• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Diogo Palheta Nery da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Spers, Renata Giovinazzo (Presidente)
Santos, Tania Leticia dos
Meirelles, Dimaria Silva e
Saes, Maria Sylvia Macchione
Título em português
Como grandes empresas desenvolvem capacidades hí­bridas com a base da pirâmide: explicando como funcionam as capacidades dinâmicas
Palavras-chave em português
Combate à pobreza
Competências
Estratégia organizacional
Impacto social
Resumo em português
O anúncio das Metas do Desenvolvimento Sustentável pela Organização das Nações Unidas (ONU) fortaleceu o movimento global de hibridização organizacional nas grandes empresas, no qual essas corporações estão incluindo objetivos sociais e ambientais nas suas agendas estratégicas. Diante desse contexto, a presente tese buscou responder à questão: como as grandes empresas desenvolvem capacidades híbridas com a base da pirâmide? Para responder essa questão de pesquisa, utilizou-se a lente teórica das Capacidades Dinâmicas. Esse conceito visa explicar como as organizações criam e mudam recursos e capacidades. A literatura de Capacidades Dinâmicas é extensa e robusta; no entanto, esse conceito ainda precisa ser aperfeiçoado para explicar satisfatoriamente como as organizações desenvolvem capacidades operacionais, como as capacidades híbridas. Desse modo, essa tese buscou desenvolver o conceito de Capacidades Dinâmicas no contexto incomum, no qual as grandes empresas enfrentam ao desenvolver capacidades híbridas com a base da pirâmide. Assim essa tese é uma pesquisa de construção teórica de natureza qualitativa, na qual adotou-se a abordagem de pesquisa processual. Selecionou-se três casos de grandes empresas que estão desenvolvendo iniciativas híbridas com a população de baixa renda no Brasil. Para a realização dessa tese, foi necessário desenvolver uma metodologia de pesquisa qualitativa que combina métodos de origem Positivista e Interpretativista. Em uma primeira etapa, realizou-se estudos de caso extensos para descrever o desenvolvimento das iniciativas híbridas das três empresas pesquisadas. Na segunda etapa, essa tese realizou a análise cruzada dos casos pesquisados e desenvolveu a proposição de dois modelos teóricos sobre como as grandes empresas desenvolvem capacidades híbridas com a base da pirâmide utilizando suas Capacidades Dinâmicas. O primeiro modelo teórico visou simplificar teorizações anteriores do conceito de Capacidades Dinâmicas para analisar o funcionamento das Capacidades Dinâmicas utilizando elementos comuns a qualquer organização: processos, aprendizagem organizacional e relações sociais. O segundo modelo teórico explicou os resultados encontrados nas análises anteriores. Como também explicou como funcionam as Capacidades Dinâmicas por meio da combinação de duas metateorias de mudança organizacional (Van de Ven & Poole, 1995; Weick & Quinn, 1999). Desse modo, a principal contribuição teórica dessa tese foi a descoberta de quatro motores geradores de mudança (Ciclo de Vida, Teleologia, Dialético e Evolucionário) e dois ritmos de mudança (Episódico e Contínuo) que explicam como as Capacidades Dinâmicas funcionam. Além disso, esse estudo também criou os conceitos de capacidades híbridas e virada na hibridização organizacional. Essa tese também propôs recomendações práticas para os gestores que trabalham em iniciativas híbridas de grandes empresas como negócios inclusivos e Valor Compartilhado.
Título em inglês
How large companies develop hybrid capabilities with the bottom of the pyramid: explaining how dynamic capabilities work
Palavras-chave em inglês
Competences
Poverty alleviation
Social impact
Strategy
Resumo em inglês
The announcement of the United Nations Sustainable Development Goals has strengthened the global organizational hybridization movement in large corporations in which corporations are including social and environmental goals in their strategic agendas. In this context, this research intends to answer the question: how do large companies develop hybrid capabilities with the base of the pyramid? To answer this research question, I adopted the theoretical lens of the Dynamic Capabilities. This concept aims to explain how organizations create and change resources and capabilities. The Dynamic Capabilities literature is extensive and robust; however, this concept still needs to be refined to be able to satisfactorily explains how organizations develop operational capabilities, such as hybrid capabilities. Thus, I sought to develop the concept of Dynamic Capabilities in the unusual context in which large companies face when developing hybrid capabilities with the base of the pyramid. Thus this thesis is a theory building research. Also, I employed a qualitative process research design. I selected three cases of large companies that are developing hybrid initiatives with the low-income population in Brazil. To accomplish this thesis, it was necessary to develop a qualitative research methodology that combines methods of Positivist and Interpretative origin. In a first phase, I wrote three extensive case studies to describe the development of hybrid initiatives. In a second phase, I employed a cross case analysis. Then I proposed two theoretical models about how the large companies develop hybrid capacities with the base of the pyramid using their Dynamic Capacities. In the first theoretical model, I sought to simplify previous theorizations of the concept of Dynamic Capabilities to analyze the functioning of Dynamic Capabilities using common elements to any organization: processes, learning and social relations. In the second theoretical model, I explained the results found in previous analyzes. In addition, I explained how Dynamic Capabilities work by combining two metatheories of organizational change (Van de Ven & Poole, 1995; Weick & Quinn, 1999). Therefore, the main theoretical contribution of this thesis was the discovery of four change motors (Cycle of Life, Teleology, Dialectic and Evolutionary) and two rhythms of change (Episodic and Continuous) that explain how Dynamic Capabilities work. In addition to these theoretical contributions, I created the concepts of hybrid capabilities and turning point in organizational hybridization. I also proposed practical recommendations for managers working on hybrid initiatives of large companies such as Inclusive Business and Shared Value.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CorrigidoDiogo.pdf (2.58 Mbytes)
Data de Publicação
2019-05-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.