• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Yasser Hassan Saleh
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Saes, Maria Sylvia Macchione (Presidente)
Amorim, Wilson Aparecido Costa de
Nunes, Rubens
Vilpoux, Olivier François
Título em português
Da cooperação à terra: experiências associativas em Pirituba II
Palavras-chave em português
Cooperativas
Economia institucional
Movimentos sociais
Reforma agrária
Resumo em português
A caracterização social de cooperativas e organizações similares inspirou estudos científicos e ações sociais no Brasil e no mundo. A abordagem do tema inicia-se, pela economia institucional, com enfoque na concepção de estruturas de governança como nível analítico baseado na Economia de Custos de Transação (ECT). Na agricultura, as experiências cooperativas objetivaram a inserção ou manutenção de agentes econômicos no mercado. Por outro lado, no caso da questão da reforma agrária as ações governamentais tiveram a finalidade de promover a organização da produção. O papel das mobilizações sociais em defesa da reforma agrária é constatado como proponente de formas de inserção alternativas, a exemplo ao modelo de cooperativas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). O objetivo deste trabalho é compreender como as relações de poder da mobilização de grupos, como os movimentos sociais, influenciam a configuração de organizações cooperativas. Para atingi-lo toma-se o caso do assentamento Pirituba II, palco de diversas experiências que continham os elementos da mobilização política, da intervenção agrária do governo e de propostas de cooperação por diferentes atores. Os resultados demonstram que a lógica da ação coletiva intencionada pelos assentados corresponde a uma dinâmica familiar. Tomando as intervenções no sentido da indução da cooperação, observaram-se problemas da sua realização diante desta dinâmica.
Título em inglês
From cooperation to land: associative experiences in Pirituba II.
Palavras-chave em inglês
Agrarian reform
Co-operatives
Institutional economics
Social movements
Resumo em inglês
The social characteristics of co-operatives and similar organisations inspired scientific studies and social actions in Brazil and around the world. The initial approach on the theme by institutional economics focused on the conception of governance structures as an analytical level based on Transaction Costs Economics (TCE). In agriculture, the cooperative experiences aimed at the insertion or the maintenance of the economic agents in the market. However, in the case of agrarian reform the Governmental actions were in order to promote the organisation of the production. The role of social mobilisations in defence of agrarian reform was observed as a proponent of alternative insertion forms. In this study the co-operatives' model by the Landless Rural Workers' Movement (MST) is the object of this phenomenon. The objective of this work is to understand how power relations by groups' mobilisations, as social movements, influence the co-operative organisations' configuration. To that end, we used the case of the Pirituba II settlement, since it was the scene of several experiences containing the political mobilisation elements, the government's agrarian intervention and the motions of co-operation by different actors. The results show that the logic of collective action intended by the settlers corresponds to a family dynamics. In analysing the interventions aiming to induce co-operation, we observed that problems of its execution were due to this dynamics.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
YasserCorrigida.pdf (3.56 Mbytes)
Data de Publicação
2017-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.