• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2011.tde-21062011-163621
Documento
Autor
Nome completo
Lilian Mara Aligleri
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Kruglianskas, Isak (Presidente)
Camara, Marcia Regina Gabardo da
Cunha, Joao Carlos da
Dutra, Ivan de Souza
Oliveira Júnior, Moacir de Miranda
Título em português
A adoção de ferramentas de gestão para a sustentabilidade e a sua relação com os princípios ecológicos nas empresas
Palavras-chave em português
Administração de empresas - Aspectos ambientais
Desenvolvimento sustentável
Empresas - Aspectos ambientais
Resumo em português
Diversas áreas de conhecimento discutem o modelo tradicional de desenvolvimento econômico e os impactos sobre a vida no planeta. Tais debates incitam variadas demandas sobre as empresas e evocam um redimensionamento dos modelos de gestão. A responsabilidade socioambiental tornou-se um termo em voga, de modo que muitas práticas e instrumentos de gestão foram criados para subsidiar o processo de engajamento e comprometimento das empresas com uma sociedade mais sustentável. Nesta tese, utilizandose da abordagem da economia ecológica, partiu-se do pressuposto que o desenvolvimento sustentável implica numa articulação entre as ciências do homem e as ciências naturais, moldando-se estruturas sociais em coerência com os padrões presentes nos ecossistemas naturais. Nesse contexto, o propósito principal desta pesquisa foi identificar as relações entre algumas ferramentas de gestão para a sustentabilidade e os princípios ecológicos. Foram estudadas sete ferramentas gerenciais compartilhadas pela comunidade empresarial para o alcance de estratégias de sustentabilidade das empresas e quatro princípios ecológicos ou fundamentos básicos da ecologia, que consistem em características existentes na organização dos ecossistemas. Para tanto, pretendeu-se: (1) identificar a presença das ferramentas de gestão e dos princípios ecológicos nas empresas; (2) identificar a associação entre as ferramentas de gestão para a sustentabilidade e os princípios ecológicos quanto à presença, à abrangência e à aplicação; e (3) contribuir para o desenvolvimento teórico e prático dos temas em estudo. Dessa forma, a pesquisa pode ser caracterizada como descritiva e correlacional, com enfoque quantitativo e caráter interdisciplinar. Foi utilizado parte do questionário dos Indicadores Ethos como instrumento de pesquisa, reagrupado em novas categorias, a partir da análise de aglomerados e de correlações policóricas. O estudo envolveu 331 empresas e contou com a inestimável colaboração do Instituto Ethos na cessão do banco de dados dos Indicadores Ethos do ano de 2008. Para a análise estatística do relacionamento entre as variáveis preditoras e resposta em estudo, foi utilizada a técnica da regressão logística ordinal, que permite estabelecer a probabilidade de ocorrência de determinado evento e a importância da variável. Os resultados apontam para uma confirmação parcial das hipóteses de pesquisa. A partir da análise descritiva verificou-se que dentre os quatro princípios ecológicos estudados, as práticas de gestão vinculadas ao equilíbrio dinâmico são as menos presentes nas empresas. Identificou-se também que as ferramentas de gestão possuem associações diferenciadas com os princípios ecológicos. Foram, inclusive, encontradas correlações negativas com significância estatística. As constatações permitem afirmar que existem algumas ferramentas de gestão mais efetivas do que outras e que há complementaridade entre algumas delas.
Título em inglês
The use of management tools for sustainability and their relation with main ecological principles in companies.
Palavras-chave em inglês
Ecological economy
Management tools
Sustainability
Resumo em inglês
Diverse areas of knowledge have addressed the traditional model of economic development and its impacts on the life of the planet. The debates provoke several demands on companies and claim for a re-dimensioning of their management models. The socio-environmental liability has become a fashionable term and many managerial practices and tools have been created to support the engagement and commitment process of the companies with and to a more sustainable society. In this thesis, by means of an ecological economy approach, there is the assumption that sustainable development implies the articulation between man`s sciences and natural sciences in which social structures are shaped coherently with patterns found in the natural ecosystems. Within this context, the main purpose of this research is to identify relations between some management tools as shared by the business community and focused on sustainability and ecological principals. Seven managerial tools shared by the business community for the achievement of strategies devoted to the sustainability of the companies and four ecological principals or basic fundaments of ecology, which are existent in the organization of ecosystems, were studied. Therefore, the intention hereby is to (1) identify the presence of management tools and ecological principals in the companies; (2) identify the association between management tools for sustainability and ecological principles as to their presence, scope and application; and (3) contribute for the theoretical and practical development of the themes under this study. Thus, this research is featured as descriptive and co-relational, under a quantitative focus and interdisciplinary character. Part of the Ethos Index Questionnaire was used as a research instrument, regrouped in nine categories based on the analysis of agglomerates and policoric correlations. The study comprehended 331 companies and counted with the valuable collaboration of the Ethos Institute in providing the 2008 Ethos Index databank. The statistic analysis of relationships between predicting variables and response under study was made through the ordinal logistic regression which allowed for the establishment of the occurrence probability of a given event and the importance of the variable. The results indicate a partial confirmation of the research hypothesis. The descriptive analysis evidenced that, among the four ecological principles under study, the management practices related to the dynamic balance are the less frequent in the companies. It was also verified that the management tools have associations that differ in regard to the ecological principles. In fact, negative and statistically significantly corelations were found. The findings allow for the conclusion that some management tools are more effective than others and that they complement one another.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-07-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.