• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.16.2018.tde-05072017-091845
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Ginesi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Barros, Luiz Antonio Recaman (Presidente)
Fabbrini, Ricardo Nascimento
Spaniol, José Paiani
Título em português
Dominique Gonzalez-Foerster: relações entre arte contemporânea e arquitetura. Tempo e espaço, modernidade e tropicalização na obra da artista 
Palavras-chave em português
Arquitetura moderna
Arte contemporânea
Estética
Gonzalez-Foerster Dominique
Resumo em português
Este estudo buscou analisar uma parte da obra da artista contemporânea francesa Dominique Gonzalez-Foerster, pondo em foco especialmente sua relação com a arquitetura moderna e com o Brasil. Nessa direção, interessava também compreender de que maneira a artista opera as dimensões do tempo e do espaço em suas obras. Para isso, fez-se necessário um estudo prévio sobre o rompimento das barreiras artísticas com a arquitetura e outros campos de conhecimento, um aprofundamento sobre a síntese e autonomia no campo artístico, assim como uma investigação acerca de algumas teorias para a arte contemporânea e os grupos de artistas que se conformaram ao redor de um conceito de Estética Relacional. A pesquisa se deteve sobre o período que compreende os anos finais da década de 1980 até 2014 e estudou obras realizadas no Brasil e no estrangeiro. O início do trabalho abrange as obras entre as décadas de 1990 até os anos 2000 que partem de uma proposta de Dominique Gonzalez-Foerster de produzir ambientes domésticos no âmbito institucional: são as obras da série Chambres. Essas obras suscitam questões como a tecnologia, a imaterialidade, os vazios potenciais e a criação de novas narrativas pelos expectadores/visitantes ativos. A seguir, estudamos o modo como a artista evoca e migra para os espaços exteriores produzindo obras institucionais que tenham uma relação com cidades, ou ainda propostas para parques e jardins que são pensados como a primeira exterioridade ainda vinculada de algum modo à esfera doméstica de suas obras iniciais. São abordados nesse ponto do estudo os conceitos de deslocamento, da constituição fragmentada do indivíduo contemporâneo, além do papel das viagens em sua obra. Ainda nesse ponto, estudamos o conceito de jogo presente na obra de Dominique e em diálogo com a produção de Helio Oiticica. Finalmente, a última etapa desse estudo tratou da relação da obra de Dominique Gonzalez-Foerster com a arquitetura moderna, as influências da cidade de Grenoble, sua arquitetura, urbanismo e comunidade artística; e a arquitetura moderna brasileira, em obras entre os anos 1999 e 2014. Para essa parte do estudo fez-se necessário contextualizar a migração do projeto de modernidade para áreas periféricas, que produziriam modernidades alternativas e, segundo Gonzalez-Foerster, imbuídas de potencialidades. Estudamos também a perda de utopia da modernidade e de que maneira a artista trabalharia isso em suas obras. A partir do conceito de tropicalização, segundo um ponto de vista específico desse termo definido por Gonzalez-Foerster, são exploradas três mostras que operam com esse conceito e que em diversos momentos dialogam com o restante da produção da artista. Por fim, percorremos outras quatro obras e exposições individuais e coletivas das quais a artista participou no Brasil entre os anos de 2010 à 2014 com a intenção de fazer um pequeno panorama da produção da artista no país, somando um total de 25 obras analisadas.
Título em inglês
Dominique Gonzalez-Foerster: relation between contemporarry art and architecture. Time and space, modernity and tropicalization in her body of work
Palavras-chave em inglês
Aesthetics
Contemporary art
Gonzalez-Foerster Dominique
Modern architecture
Resumo em inglês
This study has the intention to analyze the body of Dominique Gonzalez- Foerster's work, specially its relations with modern architecture and Brazil. Therefore, this research is also interested to understand the way the artist deals with time and space along her work. That being so, it was necessary to proceed a previous studies about the limits suppression of art and architecture and other fields of knowledge; an investigation about the synthesis and autonomy in the artistic field; and also about contemporary art theories and its artist's conformation around the concept of Relational Aesthetics. This research covers the period of time from 1980 to 2014 and studied works produced in Brazil and abroad. The works from 1990 to 2000 in the beginning of this study are one part of Dominique Gonzalez-Foerster's proposal of producing domestic environments inside the art institutions: the Chambres series. These pieces of art reflect about issues such as technology, immateriality, potential emptiness and the possibility of new narrative creation by the active viewers/visitants. The next step was to study how the artist recalls and also migrates to exterior spaces producing institutional works which are in relation to the cities, or else, projects for parks and gardens thought as the first possible exteriority still connected somehow to the domestic feel of her first works. At this point, we had to look into the concepts of displacement, of the fragmented constitution of the contemporary beings, and the role of the travels in her work. Still, the concept of playing, present in Dominique Gonzalez-Foerster's work, and its relation to Helio Oiticica's proposals were also examined. Finally, the last part of this study regards and analyzes the relation of her work with modern architecture, the influences of Grenoble, its architecture, urban planning and artistic community; and the modern Brazilian architecture, in her works between 1999 and 2014. For this part of the study it was essential to briefly historically contextualize the process of the ideals of modernity migration for peripheral areas, which produce alternative modernities, for Dominique Gonzalez Foerster, filled with potentiality. The loss of modernity utopia and the way the artist comprises it in her works were also a relevant subject of this dissertation. Considering the concept of tropicalization, developed in a specific way by Gonzalez-Foerster, three exhibitions were studied, especially in their way to dialogue with the rest of the artist's work. At last, other four individual exhibitions in Brazil between 2010 and 2014 were analyzed with the intention to produce a panorama of the artist's work in the country, and to sum them to all of the 25 works in this research.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MarianaGinesi.pdf (3.14 Mbytes)
Data de Publicação
2018-11-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.