• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2017.tde-23062017-094510
Documento
Autor
Nome completo
Jaiarys Capa Bataglin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Kruglianskas, Isak (Presidente)
Aligleri, Lilian Mara
Comini, Graziella Maria
Dias, Sylmara Lopes Francelino Gonçalves
Galvão, Henrique Martins
Título em português
Barreiras e facilitadores da inovação social: estudo de casos múltiplos no Brasil
Palavras-chave em português
Barreiras e facilitadores
Inovação social
Inovação tecnológica
Nova Sociologia Econômica
Resumo em português
A presente tese busca analisar iniciativas de inovação social, de três diferentes formatos organizacionais, tendo por referência abordagens da Nova Sociologia Econômica (NSE). Autores dessa corrente teórica, sugerem observar as ações econômicas, a partir de uma reconfiguração dos atores sociais, neste sentido, ampliam a noção da economia para além das questões mercantis e monetárias, considerando tal, como construção social. Esta tese parte da premissa de que a inovação social (IS) surge como resposta aos crescentes desafios socioeconômicos e ambientais, provenientes do modelo econômico global neoliberal, sendo uma iniciativa social tanto no processo como resultado e, portanto, uma inovação alternativa ao atual modelo de desenvolvimento econômico. Para isto, optou-se pela análise de iniciativas socialmente inovadoras, de três diferentes organizações, sendo, o Banco Palmas - um banco comunitário, localizado em Fortaleza (CE), a organização Cidades Sem Fome - uma organização não-governamental, localizada em São Paulo (SP) e o Colab - uma empresa privada, localizada em São Paulo (SP), e com atuação em diferentes estados brasileiros. A pergunta que norteou a pesquisa foi: "Como ocorre a dinâmica da inovação social e quais são as barreiras e facilitadores deste modelo de inovação"? Para responder esta pergunta, utilizou-se uma abordagem de pesquisa exploratória, descritivo-qualitativa, a partir de múltiplos casos. Foram utilizadas múltiplas fontes de evidências, tendo-se recorrido, assim, à técnica de triangulação de dados, através de entrevistas semiestruturadas, observação direta e análise documental, bem como à técnica de análise de conteúdo. Os resultados mostraram que a inovação social consiste em uma ação coletiva, configurada por uma lógica participativa e colaborativa, através de uma rede de atores. A partir das iniciativas investigadas e com base nas proposições teóricas da investigação, é possível afirmar que a inovação social tem sido capaz de provocar mudanças no ambiente político-institucional em que está inserida. Têm como um dos principais facilitadores, a participação dos atores sociais - beneficiários - no processo de gestão da solução empreendida, por meio da governança compartilhada. E como uma das principais barreiras, o contexto político-institucional, no aspecto legal. Verificou-se, a partir dos casos analisados, que a inovação é social tanto no processo como no resultado, sendo capaz de gerar e fortalecer novas relações entre os atores, e ainda, contribuir para o empowerment dos beneficiários, considerando-os como co-produtores de tais iniciativas.
Título em inglês
Barriers and facilitators of social innovation: multiple case study in Brazil
Palavras-chave em inglês
Barriers and facilitators
New Economic Sociology
Social innovation
Technologic innovation
Resumo em inglês
The present thesis seeks to analyze initiatives of social innovation, of three different organizational formats, with reference to approaches of the New Economic Sociology (NSE). Authors of this theoretical current, suggest to observe the economic actions, from a reconfiguration of the social actors, in this sense, broaden the notion of the economy beyond the mercantile and monetary questions, considering such, as social construction. This thesis is based on the premise that social innovation (IS) emerges as a response to the growing socioeconomic and environmental challenges arising from the neoliberal global economic model, being a social initiative both in the process and result, and therefore an alternative innovation to the current model of economic development. For this, we opted for the analysis of socially innovative initiatives of three different organizations: Banco Palmas - a community bank, located in Fortaleza (CE), the organization Cidades Sem Fome - a nongovernmental organization located in São Paulo (SP) and Colab - a private company, located in São Paulo (SP), and operating in different Brazilian states. The question that guided the research was: "How does the dynamics of social innovation occur and what are the barriers and facilitators of this innovation model"? To answer this question, we used an exploratory, descriptive-qualitative research approach, based on multiple cases. Multiple sources of evidence were used and the data triangulation technique was used, through semi-structured interviews, direct observation and documentary analysis, as well as the technique of content analysis. The results showed that social innovation consists of a collective action, configured by a participatory and collaborative logic, through a network of actors. From the initiatives investigated and based on the theoretical propositions of research, it is possible to affirm that social innovation has been able to bring about changes in the political-institutional environment in which it is inserted. They have as one of the main facilitators, the participation of social actors - beneficiaries - in the process of managing the solution undertaken, through shared governance. And as one of the main barriers, the political-institutional context, in the legal aspect. It was verified, from the analyzed cases, that innovation is social both in the process and in the result, being able to generate and to strengthen new relations between the actors, and also, to contribute to the empowerment of the beneficiaries, considering them as co-producers of such initiatives.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CorrigidaJaiarys.pdf (6.22 Mbytes)
Data de Publicação
2017-06-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.