing rhythm that, when disturbed, contributes for the occurrence of errors. In this sense, it was noted that copy tasks, because it involves constant monitoring of the text to be copied, tend to produce pauses in the typing process, which increases the probability of touches landing in different keys than intended. This type of error, most common, appeared to be tied to key usage and, thus, seem to be inevitable. Error preventing and correction, this way, are fundamental for the usage of virtual keyboards in small devices. Results showed that the use of typing assistants, however, could modify the way users type and, in some cases, contribute to the increase of error occurrence.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-03-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.