• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2011.tde-26102011-181236
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Bittar de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Oliveira Júnior, Moacir de Miranda (Presidente)
Fleury, Afonso Carlos Correa
Saes, Maria Sylvia Macchione
Título em português
Mandatos mundiais em subsidiárias no Brasil: uma análise sob a perspectiva da teoria neoinstitucional
Palavras-chave em português
Empresas multinacionais
Estratégia organizacional
Instituições
Subsidiárias
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi investigar a relação entre o ambiente institucional brasileiro e a conquista de mandatos mundiais pelas subsidiárias estrangeiras. Como parte de um novo modelo de empresa multinacional que precisa combinar a organização de uma rede integrada que proporcione flexibilidade, facilite o aprendizado, a transferência de conhecimento com a inovação entre as diversas unidades (BARTLETT, GHOSHAL, 1998), a subsidiária se destaca como unidade de análise na literatura em estudos que investigam os seus papéis, seu processo de evolução e a maneira como concorrem entre si em diferentes países (BARTLETT, GHOSHAL, 1986; BIRKINSHAW, MORRISON, 1995). Dependendo do mercado em que atuam, da receptividade da matriz, da sua capacidade de inovação e capacidade de criar competências podem passar por um processo de aumento gradual de suas responsabilidades e relevância estratégica, podendo conquistar o mandato mundial,ou seja, o ganho do controle estratégico pela subsidiária sobre determinadas atividades e região. Concorrendo em diferentes ambientes institucionais, as subsidiárias representam a busca das multinacionais por vantagens de localização, por fatores institucionais que estimulem a inovação e desenvolvimento tecnológico e de um aparato que o sustente como por exemplo um sistema de proteção à propriedade intelectual eficiente e incentivos fiscais. Assim, a visão deste trabalho sobre as instituições abrange os pilares regulatório, normativo e cultural-cognitivo, segundo o arcabouço teórico desenvolvido por Scott (2008). A fim de analisar o mandato mundial nas subsidiárias foi realizado um survey com 172 subsidiárias estrangeiras no Brasil. Para investigar a influência institucional no "mandato mundial" foi utilizada a técnica de estudo de caso com a subsidiária brasileira da Siemens AG, de origem alemã. Os resultados do survey mostraram que 25,6% das subsidiárias respondentes podem ser classificadas como de mandato mundial. O estudo de caso, por sua vez, apresentou algumas evidências de que há uma relação positiva entre ambiente institucional favorável e a conquista do mandato mundial pelas subsidiárias revelada principalmente nas leis de incentivo fiscal para a atração de centros de P&D para o Brasil, principalmente por meio da redução de custos. As certificações tri-norma também são relevantes na inserção e integração da subsidiária à a cadeia de valor global. Aspectos culturais como características da mão-de-obra brasileira também são vistos como fator de destaque da subsidiária brasileira.
Título em inglês
World mandates in foreign subsidiaries in Brazil: an analysis from the neoinstitutional theory perspective.
Palavras-chave em inglês
Institutions
Multinational corporations
Subsidiaries
Resumo em inglês
The purpose of this dissertation is to investigate how the achievement of world mandates by foreign subsidiaries located in Brazil is related to country's institutional environment. As part of a new model of multinationals companies' organization, that need to combine the organization of an integrated network that provides flexibility, learning and knowledge transfer with innovation among the various units (Bartlett, Ghoshal, 1998), the affiliated company stands out as a distinct unit of analysis. In the literature about subsidiaries there are studies investigating their roles, the process of evolution and how they compete in different countries (Bartlett, Ghoshal, 1986; Birkinshaw, Morrison, 1995). Depending on the market in which they operate, the receptivity of their parent company, their capacity for innovation and building skills, they pass through a process of gradual increase of their strategic autonomy and relevance, gaining responsibilities and finally achieving the world mandate, the strategic control by the subsidiary on certain activities and region. Competing in different institutional environments, the subsidiaries represent the search by multinational enterprises for locational advantages and institutional factors that push innovation and technological development and a famework that supports this through, for example, an efficient intellectual property protection system and tax incentives (OLIVEIRA JR et al, 2009). Thus, the view on institutions of this study covers the regulatory, normative and cultural-cognitive pillars, according to the theoretical framework developed by Scott (2008). In order to analyze the word mandate of the subsidiaries a survey was conducted with 172 foreign subsidiaries stablished in Brazil. To investigate the institutions' influence on "world mandate" a case study was conducted with Siemens AG's Brazilian subsidiary. The results of the survey showed that 25.6% of the participant subsidiaries can be classified as world mandate. The case study presented some evidences of a positive relationship between institutional environment and the achievement of world mandate by subsidiaries. This influence was perceived mainly through incentive laws in the attraction of R&D centers to Brazil, especially through cost reduction. The tri-standard certifications are helpful for the subsidiary's insertion and integration in the global value chain, an this fact makes the standard a requirement for all the providers of the company. The case showed that cultural features such as flexibility of Brazilian labor are a factor for subsidiary's success as well.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-11-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.