• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.16.2012.tde-04032013-103923
Documento
Autor
Nome completo
Mauro Claro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Silva, Fernanda Fernandes da (Presidente)
Dias Filho, Geraldo de Souza
Galvão, Anna Beatriz Ayroza
Munari, Luiz Americo de Souza
Villac, Maria Isabel
Título em português
Dissolução da Unilabor: crise e falência de uma  autogestão operária - São Paulo, 1963 - 1967
Palavras-chave em português
Autogestão de empresas (Brasil)
Catolicismo
Comunitarismo
Construtivismo (Arte moderna)
Cristianismo (Aspectos sociais)
Desenho industrial (Século XX)
Design
Dominicanos
Economia e Humanismo
Economia humana
Força fraca (Habermas)
Humanismo (Século XX)
Solidariedade (Aspectos políticos)
Solidariedade (Aspectos religiosos)
Trabalho
Unilabor
Utopia (América Latina)
Resumo em português
Este estudo busca trazer elementos para explicar a crise que dissolveu a Unilabor, uma experiência autogestionária operária única a seu tempo, em São Paulo, através da análise da documentação interna da empresa, das informações prestadas por alguns dos participantes, entrevistados, e pelo recurso à hipótese de prevalência de uma racionalidade instrumental, a certa altura dos acontecimentos, em lugar da racionalidade substantiva pressuposta nos fundamentos da comunidade. Os elementos para a formulação e exame dessa hipótese provêm das teorias marxistas do trabalho, conforme reformuladas e atualizadas por autores como Robert Kurz, Roberto Schwarz, Moishe Postone, Jürgen Habermas, André Gorz e Ricardo Antunes, os quais, mesmo não uniformemente, apontam os elementos atuais de uma crise da categoria 'trabalho' como elemento central da formação da riqueza. Também os conceitos de comunidade, solidariedade, esperança e amizade, conforme expostos e analisados por Giorgio Agamben e Terry Eagleton, servirão para problematizar as conclusões do trabalho. O aspecto estético, consubstanciado no desenho industrial utilizado nos móveis produzidos pela Unilabor, aparece como fundamento secundário da hipótese de insuficiência substantiva apresentada, pois pretendeu ser fator pedagógico, portanto de aprendizado de ofício, para os operários envolvidos na autogestão. Tal programa estético, tanto quanto a solidariedade, a amizade e a racionalidade substantiva, também mostrou-se insuficiente para a manutenção dos laços comunitários.
Título em inglês
The break-up of Unilabor: crisis and failure of a workers' self-management experience - São Paulo, 1963-1967
Palavras-chave em inglês
Christianity (Social aspects)
Communitarianism
Constructivism (Modern art)
Design
Economy and Humanism
Human economy
Humanism (20th century)
Industrial design (20th century)
Labor
Roman Catholicism (Dominicans)
Self management of companies (Brazil)
Solidarity (Policy issues)
Solidarity (Religious aspects)
Unilabor
Utopia (Latin America)
Weak force (Habermas)
Resumo em inglês
This study aims to gather elements to explain the crisis that dissolved Unilabor, a workers' self-management experience in São Paulo that was unique in its time, through the analysis of the company's internal documentation, through information provided by some of the participants who were interviewed, as well as by resorting to the hypothesis of prevalence of an instrumental rationality, at one point, in place of the substantive rationality assumed in the fundamentals of the community. The elements for the formulation and analysis of this hypothesis come from Marxist theories of labor, as reformulated and updated by authors such as Robert Kurz, Roberto Schwarz, Moishe Postone, Jürgen Habermas, André Gorz, and Ricardo Antunes, who, albeit not uniformly, have pointed out the current elements of a crisis of the category 'work' as a central element in the creation of wealth. Additionally, the concepts of community, solidarity, hope, and friendship, as defined and analyzed by Giorgio Agamben, and Terry Eagleton will be used to open the conclusions of this paper up to discussion. The aesthetic aspect, embodied in the industrial design of the furniture produced by Unilabor is present as a background for the substantive insufficiency hypothesis that is presented, since it intends to function as a factor that is pedagogical, thus concerning the learning of one's craft by workers involved in the self-management. This aesthetic program, as much as the solidarity, friendship, and substantive rationality, also proved to be insufficient for the maintenance of community ties.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-03-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.