• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.16.2018.tde-09062017-104457
Documento
Autor
Nome completo
Vânia Medeiros Moreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Senne, Lara Leite Barbosa de (Presidente)
Sequeira, Rosane Preciosa
Tavares, Monica Baptista Sampaio
Título em português
Cidade passo: conversações entre arte, design e etnografia
Palavras-chave em português
Arquitetura
Arte
Cartografia
Design
Etnografia
Livro de artista
Mapas subjetivos
Nomadismo
Resumo em português
A dissertação propõe um estudo teórico-prático sobre a importância dos mapas subjetivos realizados por criadores de diversas áreas como dispositivos "táticos", capazes de propor conhecimento sobre o espaço para além da visão panóptica e impessoal da cartografia tradicional. Busca-se com a pesquisa, refletir sobre como ações de deriva e errância e seu posterior "mapa-como-relato", em diversos formatos, permitem arquitetar um espaço-tempo nômade dentro da cidade, capaz de ressignificar as relações que o indivíduo - tanto o próprio criador quanto o público/leitor/usuário - tem com a urbe. Isto ocorre uma vez que os caminhos percorridos, o "entre", é tido como um valor em si, para além dos pontos de chegada, o que cria brechas nos ditames do tempo veloz e funcional, promovendo situações de amabilidade, fruição e reflexão. Tomo como referência os mapas e livros produzidos por Guy Debord e Asger Jorn no contexto Situacionista, os livros Les dormeurs e Suite Vénitienne da artista francesa Sophie Calle, o Guia de terrenos baldios de São Paulo, de Lara Almarcegui e a trilogia I got up, I went e I met do artista conceitual japonês On Kawara. A investigação teórica se dá paralelamente à produção de um experimento prático, a criação do livro Cidade Passo, que traz o conteúdo de quinze entrevistas com moradores de cinco bairros de São Paulo em um projeto gráfico que traz à tona, visualmente, os aspectos conceituais que permeiam a pesquisa.
Título em inglês
Step City: conversations between art, design and ethnography
Palavras-chave em inglês
Architecture
Art
Artist's book
Cartography
Design
Ethnography
Nomadism
Subjective maps
Resumo em inglês
The dissertation proposes a theoretical-practical study about the importance of subjective maps made by creators of diverse areas as "tactical" devices capable of proposing knowledge about space beyond the panoptic and impersonal vision of traditional cartography. It seeks to reflect on how actions of drift and wandering and its subsequent "map-as-reporting", in various formats, allow the architecting of a nomadic space-time within the city, able to re-signify the relations that the individual - both the creator himself and the audience / reader / user - have with the city. This occurs because the path is taken as a value in itself, beyond the points of arrival, which creates breaches in the dictates of fast and functional time, promoting situations of kindness, fruition and reflection. I take as a reference the maps and books produced by Guy Debord and Asger Jorn in the Situationist context, the books Les dormeurs e Suite Vénitienne of the French artist Sophie Calle, The Guide of vacant lots of São Paulo (2006), by Lara Almarcegui and the trilogy I got up, I went and I met of the Japanese conceptual artist On Kawara. The research goes hand in hand with the production of a practical experiment, the creation of the book Cidade Passo, which brings the content of fifteen interviews with residents of five districts of São Paulo in a graphic project that brings to the surface visually the conceptual aspects that permeate research.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.