• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2008.tde-16012009-113343
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Melo Ramalho Moreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Jank, Marcos Sawaya (Presidente)
Costa, Cinthia Cabral da
Dias, Guilherme Leite da Silva
Título em português
Análise prospectiva do padrão de expansão do setor sucroenergético brasileiro: uma aplicação de modelos probabilísticos com dados georeferenciados
Palavras-chave em português
Álcool como combustível
Biocombustíveis
Cana-de-açúcar
Geografia agrária
Indústria sucroalcooleira
Simulação
Resumo em português
Com as perspectivas de crescimento do comércio internacional de biocombustíveis, quando o Brasil tornando-se um líder natural no mercado de etanol, diversas questões têm sido colocadas acerca da sustentabilidade da expansão do setor sucroenergético brasileiro: quais os principais impactos ambientais, sociais e econômicos de um cenário de exportação de volumes significativos de etanol? Quais regiões seriam mais afetadas? Essa expansão pode ser vista como uma ameaça a áreas de grande interesse ambiental? As áreas com impactos ambientais mais intensos serão também as áreas com maiores impactos socioeconômicos? O estudo descreve a evolução recente do setor sucroenergético no Brasil, identificando as regiões mais dinâmicas e os principais fatores condicionantes da localização e expansão espacial da produção de cana-de-açúcar. Além da descrição histórica, a identificação dos fatores condicionantes é fundamentada em elementos teóricos da Teoria Neoclássica e Nova Economia Institucional. Em seguida, é desenvolvido um cenário prospectivo que simula os impactos de uma maior abertura do mercado norte-americano de etanol, tendo como base metodologia econométrica. Os resultados são comparados com o período base. Dentre os condicionantes da localização da produção sucroenergética, o estudo identificou a rentabilidade da produção de cana-de-açúcar, a rentabilidade das demais culturas (como custo de oportunidade), os custos de transporte dos produtos da cana-de-açúcar, a aptidão climática, a disponibilidade de terras, a aptidão para mecanização nas terras disponíveis, além das externalidades positivas e negativas geradas pelo próprio setor. Os estados de São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul foram identificados como de maior dinâmica recente e com maior potencial para a expansão da cana-de-açúcar no futuro próximo. Os estados de Mato Grosso e Tocantins também foram incluídos no estudo prospectivo, dadas as expectativas atuais sobre as regiões de maior potencial de expansão da agropecuária como um todo. A simulação do cenário elevou a produção de cana-de-açúcar em 171 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, o que é equivalente a 13,8 bilhões de litros de etanol anidro (45% e 88% em relação ao período base). A receita adicional gerada pela expansão da produção de etanol foi de R$ 14,8 bilhões (101% em relação ao período base). A área colhida aumentou 2,16 milhões de hectares (47% em relação ao período base). O número de empregos gerados depende muito do nível de mecanização e da qualidade do emprego. Esse número variou entre 149 mil e 48 mil novos postos de trabalho. Os efeitos indiretos ou induzidos não foram contabilizados, o que pode ampliar ainda mais o impacto do exercício sobre o emprego e a renda. A análise regional mostrou que a expansão geraria impactos socioeconômicos significativos e espacialmente difusos, enquanto os impactos ambientais seriam mais concentrados nas regiões tradicionais. A concentração dos impactos ambientais ocorre porque as áreas de maior expansão são aquelas que combinam condições favoráveis de rentabilidade clima e logística e, ao mesmo tempo, já são altamente ocupadas por outras atividades agrícolas. A dispersão dos impactos socioeconômicos dá-se parcialmente pelo nível de desenvolvimento regional das novas áreas de expansão. Sob tal óptica, recomenda-se que os setores público e privado nacionais busquem articulações que permitam a eliminação de barreiras às exportações brasileiras de etanol, promovendo o desenvolvimento socioeconômico conciliado ao uso racional dos recursos ambientais.
Título em inglês
Prospective analysis of the pattern of expansion of the sector sucroenergético Brazil: an application of probabilistic models with data-georeferenciated
Palavras-chave em inglês
Alcohol as fuel
Biofuels
Geography agrarian
Industry sucroalcooleira
Simulation
Sugar cane
Resumo em inglês
With expectations of a growing international market for biofuels, where Brazil would be a natural leader in the ethanol, several questions arise regarding the sustainability of Brazilian ethanol expansion: what would be the environmental, social and economic inpacts of sugarcane expansion in a scenario of significant ethanol exports? What regions would be more affected? Should this expansion be interpreted as a threat to areas of significant environmental interest? Are the regions with greater environmental impacts the same regions where social and economic impacts are most intense? This study describes the evolution of the Brazilian sugarcane sector; identifies the most dynamic regions for further sugarcane expansion and the main factors that determine the mills location. Besides the historical description, the analysis relies on elements of the Neoclassical and New Institutional Economics Theory. Based on econometric analysis, the study develops a scenario that simulates the elimination of US ethanol main trade barriers. The results are compared to the base period. The study has found that the main factors determining mills location are the net return of sugarcane activity, net return of the other crops (as opportunity costs), transportation costs of the sugarcane products, weather suitability, land availability, soil and relief conditions (suitable for mechanization) and positive and negative externalities of the other mills. The states of São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Goiás and Mato Grosso do Sul are identified as the most dynamic states for sugar cane production. The states of Mato Grosso and Tocantins were also included in the simulations due to their growing importance reflected in the latest expectations on the progress of the agricultural frontier in Brazil. The scenario simulation found that sugarcane production would increase by 171 million tons, which is converted on 13.8 billion liters of anhydrous ethanol (45% and 88% of the base period, respectively). The greater prices and quantities resulted in an increase of R$ 14.8 billion of the value of the ethanol production (101% of the base period). Harvested area increased by 2.16 million hectares (47% of the base period). The number of new jobs depends on the mechanization levels of sugarcane harvesting, and on the quality of jobs created. The result ranges between 48 thousand to 149 thousand new jobs. The indirect and induced effects were not taken into account, which may lead to greater impacts in the result. The regional analysis has shown that the expansion generates significant socioeconomic impacts that are well distributed, while environmental impacts are more concentrated on traditional sugarcane areas. The concentration of environmental impacts occurs because the areas of greater expansion are the ones that combine favorable conditions of profitability, climate and logistics, and, at the same, where land availability is already a major restriction. The dispersion of socioeconomic impacts is explained by the different and relatively lower levels of development of the new expansion areas. From this perspective, it is recommended that public and private sectors look for political strategies that enable greater access to the US market, since this access could help generate socioeconomic development, in line with the rational use of environmental resources.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-01-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.