• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2007.tde-28012008-144408
Documento
Autor
Nome completo
Camila Costa Magalhães
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Nakane, Marcio Issao (Presidente)
Araujo Junior, Eurilton Alves
Gonçalves, Carlos Eduardo Soares
Título em português
Regra de Taylor e a resposta da taxa de juros à inflação no Brasil
Palavras-chave em português
Inflação
Política monetária
Taxa de juros
Resumo em português
A condução da política monetária vem sendo descrita pela literatura recente por meio de uma regra forward-looking do tipo "Taylor". Neste contexto, o que a literatura identifica como o Princípio de Taylor indica que, para que haja uma política de controle inflacionário efetiva, o coeficiente de resposta dos juros nominais a um desvio da expectativa de inflação em relação à meta deve ser maior do que um. Deste modo, se este desvio for positivo, será provocado um aumento nos juros reais. No entanto, tomando uma Equação de Fischer também em termos expectacionais, a derivação da Regra nos leva a crer que tal princípio pode ser questionado, sendo necessário que este coeficiente supere ( ) t rr + 1 , ou seja, um mais os juros reais. Neste trabalho é estimada uma Regra de Taylor para o caso brasileiro, país com elevadas taxas de juros reais, buscando comparar o valor deste coeficiente ao valor de ( ) t rr + 1 . O método consiste em um Time-Varying Parameter (TVP), onde os parâmetros seguem passeios aleatórios. São utilizadas diversas combinações de dados. Os resultados mostraram uma política bastante agressiva por parte do Banco Central brasileiro em todos os períodos de análise.
Título em inglês
Taylor rule and the aswer of interest rates fron inflation in Brazil
Palavras-chave em inglês
Inflation
Interest rates
Monetary policy
Resumo em inglês
The conduction of monetary policy is being described by recent literature through a forward-looking Taylor rule. In this context, what literature identifies as the Taylor Principle indicates that, for an efficient policy of inflation control, the coefficient of the response of nominal interest rates from the deviation of the inflation expectations in relation to the target should be more than one. If this deviation is positive, it will cause an increase in real interest rates. However, the derivation of the rule shows that this principle can be questioned, and the coefficient must be more than ( ) t rr + 1 , one plus the real interest rate. In this work we estimate a Taylor rule for Brazil, country with high real interest rates, trying to compare the coefficient value to ( ) t rr + 1 . The method consists in a Time-Varying Parameter (TVP), where the parameters follow a random walk process. Varied data combinations are used. The results show a very aggressive policy by the Central Bank in all periods of analysis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-01-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.