• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2013.tde-20022014-155906
Documento
Autor
Nome completo
Tobias Coutinho Parente
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Machado Filho, Cláudio Antonio Pinheiro (Presidente)
Brandão, Carlos Eduardo Lessa
Comini, Graziella Maria
Título em português
Governança e responsabilidade social corporativa: perspectivas dos conselheiros de administração no Brasil
Palavras-chave em português
Conselhos de administração
Estratégia organizacional
Governança corporativa
Responsabilidade social
Resumo em português
Este estudo tem por objetivo captar as percepções dos conselheiros de administração no Brasil a respeito das atividades que norteiam o escopo de atuação dos mesmos, em especial da RSC, Responsabilidade Social Corporativa. O intuito é de responder aos seguintes questionamentos: os conselheiros de administração no Brasil possuem uma visão ampliada do seu escopo de atuação, se envolvendo nas questões estratégicas das organizações? Nesse contexto, qual a percepção destes em relação à questão da RSC? O estudo observa a interrelação existente entre RSC, GC, Governança Corporativa, e o papel dos conselheiros. A premissa é de que a agenda da RSC é progressivamente uma extensão da agenda de GC e seria da responsabilidade dos conselhos de administração (ELKINGTON, 2006; INGLEY, 2008; JAMALI et al, 2008). Na pesquisa de campo, foram coletados dados junto a 128 conselheiros certificados pelo BCC, Banco de Conselheiros Certificados do IBGC, Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. Os resultados apontam na direção de que os conselheiros não consideram relevantes, dentro do seu escopo de atuação, somente as atividades de cunho monitoramento e controle, mas também as atividades estratégicas e aquelas relacionadas à RSC. A RSC é justificada, conforme os conselheiros, porque uma empresa possui a responsabilidade de ir além de criar empregos, pagar impostos e gerar lucros. Tal posicionamento reflete na maneira exposta pelos conselheiros de como tomam decisões. Segundo os mesmos, mais do que os valores e as crenças dos acionistas, eles consideram aquilo que gera valor no longo prazo para as organizações. Os conselheiros não buscariam simplesmente remunerar o capital dos acionistas, mas criar e manter valor para que as organizações possam operar de forma sustentável. Com esses resultados, entende-se que essa pesquisa contribui para o desenvolvimento dos campos de estudo da RSC e da GC.
Título em inglês
Governance and corporate social responsibility: perspectives of board directors
Palavras-chave em inglês
Board of directors
Corporate governance
Organizational strategy
Social responsibility
Resumo em inglês
This study aims to grasp the perceptions of corporate board members in Brazil about the activities that guide the scope of work of the same, in particular the CSR, Corporate Social Responsibility. The intent is to answer the following questions: do corporate board members in Brasil have a broad view of the scope of their activities, engaging in strategic issues of the organizations? In this context what their perception regarding the issue of CSR? The study remarks the interrelationships among CSR, CG, Corporate Governance, and the role of directors. The main premise is that the CSR agenda is increasingly an extension of the CG agenda, so that it would be under the responsibility of Corporate Boards (ELKINGTON, 2006; INGLEY, 2008; JAMALI et al, 2008). During the field-level research, data have been collected from 128 counselors certified by BCC, Bank of Certified Counselors from IBGC, Brazilian Institute of Corporate Governance. Results indicate that directors do not consider relevant, in the scope of their activities, such as monitoring and control, but also the strategic activities and activities related to CSR. According to directors, CSR is justified because companies have the responsibility to go beyond creating jobs, paying taxes and profiting. This positioning reflects on the manner directors revealed to make their decisions. According to them, beyond considering the values and beliefs of the shareholders, they consider all that creates long-term value for the organizations. Directors would not only seek to remunerate the shareholder capital, but also to create and maintain value for the organizations so that they can operate sustainably. With these results, it is understood that this research contributes to the development of CSR and CG fields of study.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-03-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.