• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.16.2003.tde-09062009-145825
Documento
Autor
Nome completo
Artur Simões Rozestraten
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Munari, Luiz Americo de Souza (Presidente)
Katinsky, Julio Roberto
Sarian, Haiganuch
Título em português
Estudo sobre a história dos modelos arquitetônicos na antigüidade: origens e características das primeiras maquetes de arquiteto
Palavras-chave em português
Maquetes
Modelos arquitetônicos
Modelos tridimensionais
Resumo em português
Este estudo se propõe a identificar dentre os diversos exemplos de modelos arquitetônicos da Antigüidade atualmente conhecidos pela arqueologia e descritos na literatura aqueles que podem ser caracterizados como as primeiras maquetes de arquiteto, isto é, objetos diretamente relacionados ao conhecimento, planejamento e comunicação de conteúdos arquitetônicos. O recuo à Antigüidade se faz necessário na medida em que essa dissertação se propõe a estudar as origens da relação entre modelos tridimensionais e a atividade de arquitetos na cultura ocidental. Em termos cronológicos, este estudo inicia-se cerca de 6.000 anos antes de Cristo e encerra-se no Mundo Romano (séc. V d.C.). Em termos geográficos, este estudo aborda objetos produzidos por culturas do sudeste da Europa neolítica, conjuntos de objetos de culturas do Oriente-Próximo, objetos egípcios, egeanos (cretenses e cicládicos), cipriotas, gregos, villanovianos e romanos. Essa pesquisa conclui que as evidências materiais da existência de maquetes de arquiteto na Antigüidade Clássica são raras e pouco precisas. Alguns objetos no entanto se aproximam dessa caracterização e merecem estudos futuros mais aprofundados, são eles: o conjunto de tijolos miniatura de Tepe Gawra (c. 3500 a.C.); o modelo egípcio de Dashour (1990-1730 a.C.); o modelo minóico de Arkhanes (1.700-1.630 a.C.); os modelos romanos de Óstia (séc. I a.C.), o modelo de templo de Niha (séc. II d.C.), o modelo de teatro de Baalbek (séc. II d.C.), e o modelo de stadium de Villa Adriana (séc. II d.C.).
Título em inglês
Study on the history of architectural models in antiquity: origins and characteristics of the first architects models.
Palavras-chave em inglês
Architects models
Architectural Model
Three-dimensional Models
Resumo em inglês
This study intends to identify the first architects models among the several architectural models already known and presented in literature. Architects models are third-dimensional objects directly related to knowledge, planning and communication of architectural matters. Recession to Antiquity seems necessary in order to study the origins of the relation between three-dimensional model and architects work in the western world. Chronologically this study begins at 6.000 b.C. and ends at the Roman world (c. 200 a.D.). In geographical terms this study focuses objects produced by Neolithic Southeastern European cultures, Near Eastern cultures, Egyptian culture, Aegean cultures (Cretan and Cycladic), Cypriot, Greek, Villanovian and Roman cultures. Material evidences for architects models are rare and inaccurate all over Antiquity. Nevertheless some few objects are very close to architects work deserving deeper future studies: the miniature brick ensemble from Tepe Gawra (c. 3.500 a.C.); the Egyptian Dahshours model (1.990-1.730 a.C.); the minoan model of Arkhanes (1.700-1.630 a.C.) and the Roman models of Ostia (I a.C.), Niha, Baalbek and Villa Adriana (II d.C.).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
2003.pdf (20.42 Mbytes)
Data de Publicação
2009-08-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.