• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.16.2019.tde-11012019-150702
Documento
Autor
Nome completo
Renata Guimarães Puig
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Faggin, Carlos Augusto Mattei (Presidente)
Barbuy, Heloisa Maria Silveira
Costa, Mozart Alberto Bonazzi da
Duarte, Gerson Moura
Perrone, Rafael Antonio Cunha
Título em português
Biografia da casa-museu: entre o privado e o público. Adaptações de casas-museus em São Paulo.
Palavras-chave em português
Arquitetura
Casa-museu
Espaço doméstico privado
Espaço museológico público
Museu-casa
Resumo em português
O museu transformou seus espaços interiores para receber um público ativo a estímulos. Casas-museus ou museus-casas incluem a diversidade étnica e cultural, geram conhecimentos e nos transportam ao passado por caminhos históricos; preservam modos de viver, desafiando o visitante/ receptor. Essa tipologia de museu encerra-se em torno de sua coleção e de seus espaços. A arquitetura parte da atividade interior buscando os focos de luz natural e perspectivas do entorno. A partir da hipótese de que as casas-museus devem ser adaptadas e como essa adaptação acontece, o objetivo da pesquisa foi criar um panorama com as principais características observadas nessa tipologia de museu, analisando suas adaptações de casa para o uso casa-museu. Conhecer e interpretar sete instituições em São Paulo, ressaltando aspectos marcados pela passagem do espaço doméstico privado para o espaço museológico público, com auxílio dos projetos, tornou-se o ponto de partida. Na transformação da casa em museu, muitos fatores são articulados; a rotina da casa será diferente enquanto museu. Não é casa e não é museu. Existe o fluxo de visitantes que não é visita; adaptações devem ser pensadas. A museologia e a museografia são responsáveis pelo destino do que é relevante, por meio do curador e de suas escolhas. Ações particulares de preservação surgem. As adaptações do uso serão diferentes do uso da casa original. São desafios físicos (nos prédios) e interpretações do espaço. A coleção e a arquitetura devem permanecer, além do morador. Esses espaços tornam-se locais para a construção da cidadania como lugares de memória, de inquietação, e desempenham um papel social. Com isso, faz-se importante eleger o que deve ser lembrado e o que deve ser esquecido por meio de um programa de necessidades do museu.
Título em inglês
Dado não fornecido pelo autor.
Palavras-chave em inglês
Architecture
House-museum
Museum-house
Private domestic space
Public museum space
Resumo em inglês
The museum has transformed its interior spaces to receive an active audience for stimuli. Houses-museums or museum-houses include ethnic and cultural diversity, generate knowledge and transport us to the past by historical paths; preserving ways of living, challenging the visitor / receiver. This type of museum is enclosed around its collection and its spaces. The architecture is part of the interior activity seeking the outbreaks of natural light and perspectives of the environment. Based on the hypothesis that museum houses should be adapted and how this adaptation happens, the objective of the research was to create a panorama with the main characteristics observed in this typology of museum, analyzing their adaptations from home to home-museum use. Knowing and interpreting seven institutions in São Paulo, highlighting aspects marked by the passage of the private domestic space to the public museum space, with the help of the projects, became the starting point. In the transformation from house to museum, many factors are articulated; the house routine will be different as a museum. It is not house and it is not a museum. There is the flow of visitors who is not visiting; adaptations should be considered. Museology and museography are responsible for the fate of what is relevant, through the curator and his choices. Particular preservation actions arise. The adaptations of the use will be different from the use of the original house. These are physical challenges (in buildings) and interpretations of space. The collection and architecture must remain in addition to the resident. These spaces become places for the construction of citizenship as places of memory, of restlessness, and play a social role. With this, it is important to choose what should be remembered and what should be forgotten through a museum needs program.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.